O audiovisual do Amazonas estará em dose tripla no Cineamazônia – Festival de Cinema Ambiental 2020: “Zana – O Filho da Mata”, de Augustto Gomes; “O Barco e o Rio”, de Bernardo Ale Abinader; e “O Príncipe da Encantaria” estão selecionados para as mostras competitivas do evento. Em virtude da pandemia da COVID-19, a 17ª Edição acontece de 1 a 5 de dezembro e será online. Participam 41 produções de todas as regiões do Brasil, além de filmes do Peru e Estados Unidos.

“Zana – O Filho da Mata” e “O Barco e o Rio” disputam a categoria de curtas-metragens de ficção com outras 14 produções, enquanto “O Príncipe da Encantaria” concorre entre as animações com mais seis projetos. Todas as produções concorrem ao Troféu Mapinguari.

Segundo a organização, o objetivo central do Cineamazônia é fazer a junção entre a sétima arte e o meio ambiente, divulgando e promovendo a mensagem pela sustentabilidade, o respeito à natureza e à tradição dos povos que dela dependem. Isso sem esquecer de divulgar, integrar e promover discussões em torno da produção de cinema e vídeos nacionais e internacionais,legendados ou narrados na Língua Portuguesa.

CONHEÇA MAIS SOBRE OS FILMES AMAZONENSES DO CINEMAZÔNIA 2020:

Gravado na Vila de Paricatuba, Margens do Rio Negro, e na BR 174, km 10, “Zana” acompanha a história do personagem-título (Remi Sampaio) menino que quase morre afogado após ser ameaçado pelo velho do saco Mamulengo (Gomes de Lima). Salvo por Andí (Aline Cassiano), espírito da Natureza, mãe dos animais e protetora das florestas, ele será encarregado de salvar crianças mantidas prisioneiras pelo Mamulengo e Irene (Lilian Machado). No meio do perigoso caminho, o protagonista se depara com a imprevisibilidade do Curupira (Irê Sampaio). O filme acumula 12 prêmios em sua trajetória, inclundo, o Festival Olhar do Norte 2019 e FestCine Indígena de Águas Belas.

“O Barco e o Rio” segue navegando (péssimo trocadilho, eu sei) pelos festivais brasileiros: o curta de Bernardo Ale Abinader dominou o Festival de Gramado ao levar cinco Kikitos, incluindo Melhor Filme. Também foi selecionado para o Cine Ceará e, recentemente, obteve a primeira seleção para um festival internacional, no caso, o Festival Internacional de Curtas-Metragens de Bogotá, na Colômbia. Produzido pela Fita Crepe Filmes, o curta traz a história de duas irmãs antagônicas que herdam o barco da família. A mais velha e conservadora, Vera (Isabela Catão), vê no patrimônio a vida dela, passando os dias transportando mercadorias e passageiros. Já Josi (Carolinne Nunes) não gosta das restrições da irmã; possui cabeça aberta, mas vê a vida mudar devido a uma gravidez inesperada. A dinâmica da relação é o ponto de conflito do filme.

Dirigido por Izis Negreiros, “O Príncipe da Encantaria” acompanha uma avó e sua neta que passeiam pela praia e observam o rio. A senhora narra para a criança à história de Benito e Manu. Enquanto isso, as imagens intercalam entre a caminhada das duas e a narrativa contada em formato de animação. 

Cine Set abre nova turma para curso online e gratuito de roteiro de cinema

Deseja aprender sobre roteiro de cinema, sobre princípios de roteirização e como histórias são contadas? Então, aproveite a oportunidade: o Cine Set vai realizar a segunda edição online e gratuita do curso “Roteiro de Cinema” com o facilitador Ivanildo Pereira....

Cine Set abre inscrições para selecionar três novos voluntários

O Cine Set anuncia a abertura de três vagas para novos integrantes voluntários. Podem participar pessoas de todo o Brasil interessadas em escrever críticas de cinema e realizar entrevistas para o site.  AS INSCRIÇÕES  Para se inscreverem, os candidatos devem...

Do Ceará à Itália: novos filmes do cinema amazonense participam de série de festivais

Diante de um ano trágico pela crise da Covid-19 em níveis inaceitáveis, perdas de milhares de vidas e próximo de atingir a maior cheia da história inundando diversas cidades do interior, o Amazonas encontra no audiovisual um dos poucos motivos para se orgulhar em...

Webséries amazonenses ganham a internet com iniciantes e veteranos do audiovisual

O mundo do cinema precisou procurar novos caminhos com a pandemia da COVID-19. De alternativa ou segunda opção, o meio online tornou-se fundamental para festivais, eventos de mercado, longas e curtas-metragens chegarem ao público após a impossibilidade de encontros...

Cine Set realiza curso online e gratuito de roteiro de cinema em maio

Deseja aprender sobre roteiro de cinema, sobre princípios de roteirização e como histórias são contadas? Então, aproveite a oportunidade: o Cine Set vai realizar a primeira edição online e gratuita do curso “Roteiro de Cinema” com o facilitador Ivanildo Pereira....

Ator amazonense Adanilo integra elenco do novo filme de Viggo Mortensen

Destaque de curtas locais premiados como “A Menina do Guarda-Chuva" e “Aquela Estrada”, Adanilo encara o desafio do primeiro internacional da carreira. O ator amazonense será um dos protagonistas de “Eureka”, co-produção entre Argentina, EUA, México e Portugal com...

Amazonense ‘O Barco e o Rio’ é selecionado para festival na Espanha

Depois de passagens de sucessos por festivais brasileiros, chegou a hora de “O Barco e o Rio” alcançar novos caminhos: a produção amazonense está selecionada para o Festival Internacional de Cinema de Huesca, na Espanha. O curta-metragem de Bernardo Abinader disputa a...

Quatro filmes representam o Amazonas na Mostra Histórias do Brasil Profundo

Fruto das políticas públicas de regionalização do audiovisual brasileiro, o atual momento do cinema amazonense alcançou feitos considerados impossíveis décadas atrás, incluindo, desde o surgimento de eventos locais importantes como o Amazonas Film Festival, Olhar do...

Em Manaus, curso gratuito prepara realizadores para primeiro filme

Formação cultural através do audiovisual. Essa é a proposta do projeto “Nosso Primeiro Filme”, contemplado pela Lei Aldir Blanc, através do Prêmio Feliciano Lana da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa. O curso propõe um panorama dos principais setores...

Curtas de Begê Muniz e Lucas Martins representam o Amazonas no CineFantasy

O cinema amazonense estará representado em dose dupla no 11.º Cinefantasy – Festival Internacional de Cinema Fantástico. Os curtas "À Beira do Gatilho", de Lucas Martins, e "Jamary", de Begê Muniz, serão exibidos no evento previsto para ocorrer entre os dias 16 e 29...