O cinema amazonense segue circulando bastante em 2021: agora, é a vez de “A Terra Negra dos Kawá”, terceiro longa-metragem dirigido por Sérgio Andrade, representar o Estado na sexta edição do Santos Film Fest. A produção estará dentro da Mostra Humanidades do evento previsto para ocorrer entre os dias 22 e 29 de junho com programação predominantemente online e totalmente gratuita.

“A Terra Negra dos Kawa” se passa na região rural do Amazonas, próxima a Manaus, os anciãos Uçana e Turyná são os principais responsáveis pelo comando das principais terras locais. Pertencentes à etnia Kawa, eles tornam-se motivo de interesse para cientistas escavadores que descobrem grandes poderes energéticos e sensoriais naquelas que são chamadas de “terras pretas”. O elenco conta com Mariana Lima, Felipe Rocha e Marat Descartes. 

Além do Santos Film Festival, o longa-metragem participou do tradicional Festival de Salermo, na Itália, concorreu em nove categorias do 15º Encontro Nacional de Cinema e Vídeo dos Sertões. “A Terra Negra dos Kawa” estreou na Mostra Internacional de Cinema de São Paulo em 2018 e foi exibido no Olhar do Norte 2019.

O Santos Film Fest

O maior festival de cinema do litoral paulista terá como tema “Superação: a arte ultrapassando limites sociais, físicos, mentais, geográficos e pandêmicos”. Foram inscritas, em cerca de três semanas mais de 600 produções do Brasil e do exterior, entre curtas e longas-metragens, dos mais variados gêneros cinematográficos.

A diversidade do conteúdo possibilitou que o festival realize, pela primeira vez, mostras competitivas divididas entre ficção, documentário e animação. Também, nas categorias de ficção de curta-metragem, o festival passará a premiar melhores ator e atriz e, em todas, categorias de direção e roteiro. O voto popular inclui prêmio de melhor filme. Os premiados receberão o Prêmio Toninho Campos (nome em homenagem ao proprietário do Cine Roxy, cinema de rua desde 1934 e fundamental no desenvolvimento da produção cinematográfica santista).

São 88 filmes ao todo, entre curtas e longas, nacionais e estrangeiras. Também há uma mostra especial de curtas de animação feitos em escolas e oficinas.

O júri é formado pela atriz Tamiryz O’hanna, pelas cineastas Julia Katharine, Angelz Zoé e Andrea Pasquini e pelos professores Rogério Ferraraz, Jamer Guterres de Mello, Alexandre Valença Alves Barbosa e Marcia Okida.

PROGRAMAÇÃO DE FILMES:

 CURTA DE ANIMAÇÃO NACIONAL (OS FILMES PERMANECEM NA PLATAFORMA DURANTE TODO O FESTIVAL, DE 0H01 DE 23/06 ÀS 12H DE 29/06)

– Eternidade, 2`43`, 2021, direção: Lara Mendes Salsa, Recife, PE      

– Livre-se, 03’27”, 2020, direção: Matheus Lopes e Vinícius de Lima, São Paulo, SP   

– Minha Primeira Memória, 08`21“, 2020, direção: Lara Mendes Salsa, Recife, PE   

– O Celaticomus, 17’04”, 2020, direção: Marcelo Tannure, Nova Lima – MG  

– O Mundo de Clara, 7`, 2019, direção: Ayodê França, Recife, PE        

– Peixinho, 5’12’, 2021, Direção: Edson Germinio, Belo Horizonte, MG  

– Rasga Mortalha, 14`, 2019, direção: Thiago Martins de Melo, Niterói, RJ 

CURTA-METRAGEM DE FICÇÃO NACIONAL (OS FILMES PERMANECEM NA PLATAFORMA DURANTE TODO O FESTIVAL, DE 0H01 DE 23/06 ÀS 12H DE 29/06)

– Bago Sujo, 15`, 2021, direção: Giordanna Forte, Porto Alegre, RS      

– Descontrole, 14’30”, 2021, direção: Guilherme G. Pacheco, Porto Alegre, RS  

– Duda, 12’06”, 2021, direção: Carol Lobo, Taubaté, SP       

– E Agora Você, 14’14”, 2020, direção: Edson Lemos Akatoy, João Pessoa, PB   

– Esta é a República Aristocrática, 12”, 2021, direção: Marcelo Mendes, Brasília, DF

– Nada Além de Mim, 11`06“, 2021, direção: Thiago Lopes, São Paulo, SP           

CURTA-METRAGEM DE DOCUMENTÁRIO NACIONAL (OS FILMES PERMANECEM NA PLATAFORMA DURANTE TODO O FESTIVAL, DE 0H01 DE 23/06 ÀS 12H DE 29/06)

– Cartas para Cecília, 30″, 2021, direção: Denise Szabo, São Caetano do Sul, SP

– O Gaiteiro que Desceu da Caravela, 14`55“, 2021, direção: Juan Quintáns, Porto Alegre, RS

– Por Favor, Socorro, 19’22’’, 2021, direção: Sinval de Abranches, Juiz de Fora, MG

– Posso Fazê Nada!, 20′, 2021, direção: Welyton Crestani, Curitiba, PR

– Pra se Manter São, 18`30“, 2020, direção: Renato Caetano, São Paulo, SP

– República das Saúvas, 14’56”, 202, direção: Piero Sbragia, São Paulo, SP 

REGIONAL BAIXADA SANTISTA (OS FILMES PERMANECEM NA PLATAFORMA DURANTE TODO O FESTIVAL, DE 0H01 DE 23/06 ÀS 12H DE 29/06)

– Corrente Séria, 9`11“, 2019, direção: Tales Ordakji e Cibele Gonçalves, comédia, Santos, SP

– Da Linha Pra Cá, 14`19“, 2020, direção: Glauber Gonçalves e Slim 2N, documentário, Santos, SP 

Doc de Domingo – Danilo Rodrigues, 09`26“, 2020, direção: Eduardo Ferreira e Gaspar Lourenço, documentário, Santos, SP      

– Imagens De Um Sonho, 20’00”, 2019, direção: Leandro Olimpio, documentário, São Vicente, SP        

– Llucmajor, 13’53”, 2019, direção: Bruno Landin, ficção-drama, São Vicente, SP

– Madrugada, 07`02“, 2021, direção: Eduardo Tomas, Praia Grande, SP      

– Pouca Farinha Muito Mar, 27´24´´, 2021, ficção, Santos, SP     

– Shio (Maré), 14’49”, 2019, direção: Bruno Landin, documentário, São Vicente, SP

– Sua Geração `Pela Minha, 16`19“, 2021, direção: Isabella Graça, comédia romântica, Praia Grande, SP    

MOSTRA HUMANIDADES – CURTA-METRAGEM (OS FILMES PERMANECEM NA PLATAFORMA DURANTE TODO O FESTIVAL, DE 0H01 DE 23/06 ÀS 12H DE 29/06)

– A Pelotas Caridosa – Poemas Lidos de Lobo da Costa, 26`46“, 2020, direção: Luís Fabiano Soares Gonçalves, ficção, Pelotas, RS   

– Carta ao Magrão, 11″, 2021, direção: Pedro Asbeg, documentário, Rio de Janeiro, RJ

– Entreposto, 18’26”, 2019, direção: Gabriel Vilela e Lucas Xavier, documentário, Goiânia, GO

– Gaz, 30′ 00″, 2020, direção: Helen Lopes, documentário, Almas, TO

– Justiça e Igualdade, 11`, 2021, direção: Felipe Nepomuceno, documentário, Petrópolis, RJ

– Licença Poética, 12’25”, 2019, direção: Ilaine Melo, documentário, Benedito Novo, SC

– Megg – A Margem que Migra Para o Centro, 15`, 2018, direção: Larissa Nepomuceno, Eduardo Sanches, documentário, Curitiba, PR

– Rosas do Asfalto, 19′ 49″, 2020, direção: Daiane Cortes, documentário, Brasília, DF

– Utopia, 15’16”, 2021, direção: Rayane Penha, documentário, Macapá, AP

– Veio de Resistência, 26’12”, 2019, direção: Elinaldo Rodrigues, documentário, Aracati, CE

– Vozes da Rua, 4′, 2019, direção: Márcio Coutinho, documentário, Rio de Janeiro, RJ        

MOSTRA HUMANIDADES – LONGA-METRAGEM (OS FILMES PERMANECEM NA PLATAFORMA DURANTE TODO O FESTIVAL, DE 0H01 DE 23/06 ÀS 12H DE 29/06)

– A senhora que morreu no trailer, 98`47“, 2020, direção: Alberto Camarero e Alberto de Oliveira, documentário, São Paulo, SP

– A Terra Negra dos Kawa, 99`, 2019, direção: Sérgio Andrade, ficção, Manaus, AM   

– Camadas das águas invisíveis, 65`, 2020, direção: Antonio Augusto Teixeira, documentário, Teresina, PI

– Delírios – Filosofia e reflexão no túnel da morte, 71’48, 2021, direção: Marcelo Monteiro, documentário, Gravataí        , RS

– Doidos de Pedra – O paraíso ameaçado, 105`, 2019, direção: Luiz Eduardo Ozório, documentário, Rio de Janeiro, RJ  

– Flávio Dornelles – Palcos de Minha Vida, 118`25“, 2018, direção: Luís Fabiano Gonçalves, documentário, Pelotas, RS

– Madrigal para um Poeta Vivo, 75′, 201, direção: Adriana Barbosa e Bruno Mello Castanho, documentário, São Paulo    , SP

– Meio Irmão, 97’48”, 2020, direção: Eliane Coster, São Paulo, SP        

– Nada que eu queria dizer, 63’36”, 2020, direção: Sergio Gag, documentário, São Paulo, SP  

– Nas Asas da Pan Am, 110`, 2020, direção: Silvio Tendler, documentário, Rio de Janeiro, RJ

– Pureza, 101”, 2019, direção: Renato Barbieri, Brasília, DF

– Serráqueos, 84`, 2021, direção: Rodrigo Campos, documentário, Mogi das Cruzes, SP        

– Vidas Barradas, 79” 43″  , 2019, direção: Cid Faria, documentário, Brasília, DF 

CURTA-METRAGEM ESTRANGEIRO (OS FILMES PERMANECEM NA PLATAFORMA DURANTE TODO O FESTIVAL, DE 0H01 DE 23/06 ÀS 12H DE 29/06) 

– Bedecked Embelezado, 6’45”, 2020, direção: Roderick Steel, documentário (experimental), São Paulo, SP

– Contraços, 10`17“, 2020, direção: Ralph Campos e Renan Collier, suspense, Rio de Janeiro, Brasil e Portugal

– Janelas pelo Mundo – AM to PM, título original: Windows to the World – AM to PM, 16`10”, 2020, direção: Bia Oliveira, comédia – dramática, Rio de Janeiro, Brasil e EUA     

– Pisando No Vazio, título original: Pisahueco, 18`, 2018, direção: Sergio Fernández Muñoz, drama, Lima, Perú

LONGA-METRAGEM ESTRANGEIRO (SESSÕES COM DIAS E HORÁRIOS AGENDADOS

– O Teatro e a Peste de Antonin Artaud, título original: Antonin Artaud’s The Theatre and the Plague, 62’03”, 2020, direção: Wolfgang Pannek, filme poético experimental, São Lourenço da Serra, SP – Exibição: 27/06 às 17h, Reprise: 28/06 às 13h

– Era uma vez um povoado. – A história de Caimanes, título original: Había una vez un pueblo. – La historia de Caimanes, 76’28”, 2021, direção: Matías Palma, documentário Sócio Ambiental, Niterói, RJ – Exibição: 27/06 às 21h, Reprise: 28/06 às 17h 

LONGAS-METRAGENS NACIONAL (SESSÕES COM DIAS E HORÁRIOS AGENDADOS

– Chico Mario – A Melodia da liberdade, 139`, 2020, direção: Silvio Tendler, Rio de Janeiro, RJ – Exibição: 23/06 às 19h, Reprise: 24/06 às 15h

– dElas, 68’21”,  2021, direção: Carolina Capelli, São José do Rio Preto, SP- Exibição: 23/06 às 121h, Reprise: 24/06 às 17h        

– Extermínio, 72`17“, 2021, direção: Mirela Kruel, Cachoeira do Sul, RG – Exibição: 24/06 às 19h Reprise: 25/06 às 15h  

– Lula Lá: De Fora Pra Dentro, 141’45”, 2021, direção: Mariana Vitarelli Alessi, Rio de Janeiro, RJ      – Exibição: 24/06 às 21h, Reprise: 25/06 às 17h

– Muribeca, 78′, 2020, direção: Alcione Ferreira & Camilo Soares, Recife, PE         – Exibição: 25/06 às 19h, Reprise: 26/06 às 15h

– O Artista e a Força do Pensamento, 90`, 2021, direção: Elder Fraga, São Paulo, SP – Exibição: 25/06 às 21h, Reprise: 26/06 às 17h

– O Sonho do Inútil, 72`, 2021, direção: José Marques de Carvalho Jr, Rio de Janeiro, RJ         – Exibição: 26/06 às 19h Reprise: 27/06 às 15h

– Oxente, Bixiga!, 77`7“, 2021, direção: Daniel Fagundes e Fernanda Vargas, São Paulo, SP – Exibição: 26/06 às 21h, Reprise: 27/06 às 17h

– Projeto Herdeiro de Baden Powel, 68`59“, 2021, direção: Fábio José Pimentel, Santo Antônio de Pádua, RJ- Exibição: 28/06 às 19h Reprise: 29/06 às 15h

– Vira-Latas, 73`, 202, direção: Daniel Torres e James Salinas, São Paulo, SP – Exibição: 28/06 às 21h Reprise: 29/06 às 17h           

RETROSPECTIVA ANDREA PASQUINI (OS FILMES PERMANECEM NA PLATAFORMA DURANTE TODO O FESTIVAL, DE 0H01 DE 23/06 ÀS 12H DE 29/06)

– A História Real, 15`, 2001, ficção

– Fiel, 90`, 2009, documentário

– Homem Centenário, 15`, 2010, documentário

– Os Melhores Anos de Nossas Vidas, 65`, 2013, documentário

– Sempre no Meu Coração, 52`, 2006, documentário 

RETROSPECTIVA RODRIGO ARAGÃO (OS FILMES PERMANECEM NA PLATAFORMA DURANTE TODO O FESTIVAL, DE 0H01 DE 23/06 ÀS 12H DE 29/06)

– A Mata Negra, 98`, 2018, terror

– A Noite do Chupacabras, 95`, 2011, terror-ficção

– As Fábulas Negras, 105`, 2014, terror

– Mangue Negro, 105`, 2010, terror

– Mar Negro, 105`, 2013, terror

– O Cemitério das Almas Perdidas, 100`, 2020, terror 

ANIMAÇÃO – NOVOS OLHARES” (OS FILMES PERMANECEM NA PLATAFORMA DURANTE TODO O FESTIVAL, DE 0H0H1 DE 23/06 ÀS 12H DE 29/06)

– A Cidade Imortal, 2’18”, 2019, direção: Marco Túlio Rodrigues e Alunos do curso de Formação em Leitura e Animação do Projeto – Ilha da Imaginação – edição 2019, São Simão, GO

– Dia do Manguezal, 8’31”, direção: Crianças dos Grupos 6A e 6B do CMEI Jacyntha Simões, Vitória, ES

Mata, 1`30“, 2020, direção: Ian Campos, Rio de Janeiro, RJ

– Pig Brothers, 2’33”, 2019, direção: Julio Quinan e Alunos do curso de Formação em Leitura e Animação do Projeto Ilha da Imaginação – edição 2019, São Simão, GO

– Renascida das Águas, 2’49”, 2019, direção: Julio Quinan e Alunos do curso de Formação em Leitura e Animação do Projeto Ilha da Imaginação – edição 2019, São Simão, GO

– Star Pigs, 2’50”, 2019, direção: Marco Túlio Rodrigues e Alunos do curso de Formação em Leitura e Animação do Projeto Ilha da Imaginação – edição 2019, São Simão, GO

– Vento Viajante, 6’10”, 2020, direção: Alunos da rede pública municipal de ensino fundamental de Icapuí/CE, Vitoria, ES

“Filmes feitos por alunos de oficinas e escolas. 

SESSÕES ESPECIAIS

– Pré-estreia: Linha de Frente Brasil, 2021, documentário, de Elder Fraga – Exibição: 23/06 às 20h45, em nossa plataforma online e presencial no Cine Roxy (Av. Ana Costa, 443, Gonzaga)  

– Especial: Vou Nadar Até Você, 107`, 2019, direção: Klaus Mitteldorf, ficção, 20h, em nossa plataforma          

– Lançamento: Zoantropia, 14`37“, 2021, direção: Wladimyr Cruz, ficção – (OS FILMES PERMANECEM NA PLATAFORMA DURANTE TODO O FESTIVAL, DE 0H0H1 DE 23/06 ÀS 12H DE 29/06)

– Sessão especial Entre Nós e o Mundo, 17′, 2019, de Fabio Rodrigo, Itaquaquecetuba, SP.

– Resgate histórico: A Moreninha, 96`, 1970, ficção (OS FILMES PERMANECEM NA PLATAFORMA DURANTE TODO O FESTIVAL, DE 0H0H1 DE 23/06 ÀS 12H DE 29/06)

com informações de assessoria

‘Manaus Hot City’ está disponível no Porta Curtas no 1º turno do GP do Cinema Brasileiro

O primeiro turno do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro na categoria de Melhor Curta-Metragem está em andamento e todos os filmes selecionadas estão disponíveis no site do Porta Curtas. São 49 filmes entre ficções, animações e documentários de todas as regiões do país...

Rodado em Manaus e selecionável para o Oscar, ‘Seiva Bruta’ será exibido no Kinoforum

"Seiva Bruta", de Gustavo Milan, foi selecionado para o 32º curta Kinoforum (Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo), que acontece de 19 a 29 de agosto. O filme integra a mostra Competição Brasileira. Reconhecida por "Pelo Malo", a atriz venezuelana...

Cinco grandes produções de séries e filmes que todo amante de cassino deveria assistir

Seja através de uma ótima série ou de um excelente filme, para os apreciadores dos jogos de cassino é uma experiência pra lá de empolgante ver que seus personagens favoritos também se constituem em fãs das grandes jogadas. No mundo do cinema e no vasto universo das...

Documentário registra a luta de cacique pela educação indígena em Manaus

A luta do cacique Tukano Justino Pena para manter as tradições e cultura indígena em Manaus a partir da criação do Centro Municipal de Educação Escolar Indígena ‘Bayaroá’ é o tema do novo documentário dirigido por Cleinaldo Marinho ("Dabacuri do Teatro Amazonense")....

Wes Anderson inicia em setembro gravações de novo filme com Tilda Swinton

Prestes a lançar "A Crônica Francesa" no Festival de Cannes 2021, Wes Anderson anunciou que começa a rodar o novo filme da carreira em setembro na Espanha. Como esperado, o diretor terá a companhia de Tilda Swinton no elenco: junta, a dupla já fez "Moonrise Kingdom",...

Alejandro González Iñarritu prepara filme sobre batalha histórica da guerra EUA x México

Duas vezes ganhador do Oscar de Melhor Direção por "Birdman" e "O Regresso", Alejandro González Iñarritu pega o mesmo caminho trilhado pelo conterrâneo Alfonso Cuáron ("Roma") e volta ao México no próximo trabalho da carreira. Desde março, o cineasta grava no país...

Wagner Moura e Robert Pattinson são os novos membros da Academia

Entidade organizadora do Oscar, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas anunciou a adesão de mais 395 membros nesta quinta-feira (1). O Brasil ganhou mais seis novos membros: o ator Wagner Moura ("Tropa de Elite" e "Narcos"), os produtores Andrea Barata...

Mudanças no Globo de Ouro beneficiam animações e filmes internacionais

A Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood anunciou na quarta-feira (30) mudanças em suas regras de elegibilidade do Globo de Ouro. Com isso, filmes em língua estrangeira poderão ser indicados nas categorias principais, de melhor drama e de melhor comédia ou...

James Franco fecha acordo judicial de R$ 11 milhões em caso de exploração sexual

O ator James Franco ("Artista do Desastre") concordou em pagar mais de US$ 2,2 milhões (cerca de R$ 11 milhões) em um acordo para dar fim a uma ação coletiva no qual é acusado de exploração sexual, de acordo com o site da revista "Hollywood Reporter". Para ser...

Walter Salles fará adaptação de ‘Ainda Estou Aqui’, livro de Marcelo Rubens Paiva

Diretor de clássicos como "Central do Brasil" e "Terra Estrangeira", Walter Salles anunciou o novo filme da carreira: a adaptação de "Ainda Estou Aqui", best-seller escrito por Marcelo Rubens Paiva. A produção terá como protagonista Mariana Lima ("A Terra Negra dos...