PIOR FILME 

  1. X-Men: Fênix Negra – 91 PONTOS 
  2. Cats – 81 PONTOS 
  3. O Rei Leão – 60 PONTOS 
  4. Nada a Perder 2 – 58 PONTOS 
  5. Hellboy – 56 PONTOS 

Ana Sena

 

  1. Minha mãe é uma peça 3
  2. After
  3. As Trapaceiras
  4. Contato Visceral
  5. Campo do Medo
  6. Vidro
  7. A espiã vermelha  
  8. Minha lua de mel polonesa
  9. MIB Homens de Preto – Internacional 
  10. Capitã Marvel  

COMENTÁRIO

Confesso que vi poucos filmes ruins em 2019, daqueles de doer a cabeça e me deixar chateada, por conta disso, foi um pouco difícil fazer esta lista. Nela, contém os filmes que realmente merecem o título de péssimos, seja porque falta um roteiro decente, um desenvolvimento de personagem aceitável, uma direção justa ou até mesmo humildade de fazer um filme simples, sem tentar torná-lo grande. Minha mãe é uma peça 3 está no topo da lista por simplesmente jogar uma porção de piadas legais e fazer 2h de filme parecer uma eternidade. É vergonhoso o que a trilogia se tornou. After é aquele típico romance clichê baseado em livros que virou um lixo cinematográfico. Não há nada que se salve neste filme. Contato Visceral é ruim, mas tem uma premissa boa, assim como Campo do Medo e Vidro, que se transforma em uma bagunça visual. A Espiã Vermelha tem um problema grande de roteiro, é raso, assim como Minha lua de mel polonesa e MIB, fazem parte da turma dos esquecíveis. O erro de Capitã Marvel foi mirar alto demais e fazer um filme bem abaixo do nível Marvel.

Caio Pimenta

  1. O Rei Leão
  2. Nada a Perder 2
  3. Cats
  4. X-Men: Fênix Negra
  5. Eli
  6. Operação Fronteira 
  7. Dumbo 
  8. MIB Internacional
  9. IT Capítulo 2 
  10. Domingo

COMENTÁRIO

Já detonei “O Rei Leão” demais na crítica aqui para site (clique aqui). “Nada a Perder 2” é uma piada de mau gosto, enquanto “Cats” constrange. “X-Men: Fênix Negra” faz um epílogo melancólico de uma saga que já foi tão boa, enquanto “Eli” e “IT – Capítulo 2” assustam pela mediocridade. “Operação Fronteira” foi o maior desperdício de grande elenco e de um ótimo diretor do ano (“Star Wars” vem logo atrás), enquanto “Domingo” representou o mesmo para o cinema nacional. Por fim, “Dumbo” e “MIB” são os filmes mais esquecíveis de 2019.

Camila Henriques 

  1. Cats
  2. Calmaria
  3. X-Men: Fênix Negra
  4. Uma Nova Chance
  5. Vice 
  6. Aladdin 
  7. Homem-Aranha: Longe de Casa 
  8. O Rei Leão
  9. Espírito Jovem
  10. Depois do Casamento

Comentário

“Calmaria” era primeiro lugar garantido até que Tom Hooper cometeu mais um crime contra o cinema e nos entregou este grande filme chamado “Cats”. “Fênix Negra” ganhou o prêmio de elenco mais entediado do ano, enquanto “Homem-Aranha: Longe de Casa” é totalmente esquecível. Ainda bem que Jennifer Lopez teve uma “nova chance” com “As Golpistas”, porque essa comédia romântica que ela nos entregou no início do ano foi vergonha alheia do início ao fim. “Aladdin”, “O Rei Leão” e “Depois do Casamento” nos mostraram que nem sempre é bom mexer no que já era bom. Pra finalizar, “Vice” é daquelas oportunidades perdidas e “Espírito Jovem” é basicamente um videoclipe todo trabalhado no male gaze.

Danilo Areosa 

  1. Hellboy
  2. Albatroz
  3. Calmaria
  4. Godzilla 2 – O Rei dos Monstros 
  5. O Juízo 
  6. Rambo – Até o Fim
  7. MIB: Homens de Preto – Internacional
  8. Vingança à Sangue Frio
  9. Cemitério Maldito 
  10. Ted Bundy – A Irresistível Face do Mal

 COMENTÁRIO 

Nesta lista de piores de 2019, resolvi priorizar apenas os filmes vistos no cinema e que desperdiçaram meu suado dinheiro. Às vezes, é melhor encarar o próprio tinhoso em pessoa do que assistir o novo Hellboy. O cinema nacional teve dois representantes dignos de raiva: primeiro com Albatroz, uma espécie de “Quero ser David Lynch” extremamente pedante e estapafúrdio. O segundo com O Juízo, um copia e cola descarado do que existe de pior no cinema norte-americano de terror. É impressionante, que até hoje, Hollywood não conseguiu fazer um filme minimamente decente sobre o monstrão asiático mais adorável da face da terra, Godzilla 2 – O Rei dos Monstros é sobrenatural ruimO mesmo acontece com os remakes, já que o novo Cemitério Maldito apesar de uma condução eficiente tem uma meia hora final bizarra diga de um Esquadrão Suicida. Eu paguei para ver um filme de Rambo, mas Rambo – Até o fim parece mais um slasher movie digno dos piores filmes da franquia Sexta-Feira 13 do que uma seqüência direta do herói. Em um ano que Liam Neeson deu uma entrevista bizarra, ele resolveu estrelar duas podreiras: MIB: Homens de Preto Internacional e Vingança à Sangue-Frio. E fechando o pior de 2019, para um filme cujo título é mostrar a faceta suja do seu serial-killer, Ted Bundy – A Irresistível Face do Mal  é uma obra bem asséptica e nutella.

Diego Alexandre 

  1. Nada a Perder 2
  2. O Rei Leão
  3. Cats
  4. Annabelle 3: De Volta para Casa
  5. Minha Mãe é Uma Peça 3
  6. Legalidade
  7. Cadê Você, Bernadette?
  8. Kardec
  9. Yesterday 
  10. Era uma vez em Hollywood

COMENTÁRIO

Sequência que ninguém pediu, “Nada a Perder 2” abre a lista dos piores filmes do ano como uma mancha no cinema brasileiro, que apresentou obras bastante expressivas em 2019. O sucesso comprado pela Igreja Universal até tentou superar a bilheteria da primeira parte, mas ficou no meio do caminho. O “disneycessário” remake de “O Rei Leão”, vendido como live action, é tão descarado que chegou a copiar praticamente todo o filme original e, o pouco que mudou, mudou pra pior. Puro caça níquel! Já “Cats” dispensa comentários. O musical dirigido pelo superestimado Tom Hooper já garantiu seu lugar de honra dentre os filmes mais bizarros de todos os tempos. Nenhuma surpresa com o terror “Annabelle 3: De Volta para Casa”, cuja franquia já era ruim desde o primeiro longa. Com “Minha Mãe é Uma Peça 3”, Paulo Gustavo continua fazendo sucesso com uma fórmula fácil e batida, imitando o que existe de pior no cinema americano. Outros títulos brasileiros que deixaram a desejar, “Legalidade” e “Kardec” não fizeram jus à importância de seus biografados. Com uma premissa bastante criativa, “Yesterday” acabou se revelando uma grande decepção. O mesmo para o fraquíssimo “Cadê Você, Bernadette?”, de Richard Linklater, que nem a presença de Cate Blanchett consegue salvar. Quentin Tarantino gastou 100 milhões em munição, atirou pra tudo quanto é lado e acertou muito pouco em “Era Uma Vez em Hollywood”. Se, por um lado, tem Brad Pitt em uma das melhores performances de sua carreira e uma perfeita reconstituição de época, por outro tem Leonardo DiCaprio fazendo mais do mesmo e Margot Robbie linda como sempre mas totalmente deslocada (e praticamente sem fala) em uma história que não vai pra lugar algum. Alguns diálogos e sequências geniais até fazem lembrar o Tarantino de antigamente, mas o conjunto da obra são mais de duas horas e meia de enrolação para entregar um final já visto em seus trabalhos anteriores.

Henrique Filho

  1. Hellboy
  2. Esquadrão 6 
  3. Midway 
  4. X-Men: Fênix Negra
  5. Rambo 5
  6. Malévola: Dona do Mal 
  7. Projeto Gemini 
  8. MIB Internacional
  9. Godzilla 2 – Rei dos Monstros
  10. Star Wars Episódio IX – Ascensão Skywalker 

COMENTÁRIO

Se tivemos grandes filmes em 2019 e alguns que poderiam entrar na lista de melhores da década, o mesmo eu poderia dizer sobre os piores. Sobraram filmes defasados e com narrativas ultrapassadas, entre eles, Rambo 5, Midway e Esquadrão 6.

A Disney esse ano aprontou muito em seus live-actions, dividindo público e crítica e “Malévola” foi o que teve de pior. E Ang Lee, quem diria usou o melhor da tecnologia em um filme de ação genérico e mequetrefe. Tentativas ruins de trazer novidades em franquias ou renová-las – Hellboy e MIB -, ou um monstro gigante que os americanos não conseguem fazer um filme decente. Não levem a mal, acho visual e a mitologia do novo Godzilla e seus amigos fantástica, inclusive, é meu monstro favorito da cultura pop, mas é incrível como a Legendary não aprendeu nada com Del Toro, fazer uma luta de monstros que dê pra entender alguma coisa.

X-Men fechou um ciclo da pior maneira possível e Star Wars se entregou pro lado sombrio – ou melhor, a Disney cedeu a pretensões comerciais e esqueceu a arte em uma das minhas grandes decepções desse ano na sétima arte. Mas Hellboy ainda ficou sendo o pior, me lembrou de uma época sombria de adaptações em quadrinhos.

Ivanildo Pereira 

  1. Máquinas Mortais
  2. Domino
  3. Bem-vindo a Marwen 
  4. Calmaria
  5. A Maldição da Chorona
  6. Fim do Mundo
  7. Hellboy
  8. Obsessão
  9. X-Men: Fênix Negra
  10. Projeto Gemini

 COMENTÁRIO

Antes de tudo, uma informação aqui: Não vi Cats. Não tive coragem.

Dito isso, minha lista traz a embaraçosa saga do clone de Will Smith (Gemini); a pior porcaria, dentre as que vi, que o algoritmo da Netflix lançou no ano, um Stranger Things piorado (Fim do Mundo); um reboot boboca e desnecessário (Hellboy); o terror mais sem vergonha do ano (Chorona); a pior atuação da nossa querida Isabelle Huppert num filme que mirou no suspense, mas acertou na comédia involuntária (Obsessão); o pior filme da vida do cineasta Robert Zemeckis, equivocado em todos os aspectos (Marwen); uma mancha no currículo de grandes nomes (Calmaria); um lamentável produto lançado com o nome de Brian De Palma (Domino) e a inglória despedida da franquia X-Men com o seu pior e mais insignificante filme. Mas, pior que todos eles, só o prego no caixão dos filmes de fantasia para jovens, Máquinas Mortais. Escrito por Fran Walsh e Peter Jackson, que em idos tempos já roteirizaram O Senhor dos Anéis. Oh, tristeza… Menções desonrosas para Velvet Buzzsaw, O Silêncio e Rambo: Até o Fim.

Pâmela Eurídice 

  1. X-Men: Fênix Negra
  2. Cats
  3. Nada a Perder 2
  4. Esquadrão 6
  5. Calmaria
  6. Máquinas Mortais
  7. Uma Nova Chance
  8. The Silence
  9. Cemitério Maldito
  10. O Rei Leão

COMENTÁRIO

Costumo dizer que os piores filmes são aqueles que não preenchem as expectativas. Esse ano, no entanto, decidi destacar as produções que em pleno 2019 não deveriam ser feitas. Por motivos adversos, entre eles: por serem datados – tanto tecnicamente quanto narrativamente –, sem expressividade ou por mostrarem uma construção confusa, sem carisma e com personagens que não geram identificação e não criam nenhum tipo de ligação com o espectador. Esses critérios se aplicam em medidas diferentes a cada um dos filmes presentes nessa lista, em destaque Fênix Negra por ser uma junção de prerrogativas que não deveriam ser aplicadas em uma saga que começou tão bem, mas que perdeu o sentido no meio do caminho.

Rebeca Almeida

  1. X-Men: Fênix Negra
  2. Kardec
  3. Cemitério Maldito
  4. O Rei Leão
  5. Anna – O Perigo Tem Nome
  6. Cats
  7. Malévola: Dona do Mal
  8. Godzilla 2
  9. Velvet Buzzsaw 
  10. Dumbo

Comentário

Quem imaginaria que 2019 traria tantas bombas cinematográficas disfarçadas de grandes promessas não é mesmo? Só neste quesito já temos ‘Cats’, ‘O Rei Leão’, ‘Velvet Buzzsaw’ e ‘Dumbo’. Apesar destes grandes pretendentes ao primeiro lugar, ‘Fênix Negra’ leva esta posição devido ao conjunto da obra da saga X-Men nos últimos anos e a falta de agilidade em lidar com um final minimamente satisfatório. Em seguida, ‘Kardec’ foi uma triste surpresa este ano, o que não pode ser dito de ‘Cemitério Maldito’, mais um remake assumidamente desnecessário. Em quinto lugar, Luc Besson, que já foi meu diretor favorito, continua a me desanimar com um filme que literalmente me fez sair correndo do cinema. E, por fim, ‘Godzilla’ e ‘Malévola’ fecham a lista como continuações que agradam o público, mas falham totalmente em acrescentar algo para suas histórias.

Menções honrosas: O Olho e a Faca, Polar, Dora e a Cidade Perdida, Os Parças 2.

Walter Franco 

  1. Uma Noite Não É Nada
  2. A Sereia – Lago dos Mortos
  3. Brightburn
  4. A Maldição da Chorona
  5. Rambo 5
  6. Annabelle 3 – De Volta para Casa
  7. Vingança a Sangue Frio
  8. Zumbilândia – Atire Duas Vezes  
  9. Pets – A Vida Secreta dos Bichos 2
  10. Cemitério Maldito

COMENTÁRIO

Difícil comentar sobre alguns desses filmes já que muitos ou tentam reviver franquias que já deveriam estar descansando no além ou buscam dar sequências para projetos antes populares e criativos, mas que agora não conseguem nem sequer passar da premissa de “vamos pegar mais dinheiro das pessoas que querem uma sequência”. Dito isto, os três nomes principais conseguem se “destacar” por serem justamente o oposto das demais seleções: são projetos de ideias originais (ou quase) que caem em problemas sérios de condução de suas narrativas. Sobre o filme de Fresnot em especifíco, apesar de partir de um ponto interessante sobre o Brasil e a AIDS nos anos 80, o filme é péssimo para sequer começar qualquer discussão sobre este tema. Dado os seus personagens problemáticos e sua tentativa de querer estilizar a narrativa para poder dar um ar de “filme alternativo”, o longa ´vai cada vez se tornando mais ridículo a medida que a história avança. Some a isso as horrorosas atuações de seu elenco principal e você tem uma verdadeira bomba. “A Sereia” se afoga nas genéricas de onde seu criador bebeu e Brightburn consegue criar uma excelente premissa, e só. O resto é totalmente desnecessário.

————————————————————————————————————————————————–

COMO FUNCIONA O SISTEMA DE PONTUAÇÃO DO CINE SET:

Cada um dos críticos do Cine SET elege o seu ‘TOP 10’. Critério leva em conta filmes lançados nos cinemas, streaming ou televisão no Brasil entre 1 de Janeiro e 31 de Dezembro de 2019.

Para cada lista, fizemos a pontuação semelhante à da Fórmula 1:

1º lugar – 25 pontos

2º lugar – 18 pontos

3º lugar – 15 pontos

4º lugar – 12 pontos

5º lugar – 10 pontos

6º lugar – 8 pontos

7º lugar – 6 pontos

8º lugar – 4 pontos

9º lugar – 2 pontos

10º lugar – 1 ponto

Depois, tudo é somado e chegamos ao resultado final!

Cine Set elege o Melhor Filme de 2019

MELHOR FILME  Parasita - 225 PONTOS Bacurau - 154 PONTOS O Irlandês - 130 PONTOS Era uma vez em Hollywood - 81 PONTOS Assunto de Família e História de um Casamento - 66 PONTOS ANA SENA O Irlandês Assunto de Família Parasita Dois Papas Coringa Ford vs Ferrari Nós Greta...

Cine Set elege a Melhor Atriz do Cinema em 2019

MELHOR ATRIZ Lupita Nyong´o, por “Nós” - 186 PONTOS Scarlett Johansson, por “História de um Casamento” - 148 PONTOS Grace Passô, por “Temporada” e “No Coração do Mundo” - 81 PONTOS Florence Pugh, por “Midsommar” - 78 PONTOS Olivia Colman, por “A Favorita” - 57 PONTOS...

Cine Set elege o Melhor Ator do Cinema em 2019

MELHOR ATOR Adam Driver, por “O Relatório” e “História de um Casamento” - 184 PONTOS Antonio Banderas, por “Dor e Glória” - 160 PONTOS Joaquin Phoenix, por “Coringa” - 159 PONTOS Robert De Niro, por “O Irlandês” - 128 PONTOS Jonathan Pryce, por “Dois Papas” - 84...

Cine Set elege a Melhor Direção de Cinema de 2019

MELHOR DIREÇÃO Bong Joon-Ho, de "Parasita" - 228 PONTOS Martin Scorsese, de "O Irlandês" - 161 PONTOS Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelle, de "Bacurau" - 125 PONTOS Quentin Tarantino, de "Era uma vez em Hollywood" - 89 PONTOS Noah Baumbach, de "História de um...

Cine Set elege o Pior Filme do Cinema em 2019

PIOR FILME  X-Men: Fênix Negra – 91 PONTOS  Cats – 81 PONTOS  O Rei Leão - 60 PONTOS  Nada a Perder 2 – 58 PONTOS  Hellboy – 56 PONTOS  Ana Sena   Minha mãe é uma peça 3 After As Trapaceiras Contato Visceral Campo do Medo Vidro A espiã vermelha   Minha lua de mel...

Cine Set elege o Melhor Coadjuvante do Cinema em 2019

MELHOR COADJUVANTE DO ANO Brad Pitt, em "Era uma vez em Hollywood" - 139 PONTOS Al Pacino, em "O Irlandês" - 135 PONTOS Joe Pesci, em "O Irlandês" - 130 PONTOS Silvero Pereira, em "Bacurau" - 80 PONTOS Laura Dern, em “História de um Casamento” - 74 PONTOS Ana Sena Al...

Cine Set elege a Melhor Cena do Cinema de 2019

MELHOR CENA Discussão do ex-casal Nicole e Charlie, de “História de um Casamento” - 108 PONTOS Festa de Aniversário, de “Parasita” - 74 PONTOS Invasão da seita de Charles Manson à casa de Rick Dalton, de “Era uma vez em Hollywood” - 62 PONTOS ‘Avante Vingadores!’, de...

Cine Set elege a Melhor Série de TV/Streaming de 2019

MELHOR SÉRIE: FLEABAG - 3 VOTOS Caio Pimenta - Fleabag  Adoraria prestigiar “Segunda Chamada” e “Sob Pressão”, mas, preciso ser sincero e não há como tirar “Fleabag” do topo de Melhor Série de 2019. Com apenas duas temporadas, Phoebe Waller-Bridge criou uma das...

Eleição Cine Set: O Melhor Filme da Década 2010

Qual foi a marca do cinema na década 2010? Certamente, os blockbusters da Marvel têm um papel importante graças ao domínio hegemônico ao redor do planeta - Martin Scorsese que o diga. Por outro lado, olhando menos bilheterias e mais o lado artístico, a década também...

Eleição Cine Set: A Melhor Atuação nos Cinemas na Década 2010

De trabalhos consagrados no Oscar passando pela revelação de nomes vindos da Europa até grandes atuações de monstros sagrados do cinema americano.  O Cine Set elege quais as melhores atuações da década 2010. O site conta apenas produções lançadas nos cinemas e...