Vince Vaughn defendeu o direito ao uso de armas nas escolas dos Estados Unidos em uma entrevista à edição britânica da revista “GQ” divulgada nesta segunda-feira. Para o ator, ter armas na escola deveria ser um direito.

“Você acha que não tem armas nas escolas que os filhos dos políticos do meu país e do seu país estudam? Ah têm!”, disse Vaughn. Ele argumentou que “proibir armas para evitar a violência é como proibir o uso de garfos para impedir que as pessoas engordem”.

Ele defendeu a posse de armas em público, não apenas no âmbito privado, e afirmou que este “direito” é tão importante quanto o da liberdade de expressão.

Na opinião do ator, a maioria dos grandes tiroteios que abalaram os Estados Unidos desde 1950 aconteceram em locais “que não permitiam armas”.

“Essas pessoas são doentes da cabeça e matam inocentes. Eles querem abater seres humanos indefesos. Eles não querem confronto. Em todas as nossas escolas é ilegal ter armas no campus, por isso esses caras vão atirar, porque sabem que não há armas lá. Eles são monstros matando”, disse.

Na entrevista, o ator também comentou sobre sua carreira e disse que o único culpado por ele sempre fazer filmes de comédia é ele mesmo: “Quando você se acomoda, começa o declive”, reconheceu.

Vince Vaughn, de 45 anos, também é roteirista e produtor, e entre seus filmes mais conhecidos estão “Penetras Bom de Bico”, “Encontro de Casais”, “Com a Bola Toda” e “Os Estagiários”.

da Agência EFE

Facebook Comments