A indústria do entretenimento é um das mais valiosas do mundo. Os Estados Unidos ainda estão no topo dessa cadeia sendo sede das empresas mais importantes do segmento, entre elas: Netflix.

Todo o ano, a Netflix divulga um lista com as séries e os filmes mais populares e em 2018, as séries originais mais assistidas foram: “On My Block”, “Making a Murderer”, “13 Reasons Why”, “Last Chance U: INDY”, “Segurança em Jogo”, “Fastest Car”, “A Maldição da Residência Hill”, “Anne with an E: Season 2”, “Insatiable” e “Orange Is the New Black”. Grande parte dessas séries são para público adolescente e dentro do gênero de suspense e assassinatos, mostrando duas tendências.

Já os filmes mais assistidos foram: “A Barraca do Beijo” e Para Todos os Garotos que Já Amei”, os quais foram grandes surpresas por não trazerem atores famosos e teram um enredo adolescente.

Essas produções populares mostram as tendências em comportamentos sobre o que as pessoas estão assitindo e que tipo de produções estão fazendo mais sucesso. Um dos gêneros que foi bastante popular no passado; comédias românticas, perdeu espaço para o gênero de aventura com superheróis e também para os dois citados acima. Abaixo listamos alguns dos filmes e das séries mais bem-sucedidos na história:

Os filmes mais bem-sucedidos na história

  • “O Rei Leão”, tanto o filme de 1994, como o de 2019 são sucessos de bilheteria. A história é um clássico da Disney, o qual foi recriado com uma tecnologia de ponto e grandes nomes da indústria, incluindo Beyoncé como Nala.
  • “Skyfall”, um filme da franquia do James Bond é outro filme de sucesso. Praticamente todos os filmes da franquia contam com um elemento em comum, o poker. O poker é hoje uma das atividades mais praticadas em vários sites, entre eles o poker online 888 os quais vem deixando a experiência de jogar online cada vez mais parecida com a experiência de jogar em um cassino físico. E grande parte da responsabilidade desse hábito cotidiano para muitas pessoas em todo o mundo é devido ao fato dos filmes de James Bond glamorizarem a atividade. Em alguns deles é dentro do cassino, na mesa de poker que a história chega em uma conclusão.
  • “Titanic”, este filme é um clássico dos anos 90 e foi assistido por praticamente todo o mundo. Leonardo Di Caprio e Kate Winslet se tornaram mundialmente famoso, deixando uma das maiores tragédias em naufrágios, imortalizada. A música tema do filme, My Heart Will Go On, também se tornou universal pela voz de Celine Dion. Este é o terceiro filme que mais acumulou lucro em bilheteria.
  • “Vingadores: Ultimato”, o último filme da franquia é atualmente o filme com maior bilheteria na história do cinema, mostrando o quanto o gênero de aventura de super-heróis é popular nos dias de hoje.
  • “Velozes e furiosos 7” ocupa também uma posição de prestígio, mesmo sendo o sétimo filme da franquia, os fãs não estão cansados das corridas e competições com carros velozes e furiosos e estão prontos para ainda mais ação.

As séries mais bem-sucedidas na história 

  • “Sex and the City” é uma série que virou dois filmes e poderia ter tido um terceiro se não fossem desavenças entre as atrizes. A série conta a história de quatro amigas que moram, trabalham e namoram em NYC durante o final dos anos 90 e início dos anos 2000. Esta é uma das séries mais assistidas fazendo sucesso até os dias de hoje.
  • “24 Horas”, poucas séries conseguiram o que ela conseguiu, ser premiada em três grandes prêmios, entre eles: Emmy, Globo de Ouro e Satellite Award de Melhor Série Dramática. Cada episódio mostra 24 horas da vida de um agente contra terrorismo.
  • “Game of Thrones”, a série chegou ao fim no primeiro semestre de 2019 se consagrando como uma das séries mais relevantes da história da humanidade.
  • “The Walking Dead”, mesmo os fãs reclamando que não aguentam mais acompanhar os sobreviventes de um atentado de zumbis, todos continuam assistindo. Desde 2010, há quase 10 anos, a série está no ar.
  • “Seinfield” foi eleita como a “melhor série de todos os tempos” pelo TV Guide dos EUA, já que foi responsável pela criação de um gênero por si só, mostrando a vida cotidiana de forma simples e divertida. Depois dela, várias outras séries de sucesso se basearam: Friends e The Big Bang Theory são os maiores exemplos.

Infelizmente, para as grandes produtoras de conteúdos audiovisuais é uma questão de erros e acertos, já que por mais que possam estudar os comportamentos das pessoas, há diversos outros fatores que podem fazer um filme ou uma série ser um sucesso.

Geralmente, as produções mais bem-sucedidas mexem com as emoções e os sentimentos das pessoas trazendo a tona memórias e lembranças, como também transportando para outras realidades. Hoje em dia, as histórias de mais sucesso criam mundos paralelos nos quais as pessoas apresentam super-poderes para enfrentarem dificuldades e problemas.

CRÍTICA | ‘A Hora da Estrela’: a dor de não saber quem se é

Sempre que penso em “A Hora da Estrela” como produção cinematográfica, mentalizo a sensibilidade ímpar com a qual Suzana Amaral transpôs visualmente esse clássico da literatura brasileira. Não é em vão que o próprio filme tornou-se atemporal dentro da cinematografia...

‘Como Era Verde Meu Vale’: a síntese da nostalgia nos cinemas

Muita gente em determinado momento da vida começa a refletir sobre o passado e a olhar para a época da infância com saudade, como um período em que a vida era melhor e mais simples, em comparação com o presente, pelo menos. Por mais que essa idealização do passado...

‘Laços de Ternura’: um melodrama em tons pastéis

Os sentimentos caminham entre o sutil e o exagerado em Laços de Ternura (1983). Tanto os momentos engraçados quanto os mais dramáticos são sentidos com intensidade no filme de James L. Brooks. Pode até parecer pueril chamar de complexo um melodrama tão acessível, mas...

‘Gêmeos – Mórbida Semelhança’: a doentia necessidade do outro

Há algo de mórbido, estranho, maléfico na relação de Beverly e Elliot (Jeremy Irons), gêmeos idênticos e igualmente geniais no que tange ao corpo humano e à sexualidade. Desde cedo, eles se interessam pelo corpo feminino e suas particularidades. Adultos, tornam-se...

‘Adorável Vagabundo’ (1941): retrato de um mundo em desequilíbrio

Frank Capra já havia patenteado seu cinema humanista quando fez “Adorável Vagabundo”. Boa parte desse esforço na carreira foi empreendido ao lado de Robert Riskin, seu fiel escudeiro nos roteiros; este longa, aliás, foi o último trabalho que fizeram juntos. Mas Riskin...

‘A Última Sessão de Cinema’: vidas secas em uma cidade-fantasma

O ano é 1971 e há um nome quente na cidade: Peter Bogdanovich, o garoto-prodígio de 31 anos que fez o impossível e transformou um drama intimista sobre garotos texanos em um dos maiores hits do ano.  Bogdanovich é daquela geração cinéfila dos anos 1960 que cresceu com...

‘Jeanne Dielman’: sinais de ruptura na repetição

O cotidiano de uma viúva no decorrer de três dias. É partindo desse ponto que Chantal Akerman entrega “Jeanne Dielman”, sua obra-prima, considerado um dos filmes mais disruptivos e únicos da história do cinema. Acompanhamos a rotina repetitiva e ritualística da...

Os 40 Anos de ‘Christiane F., 13 anos, Drogada e Prostituída’

Liberdade, autonomia, diversão e conhecimento sobre si mesmo. Esses parecem ser um dos ingredientes perfeitos na construção de (quase) todos pré-adolescentes/jovens que em determinada época da vida – uma fase bem complicada, diga-se – se vê como um estranho no ninho,...

50 Anos de ‘Cabaret’, um musical que fugiu das regras

Entre a última pá de cal que “Hello, Dolly” representou e os primeiros versos de “Nature Boy” que anunciavam o renascimento do musical com “Moulin Rouge!”, o subgênero viveu décadas curiosas em Hollywood. Se a Era de Ouro ruiu para dar espaço à Nova Hollywood, as...

Os 60 Anos de ‘Barravento’, de Glauber Rocha

“Barravento” é o primeiro longa-metragem do diretor Glauber Rocha, com apenas 23 anos na época. A história acompanha uma comunidade de pescadores que moram no interior da Bahia, ressaltando sua relação com a religião e o trabalho. O protagonista da obra é Firmino...