“Namastê”, o quarto episódio da quinta temporada de Better Call Saul, se inicia com Jimmy num antiquário, à procura de algum item. Ele testa o peso de diversos objetos: uma pequena TV, uma panela, um Buda sorridente… Até que escolhe um que parece pesado o suficiente.

O significado dessa abertura só ficará claro ao final do episódio, mas ela tem tudo a ver com a luta de Jimmy, e dos demais personagens, nesta temporada. Jimmy, ao se redefinir como Saul, deseja assegurar seu status como figura independente. Kim também deseja o mesmo. Por isso, neste episódio ambos chegam a momentos de definição: Jimmy vai almoçar com Howard, que retorna à série com uma oferta de trabalho na HHM; e Kim decide que precisa fazer alguma coisa a respeito do senhor que se recusa a abandonar seu terreno, entravando as intenções da grande empresa Mesa Verde.

LEIA TAMBÉM: Crítica: “Better Call Saul” – Episódios 5×01, 5×02 e 5×03

Ser independente de verdade tem um custo – como sabemos o destino de Saul, que se apresenta para Howard como “a última linha de defesa para o cara pequeno”, a oferta de Howard adquire até um aspecto dramático e trágico. Mas o nosso protagonista não quer ter mais nada a ver com sua vida passada nem com o universo que foi criado por seu irmão. Já a Kim se alia com a persona do Saul em nome de um fim, aparentemente, nobre: ajudar aquele “cara pequeno”. Vamos ver, nos próximos episódios, como essa aliança vai se desenvolver…

GUS E MIKE SURPREENDEM

Incrivelmente, Gus é outro personagem que sofre os efeitos da pressão de forças maiores. Ele também está em busca de sua independência, por isso sofre na tensa sequência em que Hank e Steve interceptam seu dinheiro numa transação. Em busca de controle – não é o que todos querem? – o nervoso Gus acaba atormentando um “cara pequeno”, o rapaz que trabalha para ele no restaurante dos Pollos Hermanos, obrigando-o a lavar a grelha várias vezes.

E a trama do Mike toma um rumo que realmente não esperávamos, o que prova a capacidade da série em nos surpreender mesmo quando já conhecemos os destinos de alguns dos personagens. “Namastê” é mais um ótimo episódio de Better Call Saul, com humor, tensão e grandes momentos entre os personagens. É impressionante a facilidade com que Dean Norris e Steven Michael Quezada voltaram aos seus personagens desde a época de Breaking Bad.  É sensacional a cena da confusão com o jurado que Jimmy apronta no tribunal. E visualmente, se destaca a sequência noturna no deserto, entrecortada com as cenas de Gus no Pollos Hermanos – a tensão é construída pela montagem alternada, pelo som e pelas atuações.

Temos um episódio de preparação de terreno para novos desenvolvimentos. Mas um que não esquece que o brilhantismo da série muitas vezes está nos detalhes.

‘Modern Love’ 2ª temporada: olhar amadurecido sobre as formas de amar

Recomenda-se que esse texto seja lido com a trilha sonora de John Carney. Quando você relembra seus relacionamentos marcantes, que memórias lhe vem à mente? Que músicas e sensações atingem seus sentidos a ponto de soltar um sorriso imperceptível ou o coração apertar...

‘As Filhas de Eva’: a sedutora serpente chamada liberdade

Quem foi Eva? Segundo os escritos da Bíblia, foi a primeira mulher do Planeta Terra, nascida da costela de Adão, o primeiro homem. Enganada e seduzida pela serpente, come o fruto proibido e, como castigo para ambos, Deus enviou o caos à Terra. Esta é uma breve síntese...

‘Loki’: boa, porém desperdiçada, introdução ao multiverso Marvel

Após a excêntrica e divertida "Wandavision", a política e reflexiva "Falcão e o Soldado Invernal", a nova série da Marvel focada no Deus da Trapaça é uma ótima introdução para o que está por vir no Universo Cinematográfico Marvel (MCU). Entretanto, por conta do...

‘Elize Matsunaga – Era Uma Vez Um Crime’: misoginia brasileira escancarada

Duas coisas se destacam na minissérie “Elize Matsunaga: Era Uma Vez Um Crime”: o domínio patriarcal no Brasil e o estudo de personagem feito pela diretora Eliza Capai. A documentarista é responsável por produções que buscam investigar personagens femininas sem...

‘Dom’: história de amor paterno no meio do caos das drogas

Dom (2021), nova aposta da Amazon Prime, é uma série que desperta as mais diversas emoções. Livremente inspirado no romance homônimo escrito pelo titã Tony Belotto e também em O Beijo da Bruxa (2010), de Luiz Victor Lomba (pai do Pedro), a produção narra a história...

‘Solos’: minissérie joga fora todos seus promissores potenciais

A minissérie do Prime Video "Solos" busca se distanciar de comparações ao streaming concorrente. Para tanto, traz elementos de ficção científica e a relação da tecnologia com (e eventualmente versus) a humanidade em um futuro distópico. Nesse sentido, há uma...

‘Manhãs de Setembro’: Lineker encanta em busca pela independência

“Manhãs de Setembro” é uma série recém-lançada pelo Prime Vídeo e traz a cantora Liniker no papel da protagonista Cassandra, uma mulher trans que divide seu tempo como motogirl de um aplicativo de entrega e seu trabalho como cantora. Somos apresentados à personagem em...

‘Mare of Easttown’: Kate Winslet domina brilhante estudo de personagem

Mare Sheehan não encara um bom momento em sua vida. Ela é uma policial na faixa dos 40 anos na cidadezinha de Easttown, no estado americano da Pensilvânia, um daqueles locais onde todo mundo conhece todo mundo. Há cerca de um ano uma jovem desapareceu por lá, e Mare e...

‘O Caso Evandro’: uma narrativa macabra repleta de reviravoltas

São poucas histórias factuais com tantas reviravoltas a ponto de serem mais interessantes e impressionantes do que as narrativas de ficção. A série documental “Caso Evandro”, disponível na Globoplay, entretanto, apresenta um conto revelador sobre um Brasil repleto de...

‘The Underground Railroad’: comovente luta pela liberdade e contra o racismo

É muito difícil encontrar uma adaptação audiovisual de um livro que consiga superar a obra original. “The Underground Railroad”, entretanto, não apenas alcança este feito como também atribui novas perspectivas ao romance homônimo escrito pelo premiado Colson...