Os fãs de “Breaking Bad” se lembram de quando Saul Goodman pergunta se Walt e Jesse foram enviados por alguém chamado Lalo?

Talvez não, pois foi na segunda temporada da icônica série, em 2009.

Peter Gould, seu cocriador, apresentou um trecho na Comic-Con de San Diego para refrescar a memória e introduzir esse personagem, que só agora tem rosto.

Aparecerá em “Better Call Saul”, spin-off que acompanha a vida do sórdido advogado Saul Goodman, interpretado por Bob Odenkirk.

“Vão conhecer a pessoa que fazemos referência em ‘Breaking Bad’, mas que nunca conheceram”, indicou o ator.

E foi assim que apareceu uma cena de Lalo, vivido por Tony Dalton (“Sense8”), falando com o mafioso na cadeira de rodas, Hector Salamanca (Mark Margolis).

Em “Better Call Saul” pode-se ver a transformação desse advogado – amado pela audiência da série original -, que era uma pessoa honesta, decente, chamada Jimmy McGill e que simplesmente queria trabalhar para sobreviver.

Também participaram do painel na Comic-Con Rhea Seehorn, que interpreta o amor de Saul, Kim Wexler; Patrick Fabian (Howard Hamlin) e Giancarlo Esposito (Gustavo Fring).

Jonathan Banks, um personagem regular em “Breaking Bad” e “Better Call Saul”, que no ano passado também foi aplaudido por seu papel como um racista em “Mudbound: Lágrimas sobre o Mississipi”, não pôde viajar a San Diego por conta de uma operação no joelho.

A melhor até agora

“Better Call Saul” recebeu um total de 23 indicações em três temporadas e três Globos de Ouro, além de outros prêmios de Hollywood.

O cocriador Vince Gilligan declarou que a quarta temporada, que estreia em 6 de agosto, é a melhor até agora, assegurando que as ligações com “Breaking Bad” serão maiores.

“É uma tragédia que ele vá se tornar esse tipo de pessoa”, indicou Gilligan. “Com quem vocês prefeririam tomar uma cerveja, com Jimmy McGill ou com Saul Goodman?”.

Um trailer mostra um Jimmy mais cínico, prestes a sair de seu caminho e se tornar Saul após a morte de seu irmão Chuck (Michael McKean) no final da terceira temporada.

Veremos Jimmy entrando mais no mundo do crime, pondo em risco a sua carreira, sem mencionar seu relacionamento com Kim.

“Vocês sabem o motivo pelo qual Deus criou cobras antes dos advogados? Porque precisava de prática!”, lançou Odenkirk.

Apesar do cruzamento entre as histórias de ambos os programas, Gilligan ou Gould não disseram se Walter White e Jesse Pinkman chegarão a aparecer na série irmã.

“Verão algumas coisas”, foi a única coisa que Gould adiantou. “Querem que a última descida da montanha-russa seja a mais arrepiante”, disse Gilligan.

O painel comemorou o 10º aniversário da estreia de “Breaking Bad”, considerado um dos melhores programas de televisão da história.

da Agência France Press

Facebook Comments