O cinema amazonense segue circulando bastante em 2021: agora, é a vez de “A Terra Negra dos Kawá”, terceiro longa-metragem dirigido por Sérgio Andrade, representar o Estado na sexta edição do Santos Film Fest. A produção estará dentro da Mostra Humanidades do evento previsto para ocorrer entre os dias 22 e 29 de junho com programação predominantemente online e totalmente gratuita.

“A Terra Negra dos Kawa” se passa na região rural do Amazonas, próxima a Manaus, os anciãos Uçana e Turyná são os principais responsáveis pelo comando das principais terras locais. Pertencentes à etnia Kawa, eles tornam-se motivo de interesse para cientistas escavadores que descobrem grandes poderes energéticos e sensoriais naquelas que são chamadas de “terras pretas”. O elenco conta com Mariana Lima, Felipe Rocha e Marat Descartes. 

Além do Santos Film Festival, o longa-metragem participou do tradicional Festival de Salermo, na Itália, concorreu em nove categorias do 15º Encontro Nacional de Cinema e Vídeo dos Sertões. “A Terra Negra dos Kawa” estreou na Mostra Internacional de Cinema de São Paulo em 2018 e foi exibido no Olhar do Norte 2019.

O Santos Film Fest

O maior festival de cinema do litoral paulista terá como tema “Superação: a arte ultrapassando limites sociais, físicos, mentais, geográficos e pandêmicos”. Foram inscritas, em cerca de três semanas mais de 600 produções do Brasil e do exterior, entre curtas e longas-metragens, dos mais variados gêneros cinematográficos.

A diversidade do conteúdo possibilitou que o festival realize, pela primeira vez, mostras competitivas divididas entre ficção, documentário e animação. Também, nas categorias de ficção de curta-metragem, o festival passará a premiar melhores ator e atriz e, em todas, categorias de direção e roteiro. O voto popular inclui prêmio de melhor filme. Os premiados receberão o Prêmio Toninho Campos (nome em homenagem ao proprietário do Cine Roxy, cinema de rua desde 1934 e fundamental no desenvolvimento da produção cinematográfica santista).

São 88 filmes ao todo, entre curtas e longas, nacionais e estrangeiras. Também há uma mostra especial de curtas de animação feitos em escolas e oficinas.

O júri é formado pela atriz Tamiryz O’hanna, pelas cineastas Julia Katharine, Angelz Zoé e Andrea Pasquini e pelos professores Rogério Ferraraz, Jamer Guterres de Mello, Alexandre Valença Alves Barbosa e Marcia Okida.

PROGRAMAÇÃO DE FILMES:

 CURTA DE ANIMAÇÃO NACIONAL (OS FILMES PERMANECEM NA PLATAFORMA DURANTE TODO O FESTIVAL, DE 0H01 DE 23/06 ÀS 12H DE 29/06)

– Eternidade, 2`43`, 2021, direção: Lara Mendes Salsa, Recife, PE      

– Livre-se, 03’27”, 2020, direção: Matheus Lopes e Vinícius de Lima, São Paulo, SP   

– Minha Primeira Memória, 08`21“, 2020, direção: Lara Mendes Salsa, Recife, PE   

– O Celaticomus, 17’04”, 2020, direção: Marcelo Tannure, Nova Lima – MG  

– O Mundo de Clara, 7`, 2019, direção: Ayodê França, Recife, PE        

– Peixinho, 5’12’, 2021, Direção: Edson Germinio, Belo Horizonte, MG  

– Rasga Mortalha, 14`, 2019, direção: Thiago Martins de Melo, Niterói, RJ 

CURTA-METRAGEM DE FICÇÃO NACIONAL (OS FILMES PERMANECEM NA PLATAFORMA DURANTE TODO O FESTIVAL, DE 0H01 DE 23/06 ÀS 12H DE 29/06)

– Bago Sujo, 15`, 2021, direção: Giordanna Forte, Porto Alegre, RS      

– Descontrole, 14’30”, 2021, direção: Guilherme G. Pacheco, Porto Alegre, RS  

– Duda, 12’06”, 2021, direção: Carol Lobo, Taubaté, SP       

– E Agora Você, 14’14”, 2020, direção: Edson Lemos Akatoy, João Pessoa, PB   

– Esta é a República Aristocrática, 12”, 2021, direção: Marcelo Mendes, Brasília, DF

– Nada Além de Mim, 11`06“, 2021, direção: Thiago Lopes, São Paulo, SP           

CURTA-METRAGEM DE DOCUMENTÁRIO NACIONAL (OS FILMES PERMANECEM NA PLATAFORMA DURANTE TODO O FESTIVAL, DE 0H01 DE 23/06 ÀS 12H DE 29/06)

– Cartas para Cecília, 30″, 2021, direção: Denise Szabo, São Caetano do Sul, SP

– O Gaiteiro que Desceu da Caravela, 14`55“, 2021, direção: Juan Quintáns, Porto Alegre, RS

– Por Favor, Socorro, 19’22’’, 2021, direção: Sinval de Abranches, Juiz de Fora, MG

– Posso Fazê Nada!, 20′, 2021, direção: Welyton Crestani, Curitiba, PR

– Pra se Manter São, 18`30“, 2020, direção: Renato Caetano, São Paulo, SP

– República das Saúvas, 14’56”, 202, direção: Piero Sbragia, São Paulo, SP 

REGIONAL BAIXADA SANTISTA (OS FILMES PERMANECEM NA PLATAFORMA DURANTE TODO O FESTIVAL, DE 0H01 DE 23/06 ÀS 12H DE 29/06)

– Corrente Séria, 9`11“, 2019, direção: Tales Ordakji e Cibele Gonçalves, comédia, Santos, SP

– Da Linha Pra Cá, 14`19“, 2020, direção: Glauber Gonçalves e Slim 2N, documentário, Santos, SP 

Doc de Domingo – Danilo Rodrigues, 09`26“, 2020, direção: Eduardo Ferreira e Gaspar Lourenço, documentário, Santos, SP      

– Imagens De Um Sonho, 20’00”, 2019, direção: Leandro Olimpio, documentário, São Vicente, SP        

– Llucmajor, 13’53”, 2019, direção: Bruno Landin, ficção-drama, São Vicente, SP

– Madrugada, 07`02“, 2021, direção: Eduardo Tomas, Praia Grande, SP      

– Pouca Farinha Muito Mar, 27´24´´, 2021, ficção, Santos, SP     

– Shio (Maré), 14’49”, 2019, direção: Bruno Landin, documentário, São Vicente, SP

– Sua Geração `Pela Minha, 16`19“, 2021, direção: Isabella Graça, comédia romântica, Praia Grande, SP    

MOSTRA HUMANIDADES – CURTA-METRAGEM (OS FILMES PERMANECEM NA PLATAFORMA DURANTE TODO O FESTIVAL, DE 0H01 DE 23/06 ÀS 12H DE 29/06)

– A Pelotas Caridosa – Poemas Lidos de Lobo da Costa, 26`46“, 2020, direção: Luís Fabiano Soares Gonçalves, ficção, Pelotas, RS   

– Carta ao Magrão, 11″, 2021, direção: Pedro Asbeg, documentário, Rio de Janeiro, RJ

– Entreposto, 18’26”, 2019, direção: Gabriel Vilela e Lucas Xavier, documentário, Goiânia, GO

– Gaz, 30′ 00″, 2020, direção: Helen Lopes, documentário, Almas, TO

– Justiça e Igualdade, 11`, 2021, direção: Felipe Nepomuceno, documentário, Petrópolis, RJ

– Licença Poética, 12’25”, 2019, direção: Ilaine Melo, documentário, Benedito Novo, SC

– Megg – A Margem que Migra Para o Centro, 15`, 2018, direção: Larissa Nepomuceno, Eduardo Sanches, documentário, Curitiba, PR

– Rosas do Asfalto, 19′ 49″, 2020, direção: Daiane Cortes, documentário, Brasília, DF

– Utopia, 15’16”, 2021, direção: Rayane Penha, documentário, Macapá, AP

– Veio de Resistência, 26’12”, 2019, direção: Elinaldo Rodrigues, documentário, Aracati, CE

– Vozes da Rua, 4′, 2019, direção: Márcio Coutinho, documentário, Rio de Janeiro, RJ        

MOSTRA HUMANIDADES – LONGA-METRAGEM (OS FILMES PERMANECEM NA PLATAFORMA DURANTE TODO O FESTIVAL, DE 0H01 DE 23/06 ÀS 12H DE 29/06)

– A senhora que morreu no trailer, 98`47“, 2020, direção: Alberto Camarero e Alberto de Oliveira, documentário, São Paulo, SP

– A Terra Negra dos Kawa, 99`, 2019, direção: Sérgio Andrade, ficção, Manaus, AM   

– Camadas das águas invisíveis, 65`, 2020, direção: Antonio Augusto Teixeira, documentário, Teresina, PI

– Delírios – Filosofia e reflexão no túnel da morte, 71’48, 2021, direção: Marcelo Monteiro, documentário, Gravataí        , RS

– Doidos de Pedra – O paraíso ameaçado, 105`, 2019, direção: Luiz Eduardo Ozório, documentário, Rio de Janeiro, RJ  

– Flávio Dornelles – Palcos de Minha Vida, 118`25“, 2018, direção: Luís Fabiano Gonçalves, documentário, Pelotas, RS

– Madrigal para um Poeta Vivo, 75′, 201, direção: Adriana Barbosa e Bruno Mello Castanho, documentário, São Paulo    , SP

– Meio Irmão, 97’48”, 2020, direção: Eliane Coster, São Paulo, SP        

– Nada que eu queria dizer, 63’36”, 2020, direção: Sergio Gag, documentário, São Paulo, SP  

– Nas Asas da Pan Am, 110`, 2020, direção: Silvio Tendler, documentário, Rio de Janeiro, RJ

– Pureza, 101”, 2019, direção: Renato Barbieri, Brasília, DF

– Serráqueos, 84`, 2021, direção: Rodrigo Campos, documentário, Mogi das Cruzes, SP        

– Vidas Barradas, 79” 43″  , 2019, direção: Cid Faria, documentário, Brasília, DF 

CURTA-METRAGEM ESTRANGEIRO (OS FILMES PERMANECEM NA PLATAFORMA DURANTE TODO O FESTIVAL, DE 0H01 DE 23/06 ÀS 12H DE 29/06) 

– Bedecked Embelezado, 6’45”, 2020, direção: Roderick Steel, documentário (experimental), São Paulo, SP

– Contraços, 10`17“, 2020, direção: Ralph Campos e Renan Collier, suspense, Rio de Janeiro, Brasil e Portugal

– Janelas pelo Mundo – AM to PM, título original: Windows to the World – AM to PM, 16`10”, 2020, direção: Bia Oliveira, comédia – dramática, Rio de Janeiro, Brasil e EUA     

– Pisando No Vazio, título original: Pisahueco, 18`, 2018, direção: Sergio Fernández Muñoz, drama, Lima, Perú

LONGA-METRAGEM ESTRANGEIRO (SESSÕES COM DIAS E HORÁRIOS AGENDADOS

– O Teatro e a Peste de Antonin Artaud, título original: Antonin Artaud’s The Theatre and the Plague, 62’03”, 2020, direção: Wolfgang Pannek, filme poético experimental, São Lourenço da Serra, SP – Exibição: 27/06 às 17h, Reprise: 28/06 às 13h

– Era uma vez um povoado. – A história de Caimanes, título original: Había una vez un pueblo. – La historia de Caimanes, 76’28”, 2021, direção: Matías Palma, documentário Sócio Ambiental, Niterói, RJ – Exibição: 27/06 às 21h, Reprise: 28/06 às 17h 

LONGAS-METRAGENS NACIONAL (SESSÕES COM DIAS E HORÁRIOS AGENDADOS

– Chico Mario – A Melodia da liberdade, 139`, 2020, direção: Silvio Tendler, Rio de Janeiro, RJ – Exibição: 23/06 às 19h, Reprise: 24/06 às 15h

– dElas, 68’21”,  2021, direção: Carolina Capelli, São José do Rio Preto, SP- Exibição: 23/06 às 121h, Reprise: 24/06 às 17h        

– Extermínio, 72`17“, 2021, direção: Mirela Kruel, Cachoeira do Sul, RG – Exibição: 24/06 às 19h Reprise: 25/06 às 15h  

– Lula Lá: De Fora Pra Dentro, 141’45”, 2021, direção: Mariana Vitarelli Alessi, Rio de Janeiro, RJ      – Exibição: 24/06 às 21h, Reprise: 25/06 às 17h

– Muribeca, 78′, 2020, direção: Alcione Ferreira & Camilo Soares, Recife, PE         – Exibição: 25/06 às 19h, Reprise: 26/06 às 15h

– O Artista e a Força do Pensamento, 90`, 2021, direção: Elder Fraga, São Paulo, SP – Exibição: 25/06 às 21h, Reprise: 26/06 às 17h

– O Sonho do Inútil, 72`, 2021, direção: José Marques de Carvalho Jr, Rio de Janeiro, RJ         – Exibição: 26/06 às 19h Reprise: 27/06 às 15h

– Oxente, Bixiga!, 77`7“, 2021, direção: Daniel Fagundes e Fernanda Vargas, São Paulo, SP – Exibição: 26/06 às 21h, Reprise: 27/06 às 17h

– Projeto Herdeiro de Baden Powel, 68`59“, 2021, direção: Fábio José Pimentel, Santo Antônio de Pádua, RJ- Exibição: 28/06 às 19h Reprise: 29/06 às 15h

– Vira-Latas, 73`, 202, direção: Daniel Torres e James Salinas, São Paulo, SP – Exibição: 28/06 às 21h Reprise: 29/06 às 17h           

RETROSPECTIVA ANDREA PASQUINI (OS FILMES PERMANECEM NA PLATAFORMA DURANTE TODO O FESTIVAL, DE 0H01 DE 23/06 ÀS 12H DE 29/06)

– A História Real, 15`, 2001, ficção

– Fiel, 90`, 2009, documentário

– Homem Centenário, 15`, 2010, documentário

– Os Melhores Anos de Nossas Vidas, 65`, 2013, documentário

– Sempre no Meu Coração, 52`, 2006, documentário 

RETROSPECTIVA RODRIGO ARAGÃO (OS FILMES PERMANECEM NA PLATAFORMA DURANTE TODO O FESTIVAL, DE 0H01 DE 23/06 ÀS 12H DE 29/06)

– A Mata Negra, 98`, 2018, terror

– A Noite do Chupacabras, 95`, 2011, terror-ficção

– As Fábulas Negras, 105`, 2014, terror

– Mangue Negro, 105`, 2010, terror

– Mar Negro, 105`, 2013, terror

– O Cemitério das Almas Perdidas, 100`, 2020, terror 

ANIMAÇÃO – NOVOS OLHARES” (OS FILMES PERMANECEM NA PLATAFORMA DURANTE TODO O FESTIVAL, DE 0H0H1 DE 23/06 ÀS 12H DE 29/06)

– A Cidade Imortal, 2’18”, 2019, direção: Marco Túlio Rodrigues e Alunos do curso de Formação em Leitura e Animação do Projeto – Ilha da Imaginação – edição 2019, São Simão, GO

– Dia do Manguezal, 8’31”, direção: Crianças dos Grupos 6A e 6B do CMEI Jacyntha Simões, Vitória, ES

Mata, 1`30“, 2020, direção: Ian Campos, Rio de Janeiro, RJ

– Pig Brothers, 2’33”, 2019, direção: Julio Quinan e Alunos do curso de Formação em Leitura e Animação do Projeto Ilha da Imaginação – edição 2019, São Simão, GO

– Renascida das Águas, 2’49”, 2019, direção: Julio Quinan e Alunos do curso de Formação em Leitura e Animação do Projeto Ilha da Imaginação – edição 2019, São Simão, GO

– Star Pigs, 2’50”, 2019, direção: Marco Túlio Rodrigues e Alunos do curso de Formação em Leitura e Animação do Projeto Ilha da Imaginação – edição 2019, São Simão, GO

– Vento Viajante, 6’10”, 2020, direção: Alunos da rede pública municipal de ensino fundamental de Icapuí/CE, Vitoria, ES

“Filmes feitos por alunos de oficinas e escolas. 

SESSÕES ESPECIAIS

– Pré-estreia: Linha de Frente Brasil, 2021, documentário, de Elder Fraga – Exibição: 23/06 às 20h45, em nossa plataforma online e presencial no Cine Roxy (Av. Ana Costa, 443, Gonzaga)  

– Especial: Vou Nadar Até Você, 107`, 2019, direção: Klaus Mitteldorf, ficção, 20h, em nossa plataforma          

– Lançamento: Zoantropia, 14`37“, 2021, direção: Wladimyr Cruz, ficção – (OS FILMES PERMANECEM NA PLATAFORMA DURANTE TODO O FESTIVAL, DE 0H0H1 DE 23/06 ÀS 12H DE 29/06)

– Sessão especial Entre Nós e o Mundo, 17′, 2019, de Fabio Rodrigo, Itaquaquecetuba, SP.

– Resgate histórico: A Moreninha, 96`, 1970, ficção (OS FILMES PERMANECEM NA PLATAFORMA DURANTE TODO O FESTIVAL, DE 0H0H1 DE 23/06 ÀS 12H DE 29/06)

com informações de assessoria

‘Harry Potter e a Pedra Filosofal’ ganha nova exibição nos cinemas de Manaus

Depois de 21 anos do lançamento, "Harry Potter e a Pedra Filosofal" retornou aos cinemas brasileiros para exibições especiais no dia 21 de novembro. O sucesso foi absoluto: em apenas um dia, a produção dirigida por Chris Columbus alcançou a segunda posição do TOP 10...

‘Matrix’ retorna aos cinemas de Manaus para semana especial de exibições

Oportunidade rara nos cinemas de Manaus a partir da próxima quinta-feira, dia 9 de dezembro: "Matrix" será reexibido para fazer o esquenta da chegada do novo filme da franquia. O clássico de 1999 das irmãs Wachowski ganhador de 4 Oscars será exibido nos seguintes...

‘Homem-Aranha: Sem Volta para Casa’ em Manaus: todos os horários e locais de exibição

O grande momento chegou para os fãs da Marvel: os cinemas brasileiros iniciaram as vendas de ingressos para o aguardado "Homem-Aranha: Sem Volta para Casa" nesta segunda-feira, dia 29 de novembro. As primeiras sessões acontecem na noite de quarta-feira, 15 de...

‘Jamary’ será o representante do Amazonas no Festival do Rio 2021

Mais um grande evento do cinema brasileiro terá presença da produção amazonense em 2021: "Jamary" está selecionado na mostra competitiva de curtas-metragens brasileiros da Première Brasil no Festival do Rio. A edição presencial será realizada na Cidade Maravilhosa...

Curta amazonense ‘A Benzedeira’ vence três prêmios no Festival Cine Alter 2021

Nova conquista do cinema amazonense em festivais brasileiros: agora, é a vez de "A Benzedeira" ser consagrado no Cine Alter 2021. Realizado entre os dias 18 e 23 de novembro na cidade de Alter do Chão, no interior do Pará, o evento premiou o curta de Wallace Abreu com...

‘Manaus Hot City’ faz história e conquista o Mix Brasil 2021 de curta nacional

Maior festival LGBTQIA+ da América Latina, o Mix Brasil 2021 teve um final feliz para o cinema amazonense: "Manaus Hot City" levou o Coelho de Ouro – Prêmio do Júri da Mostra Competitiva Brasil de curtas-metragens. A cerimônia aconteceu na noite de domingo (21) no...

Cinema de Manaus exibe a versão estendida de “A Sociedade do Anel”

Em 2001 o primeiro filme da saga “O Senhor dos Anéis” chegou aos cinemas como uma das maiores realizações cinematográficas da década. Aclamado por público e crítica, “A Sociedade do Anel” – longa inspirado na saga literária criada por J. R. R. Tolkien – entregou aos...

“Harry Potter e a Pedra Filosofal” retorna aos cinemas de Manaus após 21 anos

O retorno do bruxinho mais famoso da história do cinema já tem data para marcada para acontecer: "Harry Potter e a Pedra Filosofal", primeiro longa da milionária franquia criada por J. K. Rowling, volta às telonas para sessões especiais no próximo dia 21 de novembro....

Curta sobre artistas da Amazônia será exibido em festival para quase 200 países

As histórias de 10 artistas da Amazônia ganhará o mundo através da seleção do documentário “AjuriArtes - amazônidas fazedores” para a 2ª Mostra Internacional Audiovisual [Em] Curtas. O evento será realizado entre os dias 20 e 26 de novembro com alcance para quase 200...

Matapi traz inédito laboratório internacional de narrativas artísticas para Manaus

Focado no protagonismo e nas vozes indígenas que habitam a região amazônica, será realizado pela primeira vez na América Latina o “Climate Story Lab Amazônia”, evento dedicado à construção de narrativas artísticas para pulverizar informações sobre a urgência de se...