Preços de ingressos caros, longas distâncias até a sala mais próxima, dificuldade de locomoção graças a precariedade do transporte coletivo. Ir ao cinema para moradores de regiões periféricas traz uma série de barreiras impeditivas, o que pode desestimular muita gente de poder ver o filme que deseja nas telonas. Isso para não falar na ausência completa de atividades formativas relacionados ao audiovisual nestes locais. A Mostra Itinerante de Audiovisual Cine Bodó, idealizado pelo Grupo Picolé da Massa, busca levar o cinema para a periferia de Manaus com foco no tripé formação, exibição e rodas de conversa.

A nova edição terá início no próximo sábado, dia 1º de fevereiro, com um debate sobre “Como produzir audiovisual em tempos de crise?”, no Casarão de Ideias, localizado na Rua Barroso, no Centro de Manaus, a partir das 19h. Com entrada gratuita, a atividade contará com as presenças dos produtores locais Carlos Barbosa (Leão do Norte)Valentina Ricardo (Fita Crepe), Sarah Pimentel (Eparrêi). A mediação fica por conta de Dheik Praia, idealizadora do evento ao lado de Keila Serruya.

ATIVIDADES DE FORMAÇÃO

Após a abertura, o projeto percorrerá comunidades periféricas e indígenas para apresentar e difundir, em dois dias de formação, um pouco mais sobre a história, produção e técnica do cinema. As atividades são gratuitas e as inscrições podem ser feitas por qualquer pessoa com idade entre 14 e 21 anos. Serão ofertadas 20 vagas.

A comunidade da Sharp, localizada na avenida Grande Circular, no bairro Armando Mendes, zona Leste de Manaus, será a primeira a receber as atividades de formação do projeto, que acontecerão nos dias 3 e 4/2, das 9h às 17h.

Já nos dias 6 e 7, das 9h às 17h, será a vez do Centro Cultural Indígena Wakenai Anumatwhit, situado na comunidade Parque das Tribos, no Tarumã, zona Oeste. Nos dias 10 e 11, de 9h às 17h, o Grupo TransformAÇÃO, localizado na rua São Vicente de Paula, no bairro Redenção, zona Centro-Oeste, receberá o curso de formação.

Encerrando o cronograma de formação, nos dias 13 e 14, de 9h às 17h, será a vez do projeto Soul do Monte, no bairro Monte Sinai, na zona Norte.

CINEMA A CÉU ABERTO

Após as atividades de formação, o Cine Bodó exibirá, em quatro datas, uma seleção de filmes com curadoria de Elen Linth. A programação iniciará no dia 8 de fevereiro, na comunidade da Sharp. Já no dia 12, a exibição acontecerá no Parque das Tribos. Em seguida, no dia 15, no Projeto TransformAÇÃO e, encerrando, no dia 18/2, no projeto Soul do Monte.

Para o encerramento do projeto Cine Bodó, que acontecerá no dia 22, em local ainda a ser definido pela organização, será realizada uma roda de conversa com o tema “Outras narrativas do audiovisual. Contando nossa história”, além da exibição de filmes.

com informações de assessoria

Amazonense ‘O Barco e o Rio’ é selecionado para festival na Espanha

Depois de passagens de sucessos por festivais brasileiros, chegou a hora de “O Barco e o Rio” alcançar novos caminhos: a produção amazonense está selecionada para o Festival Internacional de Cinema de Huesca, na Espanha. O curta-metragem de Bernardo Abinader disputa a...

Quatro filmes representam o Amazonas na Mostra Histórias do Brasil Profundo

Fruto das políticas públicas de regionalização do audiovisual brasileiro, o atual momento do cinema amazonense alcançou feitos considerados impossíveis décadas atrás, incluindo, desde o surgimento de eventos locais importantes como o Amazonas Film Festival, Olhar do...

Em Manaus, curso gratuito prepara realizadores para primeiro filme

Formação cultural através do audiovisual. Essa é a proposta do projeto “Nosso Primeiro Filme”, contemplado pela Lei Aldir Blanc, através do Prêmio Feliciano Lana da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa. O curso propõe um panorama dos principais setores...

Curtas de Begê Muniz e Lucas Martins representam o Amazonas no CineFantasy

O cinema amazonense estará representado em dose dupla no 11.º Cinefantasy – Festival Internacional de Cinema Fantástico. Os curtas "À Beira do Gatilho", de Lucas Martins, e "Jamary", de Begê Muniz, serão exibidos no evento previsto para ocorrer entre os dias 16 e 29...

Websérie Terceiro Ciclo do Cinema Amazonense – Ep 7: O Que Esperar do Futuro?

Caio Pimenta fala sobre o que esperar do futuro do cinema amazonense e os desafios impostos ao audiovisual local.  https://www.youtube.com/watch?v=rQ79UdbQ4yQ O FUTURO PÓS-ALDIR BLANC A curto prazo, o cinema do Amazonas deve ter um bom 2021 e, talvez, 2022. Falo isso...

Cinemas de Joaquim Marinho no Centro de Manaus serão tema de websérie

Muito antes dos multiplexs dos shoppings centers, os cinemas de rua do Centro de Manaus foram referências de cultura e entretimento durante décadas - atualmente restou apenas o resiliente Casarão de Ideias. Durante os anos 1970 ao início do século XXI, as salas de...

Plataforma digital reunirá dados sobre o audiovisual do Amazonas

Uma plataforma digital com o catálogo de profissionais e empresas de audiovisual do Amazonas somado a um observatório com pesquisas e estudos sobre o setor. Esta é a proposta do projeto Tela Amazônia, da produtora Leão do Norte, organizadora do Matapi – Mercado...

‘O Barco e o Rio’ entra no TOP 10 da Abraccine dos melhores curtas de 2020

A trajetória bem-sucedida do filme amazonense "O Barco e o Rio" segue firme em 2021: a produção dirigida por Bernardo Ale Abinader entrou no TOP 10 dos melhores curtas-metragens de 2020 da Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine). A lista foi divulgada...

Websérie Terceiro Ciclo do Cinema Amazonense – Ep 6: A Tônica da Descontinuidade

Caio Pimenta fala sobre um dos maiores e históricos problemas do cinema produzido no Amazonas: a descontinuidade.  https://www.youtube.com/watch?v=3rosA6214mc ‘A Tônica da Descontinuidade’. Este é o título do livro mais importante sobre o cinema do Amazonas. O autor é...

Cine Set está credenciado para a cobertura do Festival de Berlim 2021

O Cine Set se prepara para uma nova cobertura internacional: a partir de março, o site de cinema produzido em Manaus traz as novidades sobre o Festival de Berlim 2021. O nosso correspondente internacional, Lucas Pistilli, já está credenciado para o evento online...