O gráfico sobre a participação de filmes brasileiros nos cinemas por Estados em 2021 aparece sem a presença do Amazonas. Caso incluísse as produções estrangeiras, a imagem permaneceria a mesma. O informativo, disponível no Observatório Brasileiro do Cinema e Audiovisual, presente no site da Agência Nacional do Cinema (Ancine), é reflexo de uma triste realidade: o semestre praticamente inteiro com as salas de exibição fechadas em todo Estado. 

A interrupção das atividades das 71 salas no Amazonas – 69 em Manaus, uma em Itacoatiara e outra em Manacapuru – ocorreu na virada do ano quando a variante Gama (P.1) aliada ao negacionismo levou ao caos sanitário e à crise do oxigênio nos hospitais. As animações “O Tempo com Você” e “Sapatinho Vermelho e os Sete Anões” até chegaram a ser anunciadas como estreias no dia 31 de dezembro de 2020, porém, não tiveram tempo de serem lançadas. 

As precauções para evitar uma terceira onda, os índices ainda preocupantes de novos casos e mortes com o avanço ainda lento da imunização acelerado apenas em junho levaram a quase seis meses de cinemas fechados. Para efeito de comparação, na primeira onda, as salas em Manaus foram paralisadas em 19 de março de 2020 e começaram a voltar no dia 23 de julho com o Casarão de Ideias, ou seja, pouco mais de cinco meses. 

EXPECTATIVA DE REABERTURA 

Mapa sobre os filmes brasileiros nos cinemas do país sem a presença do Amazonas mostra o semestre perdido para as salas locais.

Diretor e fundador do Casarão de Ideias, João Fernandes, esteve presente em uma das últimas reuniões com integrantes do Comitê de Enfrentamento da Covid-19 do Governo do Amazonas para debater sobre as possibilidades de reabertura do setor.  

“A higienização e a quantidade de público são os principais fatores levados em conta na metodologia de trabalho deles. O setor questiona o fato das salas seguirem fora das liberações enquanto restaurantes de ambientes fechados podem funcionar, afinal, nestes locais, as pessoas precisam tirar a máscara e podem falar alto. Já nos cinemas, elas precisam manter o uso das máscaras e estarão quietas”, declarou.  

João, entretanto, acredita que a aceleração da vacinação abre uma perspectiva de retorno (clique aqui para saber os planos de retomada do Casarão de Ideias com a possível data de reabertura e os filmes a serem exibidos). 

Cine Set procurou as redes de cinema localizadas em shoppings de Manaus para se pronunciarem sobre o assunto. O Cinépolis informou que resolveu não se pronunciar sobre o assunto. Já o Cinemark, através da assessoria de imprensa, divulgou que “manteve os empregos de todos os seus colaboradores. Todos os protocolos de segurança adotados pela Rede em todo o Brasil são os mesmos anunciados no ano passado, com medidas aprovadas pelo Hospital Israelita Albert Einstein”. Um executivo de outra empresa de cinema na cidade até brincou: “o governador de vocês parece até que esqueceu que existe cinema em Manaus”. 

PEDIDO NA CÂMARA MUNICIPAL 

Vereador Peixoto (PTC) defendeu a reabertura dos cinemas para ajudar na saúde mental da população.
FOTO: ROBERVALDO ROCHA / CMM

No último dia 16 de junho, o vereador Peixoto (PTC) subiu à tribuna da Câmara Municipal de Manaus para defender o retorno dos cinemas na cidade. “Nessa pandemia, sabemos que todas as atividades sofreram economicamente. Esse sacrifício foi um esforço mútuo entre sociedade e empresas. Hoje, ao que tudo indica, com o avanço da vacinação e a queda dos índices de óbitos, algumas atividades precisam voltar, mesmo que gradativamente, e esse é o caso dos cinemas”, disse. 

O vereador justificou o pedido de liberação pelos rígidos protocolos sanitários adotados pelas empresas do setor e por ser um “forte aliado na saúde mental da sociedade, isso mesmo, não só se trata de cultura e arte, mas também de um forte aliado no combate ao stress, depressão e todos esses males que se avizinharam nesse período de pandemia”.  

No fim do discurso, Peixoto apelou para os blockbusters: “Fiz esse apelo ao governador Wilson Lima, creio que será analisado com muito carinho e que em breve, possamos comer aquela pipoca assistindo um super lançamento nas telas, sem esquecer todos os cuidados e protocolos que a pandemia exige para o retorno seguro das atividades” 

OS FATORES DETERMINANTES 

Ancine e BNDES financiam implantação de novas salas de cinema cinemark

Vacinação e diminuição de novos casos e mortes são fatores que influem para a decisão sobre a reabertura dos cinemas.

Procurada pelo Cine Set através da assessoria de imprensa, o Governo do Amazonas apontou que o Estado ainda se encontra na fase laranja da pandemia – a terceira mais grave – e as características dos cinemas de serem ambientes fechados e climatizados são determinantes para ainda impedir a reabertura. 

Por outro lado, o Governo estadual informou que a “abertura depende dos indicadores da pandemia, que são avaliados periodicamente, e não necessariamente está condicionada à fase verde, podendo ser revista assim que houver redução nos níveis de pontuação que caracterizam a fase laranja”. 

O próximo decreto com novas regras deve ser publicado ainda nesta semana. Atualmente, o Amazonas registra 395.724 casos de Covid e 13.197 mortes. 

O Fórum Feminino do Audiovisual do Amazonas | Podcast Cine Set #69

Surgido após a ausência de filmes dirigidos por mulheres amazonenses na quarta edição do Festival Olhar do Norte, o Fórum Feminino do Audiovisual do Amazonas chega como um local de fortalecer laços entre as mulheres que trabalham no setor do Estado. A geração de...

Do Acre para a Suécia: ‘Noites Alienígenas’ leva a Gotemburgo dilemas da Amazônia urbana 

Os dilemas de uma cidade no meio da Amazônia no constante choque existencial entre o urbano e a floresta diante da explosão da criminalidade causada pelas facções criminosas. Nesta realidade urgente e mais do que atual se passa “Noites Alienígenas”, longa acreano...

Cinco Breves Notas sobre a saída do Cinemark de Manaus 

1. MILHARES SEM CINEMA PRÓXIMO A ELAS  O fim das oito salas do Cinemark no Studio 5 deixa milhares de pessoas sem um cinema perto delas, cenário diferente do que ocorrera com o fechamento do Playarte do Manauara Shopping, onde outros shoppings – Amazonas, Millenium e...

Studio 5 confirma fechamento das salas do Cinemark em Manaus

Depois de 20 anos em operação, o Cinemark encerrou as atividades em Manaus. Procurado pelo Cine Set, o Studio 5 confirmou a informação. O último dia de operação da rede norte-americana na cidade aconteceu no domingo, dia 30 de janeiro. O Cinemark tinha oito salas na...

10 Filmes do Cinema Amazonense Para Ficar de Olho em 2022

Depois de um grande 2021 com muitos prêmios e presenças em importantes festivais nacionais e internacionais, o cinema amazonense chega para o ano novo com expectativas de manter o momento de alta. Muito disso graças aos lançamentos de projetos financiados com recursos...

Retrospectiva Cine Set – O Melhor e Pior do Cinema Amazonense em 2021

Incontáveis vezes durante 2021 escrevi que, em meio a tantas tragédias e notícias ruins, o cinema era uma das poucas coisas que o amazonense poderia se orgulhar neste ano. Afinal, semana após semana, as produções locais participavam de festivais Brasil e mundo afora,...

Retrospectiva 2021 – O Ano do Cine Set

Perco o número de vezes da quantidade de vezes em que já me perguntei o motivo de seguir fazendo o Cine Set durante estes 7,5 anos de existência do site.  Em janeiro de 2021, entretanto, parei.  Como seguir adiante quando a cidade onde nasci e vivo colapsa?...

Galeria de Fotos – Lançamento do Livro ‘Olhar Feminino: O Norte na Direção’

O Cine Set promoveu o lançamento de "'Olhar Feminino: O Norte na Direção" na noite do último sábado (18) no Casarão de Ideias, localizado na Rua Barroso, 279, no Centro de Manaus. Pâmela Eurídice, autora do livro, recebeu familiares e amigos para uma sessão de...

Cine Set lança livro sobre cinema feito por mulheres no Amazonas

Trazendo um registro da produção cinematográfica feminina no Amazonas, o livro “Olhar Feminino: O Norte na Direção” será lançado no dia 18 de dezembro, com uma noite de autógrafos no Casarão de Ideias, localizado na Rua Barroso, no Centro de Manaus, a partir das...

UEA avança no processo de retomada do curso de audiovisual

O Conselho Acadêmico da unidade da Escola Superior de Artes e Turismo (Conaesat) da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) aprovou, nesta semana, o projeto de retomada do curso de audiovisual. Agora, a proposta deve ser sacramentada pelo Conselho Universitário da...