O Centro de Manaus é um lugar místico. É o ponto de início da cidade, um local de partida, encontros e reencontros. Nele se localizam os principais prédios históricos da cidade como o Teatro Amazonas e o Palácio Rio Negro. O Centro, também, foi responsável por inspirar o realizador audiovisual César Nogueira a produzir “Robert”, um documentário sobre os passeios do fotógrafo Robert Coelho pelos bares da região.

A Saída Fotográfica que se Torna Filme

A ideia para o documentário surgiu de um passeio fotográfico. Enquanto fotografavam o Centro e discutiam as mudanças que a área tem passado, César decidiu filmar suas interações com Coelho. “Foi algo sem grandes pretensões, que se revelou o inicio de um projeto audiovisual e uma obra fechada em si. O conceito da produção é mostrar um fotógrafo falando e vivendo o Centro de Manaus”, comentou. As gravações de “Robert” aconteceram nas primeiras semanas de 2018, ao redor da Praça da Saudade.

Os dois fotógrafos se conhecem desde 2016, quando participaram da produção de “Mormaço Sonoro”, da artista Keyla Serruya. E, desde então, desenvolveram uma amizade que tem como pontos em comum o apreço por fotografia, Manaus e os bares do centro da cidade. Esta proximidade estimulou César a perceber o diálogo que Robert Coelho estabelece com a Manaus Contemporânea. “O Robert tem muitas opiniões interessantes sobre a vida, o universo e tudo o mais. Ele entende muito bem que o Centro é muito mais que seus prédios históricos”, contou.

A parceria também tem sido essencial no processo de produção do documentário. Conforme os cortes são realizados, os dois fotógrafos discutem “o que ainda falta, a potência de suas imagens e o que está apenas ocupando espaço e inchando o documentário”, revelou. Desse modo, segundo César, “as ideias fluem e o que era pra ser uma saída fotográfica vai se tornando um exercício audiovisual que toma corpo para virar uma investigação sobre o Centro de Manaus”, disse o realizador.

A ligação com o Centro

O documentário faz parte de um projeto de César Nogueira de investigar o Centro de Manaus. O fotógrafo, que é natural de Roraima, mora em Manaus há 22 anos e cresceu no bairro, o qual chama carinhosamente de “centroso”. Segundo ele, “o bairro sempre incutiu inquietações artísticas sejam elas de curto, médio e longo prazo. Enquanto crescia, ouvia gente comentar que o Centro não tem nada. Não concordo com isso e naturalmente a vida está me fazendo investigar o meu bairro”, revelou.

Um de seus planos é continuar filmando seus amigos. “Quero saber o que eles pensam do meu bairro e como eu me espelho neles a partir dessa ideia”, disse. Entre os amigos que o fotógrafo queria documentar, encontra-se a artista Selma Bustamante que faleceu no inicio de 2019, com quem César fez parceira na produção do documentário “Purãga Pesika”. “Selma estava na lista, mas nos deixou no Carnaval. Felizmente, a vida me trouxe um projeto de fazer um documentário sobre a vida dela”, revelou. Apesar de não entrar em maiores detalhes sobre esse projeto, o realizador afirmou que será um processo difícil.

A previsão é que “Robert” seja lançado em 2020, primeiramente em festivais e, depois, na internet. Por fim, César espera “que o documentário motive os espectadores a conhecer os bares e tomar cerveja no Centro de Manaus”, contou.

Cine Set abre nova turma para curso online e gratuito de roteiro de cinema

Deseja aprender sobre roteiro de cinema, sobre princípios de roteirização e como histórias são contadas? Então, aproveite a oportunidade: o Cine Set vai realizar a segunda edição online e gratuita do curso “Roteiro de Cinema” com o facilitador Ivanildo Pereira....

Cine Set abre inscrições para selecionar três novos voluntários

O Cine Set anuncia a abertura de três vagas para novos integrantes voluntários. Podem participar pessoas de todo o Brasil interessadas em escrever críticas de cinema e realizar entrevistas para o site.  AS INSCRIÇÕES  Para se inscreverem, os candidatos devem...

Do Ceará à Itália: novos filmes do cinema amazonense participam de série de festivais

Diante de um ano trágico pela crise da Covid-19 em níveis inaceitáveis, perdas de milhares de vidas e próximo de atingir a maior cheia da história inundando diversas cidades do interior, o Amazonas encontra no audiovisual um dos poucos motivos para se orgulhar em...

Webséries amazonenses ganham a internet com iniciantes e veteranos do audiovisual

O mundo do cinema precisou procurar novos caminhos com a pandemia da COVID-19. De alternativa ou segunda opção, o meio online tornou-se fundamental para festivais, eventos de mercado, longas e curtas-metragens chegarem ao público após a impossibilidade de encontros...

‘Graves e Agudos em Construção’: a transgressão esquecida do rock

‘O rock morreu?’ deve ser a pergunta mais batida da história da música. Nos dias atuais, porém, ela anda fazendo sentido, pelo menos, no Brasil, onde o gênero sumiu das paradas de sucessos e as principais bandas do país vivem dos hits de antigamente. Para piorar,...

Cine Set realiza curso online e gratuito de roteiro de cinema em maio

Deseja aprender sobre roteiro de cinema, sobre princípios de roteirização e como histórias são contadas? Então, aproveite a oportunidade: o Cine Set vai realizar a primeira edição online e gratuita do curso “Roteiro de Cinema” com o facilitador Ivanildo Pereira....

À Beira do Gatilho’: primor na técnica e roteiro em segundo plano

Durante a cerimônia de premiação do Olhar do Norte 2020, falei sobre como Lucas Martins é um dos mais promissores realizadores audiovisuais locais ainda à espera de um grande roteiro. Seus dois primeiros curtas-metragens - “Barulhos” e “O Estranho Sem Rosto” -...

‘Jamary’: Begê Muniz bebe da fonte de ‘O Labirinto do Fauno’ em curta irregular

Primeiro trabalho na direção de curtas-metragens de Begê Muniz, conhecido por ser o protagonista de “A Floresta de Jonathas”, “Jamary” segue a trilha de obras infanto-juvenis do cinema amazonense como “Zana - O Filho da Mata”, de Augustto Gomes, e “Se Não”, de Moacyr...

Ator amazonense Adanilo integra elenco do novo filme de Viggo Mortensen

Destaque de curtas locais premiados como “A Menina do Guarda-Chuva" e “Aquela Estrada”, Adanilo encara o desafio do primeiro internacional da carreira. O ator amazonense será um dos protagonistas de “Eureka”, co-produção entre Argentina, EUA, México e Portugal com...

Amazonense ‘O Barco e o Rio’ é selecionado para festival na Espanha

Depois de passagens de sucessos por festivais brasileiros, chegou a hora de “O Barco e o Rio” alcançar novos caminhos: a produção amazonense está selecionada para o Festival Internacional de Cinema de Huesca, na Espanha. O curta-metragem de Bernardo Abinader disputa a...