O documentário “Os Traços Urbanos da Floresta” é a nova atração do cinema amazonense no YouTube. A produção nasceu da conversa entre o fotógrafo e videomaker Homero Lacerda e o graffiteiro Arab, codinome de Rogério Arab, que tem uma trajetória madura e produtiva na ampliação da cena amazonense. A inspiração para o filme nasceu em conversas nos bares do Centro de Manaus, quando constataram que tanto o graffiti como arte e o estilo de vida em volta da Arte de Rua tem pouca ou quase nenhuma documentação.

A produção acompanhou os artistas em suas atividades artísticas pela cidade, indo desde lugares isolados onde a floresta é a inspiração, indo também onde o graffiti mais se consolida: nos muros das favelas.

Cristine Pinagé assina roteiro e produção, o artista Jorge Liu que é um dos entrevistados também assina a assistência de produção. “Basicamente o roteiro foi construído em cima da própria vivência de arte urbana. Procuramos por outros documentários, conversamos com o pessoal do graffiti e gravamos nos cenários em que os artistas mais se sentem representados. Procuramos acrescentar os contextos sociais envolvidos, as suas referências, acho que esse doc é um divisor de águas em Manaus”, relata Cristine.

A ficha técnica priorizou também o envolvimento de profissionais envolvidos com a cultura urbana local, Ítalo Souza, vulgo Moral, foi responsável por toda a parte gráfica do projeto, edição e animação do documentário. 

Presença Feminina e Periférica

Débora Erê, Lore Paes, Gaby, e Zet trouxeram teor representativo para a obra, mostrando as dificuldades, maternidade e machismo dentro dessa cultura que vem se reinventando conforme sua expansão.

Além do graffiti, o documentário também investiga as diversas vertentes dessa arte de rua, como pixo, bomb e stickers.. Foram entrevistados os artistas Paradise, Zet, Arab, Liu, Olhinho, Gnos, Alessandro Hipz, Raiz, Máfia, Nixon e Knort.

Um mural também foi produzido durante as filmagens e contou com a participação de Rosie, Biels e Smith.

No teaser, um dos entrevistados, Raiz Campos, conta como o graffiti consegue também atrair jovens que em outros cenários poderiam ir pra vida do crime ao qual está exposto em sua comunidade. A função social e transformadora dessa arte tão acessível é um dos aspectos mais interessantes da obra.

“É muito mais que pintura ou material, o graffiti é uma questão de atitude, de se expressar publicamente, ele tem essa categoria de democratizar a arte, de trazer a arte pra todo mundo ver”, ressalta Raiz Campos, um dos grandes expoentes da arte na capital amazonense e que também teve seu trabalho documentado na obra.

ASSISTA AO DOCUMENTÁRIO

10 Filmes do Cinema Amazonense Para Ficar de Olho em 2022

Depois de um grande 2021 com muitos prêmios e presenças em importantes festivais nacionais e internacionais, o cinema amazonense chega para o ano novo com expectativas de manter o momento de alta. Muito disso graças aos lançamentos de projetos financiados com recursos...

Retrospectiva Cine Set – O Melhor e Pior do Cinema Amazonense em 2021

Incontáveis vezes durante 2021 escrevi que, em meio a tantas tragédias e notícias ruins, o cinema era uma das poucas coisas que o amazonense poderia se orgulhar neste ano. Afinal, semana após semana, as produções locais participavam de festivais Brasil e mundo afora,...

Retrospectiva 2021 – O Ano do Cine Set

Perco o número de vezes da quantidade de vezes em que já me perguntei o motivo de seguir fazendo o Cine Set durante estes 7,5 anos de existência do site.  Em janeiro de 2021, entretanto, parei.  Como seguir adiante quando a cidade onde nasci e vivo colapsa?...

Galeria de Fotos – Lançamento do Livro ‘Olhar Feminino: O Norte na Direção’

O Cine Set promoveu o lançamento de "'Olhar Feminino: O Norte na Direção" na noite do último sábado (18) no Casarão de Ideias, localizado na Rua Barroso, 279, no Centro de Manaus. Pâmela Eurídice, autora do livro, recebeu familiares e amigos para uma sessão de...

Cine Set lança livro sobre cinema feito por mulheres no Amazonas

Trazendo um registro da produção cinematográfica feminina no Amazonas, o livro “Olhar Feminino: O Norte na Direção” será lançado no dia 18 de dezembro, com uma noite de autógrafos no Casarão de Ideias, localizado na Rua Barroso, no Centro de Manaus, a partir das...

UEA avança no processo de retomada do curso de audiovisual

O Conselho Acadêmico da unidade da Escola Superior de Artes e Turismo (Conaesat) da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) aprovou, nesta semana, o projeto de retomada do curso de audiovisual. Agora, a proposta deve ser sacramentada pelo Conselho Universitário da...

Cine Set promove evento sobre audiovisual produzido por mulheres no Amazonas

A produção audiovisual feita por mulheres no Amazonas será o tema de roda de conversa promovida pelo Cine Set nesta quinta-feira (09). A atividade gratuita acontece a partir das 17h no Casarão de Ideias, localizado na Rua Barroso, 279, no Centro de Manaus. O evento é...

Guia Festival Varilux de Cinema Francês 2021 em Manaus – Segunda Semana

Pelo quinto ano consecutivo, os cinemas de Manaus recebe o Festival Varilux de Cinema Francês previsto para ocorrer entre os dias 25 de novembro a 8 de dezembro. As sessões serão realizadas em dois cinemas da capital amazonense: no Casarão de Ideias, localizado no...

Guia Festival Varilux de Cinema Francês 2021 em Manaus – Primeira Semana

Pelo quinto ano consecutivo, os cinemas de Manaus recebe o Festival Varilux de Cinema Francês previsto para ocorrer entre os dias 25 de novembro a 8 de dezembro. As sessões serão realizadas em dois cinemas da capital amazonense: no Casarão de Ideias, localizado no...

Cine Set e Casarão de Ideias trazem retrospectiva do cinema amazonense em 2021

O cinema amazonense teve um ano histórico em 2021: curtas-metragens do Estado circularam pelos principais eventos brasileiros – festivais de Gramado, Brasília, Cine PE, Mostra de Tiradentes – e chegaram em países como EUA, Canadá, México, Irã, Israel, Turquia. Para...