O Centro de Manaus é um lugar místico. É o ponto de início da cidade, um local de partida, encontros e reencontros. Nele se localizam os principais prédios históricos da cidade como o Teatro Amazonas e o Palácio Rio Negro. O Centro, também, foi responsável por inspirar o realizador audiovisual César Nogueira a produzir “Robert”, um documentário sobre os passeios do fotógrafo Robert Coelho pelos bares da região.

A Saída Fotográfica que se Torna Filme

A ideia para o documentário surgiu de um passeio fotográfico. Enquanto fotografavam o Centro e discutiam as mudanças que a área tem passado, César decidiu filmar suas interações com Coelho. “Foi algo sem grandes pretensões, que se revelou o inicio de um projeto audiovisual e uma obra fechada em si. O conceito da produção é mostrar um fotógrafo falando e vivendo o Centro de Manaus”, comentou. As gravações de “Robert” aconteceram nas primeiras semanas de 2018, ao redor da Praça da Saudade.

Os dois fotógrafos se conhecem desde 2016, quando participaram da produção de “Mormaço Sonoro”, da artista Keyla Serruya. E, desde então, desenvolveram uma amizade que tem como pontos em comum o apreço por fotografia, Manaus e os bares do centro da cidade. Esta proximidade estimulou César a perceber o diálogo que Robert Coelho estabelece com a Manaus Contemporânea. “O Robert tem muitas opiniões interessantes sobre a vida, o universo e tudo o mais. Ele entende muito bem que o Centro é muito mais que seus prédios históricos”, contou.

A parceria também tem sido essencial no processo de produção do documentário. Conforme os cortes são realizados, os dois fotógrafos discutem “o que ainda falta, a potência de suas imagens e o que está apenas ocupando espaço e inchando o documentário”, revelou. Desse modo, segundo César, “as ideias fluem e o que era pra ser uma saída fotográfica vai se tornando um exercício audiovisual que toma corpo para virar uma investigação sobre o Centro de Manaus”, disse o realizador.

A ligação com o Centro

O documentário faz parte de um projeto de César Nogueira de investigar o Centro de Manaus. O fotógrafo, que é natural de Roraima, mora em Manaus há 22 anos e cresceu no bairro, o qual chama carinhosamente de “centroso”. Segundo ele, “o bairro sempre incutiu inquietações artísticas sejam elas de curto, médio e longo prazo. Enquanto crescia, ouvia gente comentar que o Centro não tem nada. Não concordo com isso e naturalmente a vida está me fazendo investigar o meu bairro”, revelou.

Um de seus planos é continuar filmando seus amigos. “Quero saber o que eles pensam do meu bairro e como eu me espelho neles a partir dessa ideia”, disse. Entre os amigos que o fotógrafo queria documentar, encontra-se a artista Selma Bustamante que faleceu no inicio de 2019, com quem César fez parceira na produção do documentário “Purãga Pesika”. “Selma estava na lista, mas nos deixou no Carnaval. Felizmente, a vida me trouxe um projeto de fazer um documentário sobre a vida dela”, revelou. Apesar de não entrar em maiores detalhes sobre esse projeto, o realizador afirmou que será um processo difícil.

A previsão é que “Robert” seja lançado em 2020, primeiramente em festivais e, depois, na internet. Por fim, César espera “que o documentário motive os espectadores a conhecer os bares e tomar cerveja no Centro de Manaus”, contou.

Olhar do Norte 2020 – Mostra Competitiva Norte: ‘O Medo das Árvores’, de Édier William

SINOPSE Uma reflexão poética sobre a natureza, a arte e o feminino por meio do registro do processo de pesquisa, desenvolvimento e produção do novo espetáculo de um grupo de teatro que resiste e insiste em fazer arte na geografia verde e incendiada pela estupidez, a...

Olhar do Norte 2020 – Mostra Competitiva Norte: ‘O Estranho Sem Rosto’, de Lucas Martins

SINOPSE Dentro de um relacionamento em declínio, um homem não está seguro da fidelidade da namorada. Enquanto isso, ele começa a ser perseguido por um homem de preto. Primeiro nos sonhos e, em seguida, na vida real. PÔSTER Cinéfilo de carteirinha e fã de gigantes...

Olhar do Norte 2020 – Mostra Norte Competitiva: ‘No Dia Seguinte Ninguém Morreu’, de Gabriel Bravo de Lima

SINOPSE Morrer se torna impossível. O que muda na vida das pessoas a partir desse ponto? Entre desespero existencial, extravagâncias personalísticas e oportunismo político, a vida simplesmente segue. PÔSTER Gabriel Bravo de Lima deu os primeiros passos no audiovisual...

Olhar do Norte 2020 – Mostra Competitiva Norte: ‘Jackselene’, de Maria Yole Bezerra

SINOPSE Para conseguir mudar de vida, uma jovem ambiciosa, conhecida por Altamira, chega à cidade de Manaus, vinda do interior, para transformar sua vida, bem como assumir uma nova identidade. Acaba envolvendo-se com o lado obscuro da sociedade, traficantes e...

Olhar do Norte 2020 – Mostra Norte Competitiva: ‘Ari y Yo’, de Adriana de Freitas

SINOPSE Adriana é uma brasileira aspirante a cineasta, que viaja a Cuba para estudar documentário na famosa Escuela Internacional de Cine y TV. Sem saber falar espanhol, ela  encontra Arislay, uma esperta e corajosa garota de nove anos, que vive no pequeno Pueblo...

Olhar do Norte 2020 – Mostra Competitiva Norte: ‘À Luz do Sol’, de Edielson Shinohara

SINOPSE O filme traz relatos sobre aspectos da trajetória de personagens travestis e transexuais de Belém-PA, na região amazônica. Os retratos de sua luta cotidiana, tanto no trabalho quanto contra o preconceito, fazem referência a pessoas que muitas vezes são...

Olhar do Norte 2020: conheça os jurados da Mostra Competitiva

O Olhar do Norte 2020 terá a Mostra Norte de curtas-metragens competitiva com os filmes selecionados disputando prêmios em oito categorias: Melhor Filme, Direção, Atuação, Direção de Fotografia, Montagem, Som, Direção de Arte e Roteiro. Para o júri, o evento conta com...

‘Babenco’ e ‘Invasão Zumbi 2’ chegam aos cinemas de Manaus

Filme: Babenco - Alguém tem que ouvir o coração e dizer: parou Direção: Bárbara Paz Sinopse: “Eu já vivi minha morte, agora só falta fazer um filme sobre ela”, disse o cineasta Hector Babenco a Bárbara Paz, ao perceber que não lhe restava muito tempo de vida. Ela...

Produtor de ‘Me Chame Pelo Seu Nome’, Rodrigo Teixeira é convidado do Matapi 2020

O quê "Me Chame Pelo Seu Nome", "O Farol", "Ad Astra", "A Vida Invisível" e "A Bruxa" têm em comum? Além de serem grandes e premiados sucessos do cinema mundial, os cinco filmes trazem a assinatura de Rodrigo Teixeira na produção. Criador e diretor da produtora RT...

Matapi 2020: Kondzilla, Globo News e Endemol participam de painéis

Grandes players do audiovisual brasileiro estão confirmados em painéis e debates para a terceira edição do Matapi 2020, o maior evento de mercado do setor na Região Norte do Brasil. Os destaques ficam por nomes conhecidos como a Globo News, principal canal de notícias...