A luta do cacique Tukano Justino Pena para manter as tradições e cultura indígena em Manaus a partir da criação do Centro Municipal de Educação Escolar Indígena ‘Bayaroá’ é o tema do novo documentário dirigido por Cleinaldo Marinho (“Dabacuri do Teatro Amazonense”). Com 30 minutos da duração, o curta terá lançamento nesta quinta-feira (15), às 15h, em sessão gratuita no Centro Cultural Povos da Amazônia.

Nascido em São Gabriel da Cachoeira, o cacique veio com a família para Manaus. Munido da determinação para preservar os saberes ancestrais de seu povo, formou uma associação cultural e buscou, junto à Secretaria Municipal de Educação, a criação de uma escola para os indígenas. Além do líder Tukano, o documentário também conversa com a professora indígena Rosiane Lana.

O projeto, contemplado pelo Prêmio Feliciano Lana, da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Amazonas, via Lei Aldir Blanc, foi concebido e produzido pelas assessoras pedagógicas da Gerência de Educação Escolar Indígena (GEEI) da Semed, Eneida Afonso e Fabiene Priscila.

Luta do cacique Tukano Justino Pena levou à criação do Centro Municipal de Educação Escolar Indígena ‘Bayaroá’.

“Recebi esse convite das duas produtoras, que me apresentaram o projeto de uma forma muito particular e leve, nesse contexto de não se perder as origens, e isso me deixou muito feliz em participar. Acredito que a preservação da cultura, das tradições e da língua materna são de extrema importância, não somente no contexto dos povos indígenas, mas em todo o contexto do ser humano, que é a sua valorização; valorização da tua origem, da tua história. A partir daí, você começa a buscar novos conhecimentos, mas sem perder a tua essência”, afirma o diretor.

Para as idealizadoras e pesquisadoras, produzir ‘Bayaroá’ foi gratificante. “Trata-se de um registro etnográfico da história de vida do cacique Justino Pena e a sua luta pela manutenção de sua língua e cultura. A Educação indígena como relato principal do roteiro é uma pauta super atual dos povos indígenas em todo o Brasil. Colocar essa discussão para reflexão da sociedade nos deixou muito feliz”, completou a produtora executiva Fabiene Priscila.

As locações para a gravação do vídeo documentário foram a sede da Associação Cultural da Comunidade Bayaroá, localizada no Km 04 da BR-174, zona rural de Manaus. O filme traz entrevistas no formato bilíngue (Tukano e Português) e também uma mostra dos rituais com cantos e danças Tukano.

“A gente tem uma história dos nossos antepassados. Eu quero buscar esse conhecimento que está resistindo até aqui com os meus filhos, com outros familiares. A gente abre o espaço tão maravilhoso que a gente tem, preservando a língua materna, trazendo as comidas tradicionais. Bayaroá é modo geral. Bayá é uma pessoa responsável de cada canto dos povos indígenas. Ela abrange como se fosse um pai, que orienta as pessoas. Que traga seu conhecimento, que repasse seus conhecimentos, suas medicinas, culturais, espirituais, de cura. Bayaroá nasce com esse conhecimento”, conclui Justino Pena, no filme.

com informações de assessoria

Célebre agitador cultural de Manaus, Joaquim Marinho terá história contada em websérie

Nome fundamental para a cultura no Amazonas e proprietário dos principais antigos cinemas de rua do Centro de Manaus, Joaquim Marinho terá a história contada na websérie documental "Sol, Pipoca e Magia". O projeto estreia na página do YouTube do Planos em Sequência,...

Concurso de curtas-metragens na Ufam de Parintins chega à terceira edição

Organizado pelo curso de Comunicação Social / Jornalismo do campus Parintins da Universidade Federal do Amazonas, o 3º Festival de Cinema Focaliza Parintins (Fopin) está com inscrições abertas para o Prêmio Pacu de Audiovisual 2021. O concurso de curtas-metragens de...

Manauara Shopping anuncia fechamento das 10 salas de cinema do Playarte

Quem foi ao Manauara Shopping na tarde desta quarta-feira, 6 de outubro, se surpreendeu com o fim de uma das principais atrações do local: o complexo do Playarte com 10 salas estava fechado definitivamente. Apenas um comunicado sem maiores detalhes informava ao...

Lenda do boi bumbá de Parintins, Sidney Rezende será tema de documentário dirigido por Cristiane Garcia

“Viaja caboclo, viaja Viaja em teu pensamento Ao olhar no espelho das águas, o azul do firmamento”  Essa canção eternizada na voz do saudoso Arlindo Júnior oferece um vislumbre sobre a produção musical de Sidney Rezende e sua influência no boi-bumbá parintinense. O...

Ateliê 23 adapta peça ‘Ensaio de Despedida’ para o cinema com clássicos modernos de referências

 Companhia teatral surgida em Manaus no ano de 2013, o Ateliê 23 traz “Ensaio de Despedida” como um de seus maiores sucessos. Protagonizada por Taciano Soares e Thais Vasconcelos, a peça dirigida por Eric Lima estreou em fevereiro de 2017 e, um mês depois, abriu a 11ª...

Cinema e cores de Mario Bava inspiram Lucas Martins em novo filme

Com três curtas-metragens já produzidos, o jovem diretor amazonense de 27 anos, Lucas Martins, se prepara para lançar seu mais novo trabalho intitulado "Um Mal Necessário", contemplado pelo edital Feliciano Lana, do governo do Amazonas com recursos da Lei Aldir Blanc....

Em Manaus, pós-graduação de cinema reúne profissionais premiados do audiovisual brasileiro

Produtora amazonense criada por Erlan Souza e Gustavo Soranz, a Rizoma Audiovisual lança um novo curso para quem deseja estudar cinema. Com inscrições abertas (clique aqui), a pós-graduação é voltada para o aperfeiçoamento de profissionais que já atuam no setor....

Roteiristas vencedores do Amazonas Film Festival são tema de nova websérie

Evento cinematográfico de maior porte já realizado no Estado, o Amazonas Film Festival contou com 10 edições entre 2004 e 2013 trazendo estrelas nacionais e internacionais para Manaus, além de contribuir para a geração de uma nova leva de profissionais do audiovisual...

‘Manaus Hot City’ e ‘O Barco e o Rio’ são selecionados para festival no México

"Manaus Hot City", de Rafael Ramos, e "O Barco e o Rio", de Bernardo Abinader, seguem ganhando o mundo. As duas produções do cinema amazonense estão selecionados para o Shorts México 2021, único festival internacional de curtas-metragens do país da América Central....

Filmes dos amazonenses Henrique Amud e Zeudi Souza concorrem em festival brasileiro nos EUA

O Amazonas terá dois representantes na 25ª Inffinito Film Festival, evento em formato híbrido com a missão de levar o cinema brasileiro aos EUA em 2021. "O Buraco", de Zeudi Souza, e "Atordoado, Eu Permaneço Atento", de Henrique Amud e Lucas H. Rossi dos Santos,...