Chegou a hora do Festival de Cannes 2021: de 6 até 17 de julho, o foco do mundo do cinema estará na Riveira Francesa.

Por isso, Caio Pimenta traz, agora, 10 filmes que disputam a Palma de Ouro para você ficar atento. 

ANNETTE 

Musical do Leos Carax, “Annette” será o filme de abertura do Festival de Cannes. 

Com Marion Cotillard e Adam Driver de protagonistas, o filme mostra um comediante de stand-up precisando cuidar sozinho da filha de 2 anos após a morte da esposa. 

Esta será a terceira vez que o Carax disputa a Palma de Ouro e chega como um dos favoritos ao prêmio principal, especialmente, após o elogiado “Holy Motors”. Ter duas estrelas de Hollywood, um visual arrebatador como vimos no trailer e a possibilidade de reinventar um gênero amado por cinéfilos do mundo inteiro podem jogar a favor de “Annette”. 

Porém, um júri presidido por Spike Lee, um cara super politizado, vai premiar um musical? Fica a dúvida. 

THE WORST PERSON IN THE WORLD 

Diretor de “Oslo, 31 de Agosto” e “Thelma”, Joachim Trier tentará levar a Palma de Ouro pela primeira vez para a Noruega com “The Worst Person in the World”. 

O filme mostra a vida de uma mulher durante quatro anos entre os desafios profissionais e os relacionamentos amorosos na busca saber quem ela realmente é. 

Uma narrativa feminista neste período de alta do assunto no mundo do cinema e na sociedade pode alavancar as chances do filme. Por outro lado, será que o júri não vai querer prestigiar um longa dirigido por uma mulher se for por esta tendência? 

BERGMAN ISLAND 

A opção por uma cineasta mulher pode ser a Mia Hansen-Love. Ela chega à Cannes com “Bergman Island”. 

Protagonizado por Vicky Krieps e Tim Roth, o filme mostra um casal de cineastas americanos viajando para o local que inspirou o mestre Ingmar Bergman no intuito de escrever futuros roteiros. Porém, no decorrer da viagem, as linhas entre ficção e realidade se misturam. 

Filmes sobre cinema sempre são sedutores demais e ainda fazendo referência ao Bergman, olha, não dá para descartar; Duas curiosidades: a Mia Hansen-Love já venceu o prêmio especial do júri da Mostra Um Certo Olhar com “O Pai dos Meus Filhos” e “Bergman Island” é produzido pela RT Features, do brasileiro Rodrigo Teixeira. 

TRE PIANI 

O Nanni Moretti é um queridinho de Cannes: já levou a Palma de Ouro com “O Quarto do Filho”, venceu Melhor Direção, prêmio do júri. Até quando faz filmes ruins está na seleção. Em 2021, não é diferente. 

O italiano concorre com “Tre Piani”, obra que mostra três famílias vivendo em um condomínio. Cada uma das famílias representa três diferentes instâncias freudianas da personalidade – ‘Id, Ego e Superego’. 

Talvez não seja à Palma de Ouro, mas, “Tre Piani” pode beliscar prêmios de roteiro ou atuação. 

A HERO 

Asghar Farhadi já levou dois Oscars de filme em língua não inglesa. Ganhou também o Urso de Ouro do Festival de Berlim e o Globo de Ouro. Será que chegou a hora de levar a Palma de Ouro? 

Os detalhes da história de “A Hero” ainda não foram divulgados, mas, a expectativa pelo projeto é tão alta que a Amazon Studios já adquiriu o projeto para distribuição nos EUA mirando uma possível indicação no Oscar 2022. 

Vale muito ficar de olho neste filme. 

RED ROCKET 

O Sean Baker ficou conhecido por filmes como “A Tangerina” e “Projeto Flórida”. Agora, ele chega pela primeira vez em Cannes com “Red Rocket”. 

A história mostra um cafetão que vive do dinheiro de mulheres da indústria de filmes pornográficos voltando para a sua pequena cidade no Texas. Lá, vivem a ex-mulher e sogra dele. Durante o passar dos dias, ele conhece uma jovem garota chamada Strawberry e volta aos velhos hábitos. 

Se “A Hero” foi comprado pela Amazon, “Red Rocket” tem o apoio da A24, ou seja, a chance de termos um grande filme é enorme. 

MEMORIA 

Em 2010, “Tio Boonmee, Que Pode Recordar Suas Vidas Passadas” surpreendeu o mundo e levou a Palma de Ouro para a Tailândia pela primeira vez. O diretor Apichatpong Weerasethakul tentará a segunda vitória com “Memoria”. 

O filme traz a Tilda Swinton interpretando uma escocesa notando sons estranhos enquanto viajava pela Colômbia. Logo ela começa a pensar sobre aparência desta sonoridade. 

Certamente, deve ser um filme de ambientação, sensorial no melhor estilo do que foi o “Tio Boonmee”. A questão é como saber, em tempos tão agitados política e socialmente, esse tipo de produção será recebida. É uma incógnita. 

BENEDETTA 

O Paul Verhoeven já disputou a Palma de Ouro com “Instinto Selvagem” e “Elle”. Agora, ele chega com outro filme que aposta também na sensualidade e polêmica. 

“Benedetta” traz uma freira italiana sofrendo surtos com visões religiosas e eróticas. Ela irá contar com o apoio de uma ajudante, porém, as duas vão se apaixonar, o que pode provocar um escândalo de proporções gigantescas. 

O Festival de Cannes segurou o máximo que pode “Benedetta”: a produção estava prevista para estrear na edição de 2020, cancelada por conta da pandemia. O estilo provocador do Verhoeven pode casar bem, por exemplo, com o Spike Lee, presidente do júri, e do Kleber Mendonça Filho, outro jurado. 

Coloco fé de que o filme pode fazer bonito em Cannes. 

AHED’S KNEE 

Nadav Lapid brilhou no Festival de Berlim em 2019 com “Synonymes”. Agora, o israelense disputa a Palma de Ouro pela primeira vez com “Ahed´s Knee”. 

Um cineasta israelense se joga em meio a duas batalhas condenadas ao fracasso: uma contra a morte da liberdade, outra contra a morte de uma mãe. 

Minha aposta é que ganhe algum prêmio do júri. Mais do que isso seria uma surpresa. 

A CRÔNICA FRANCESA 

Para fechar a lista, temos o candidato pop da Palma de Ouro. 

Com toda sua simetria, direção de arte e figurinos belíssimos, o Wes Anderson chega a Cannes com “A Crônica Francesa”. Ambientado em uma fictícia cidade na França, o filme mostra um grupo de jornalistas atrás de boas histórias para os seus leitores. 

“A Crônica Francesa” pode se beneficiar tanto de uma busca pela leveza sempre bem-vinda neste momento de pandemia aliada à defesa do jornalismo, símbolo da democracia e tão combalido hoje em dia pelas fake news. Caso vença, o filme devolve a Palma de Ouro aos EUA após 10 anos da conquista de “A Árvore da Vida

Oscar 2023: Quem Pode Surgir na Disputa? – Parte 7

No especial dos candidatos do Oscar 2023, Caio Pimenta traz uma lista com oito filmes brasileiros que podem representar o país. MEDUSA https://www.youtube.com/watch?v=3yW1VUtYXN0 A lista começa com “Medusa”, novo filme de Anita Rocha da Silveira.   Premiado no...

Oscar: TOP 10 Maiores Esnobadas nos Anos 1950

De Charlton Heston a "Cantando na Chuva", Caio Pimenta traz as 10 maiores esnobadas do Oscar nos anos 1950. 10. CHARLTON HESTON, por "OS DEZ MANDAMENTOS" Em 1957, o épico bíblico “Os Dez Mandamentos”, obteve sete indicações ao Oscar. Ainda assim, uma esnobada deixou...

Oscar 2023 – Quem Pode Surgir na Disputa? – Parte 6

Do novo "Avatar", de James Cameron, a "The Killer",de David Fincher, Caio Pimenta aponta mais 10 candidatos ao Oscar 2023. "ASTEROID CITY" Após “A Crônica Francesa” decepcionar, o Wes Anderson busca o retorno ao Oscar com “Asteroid City”, uma história de amor na...

Oscar: TOP 10 Resultados Injustos dos Anos 1950

De Bette Davis a "Assim Caminha a Humanidade", Caio Pimenta traz os 10 resultados mais injustos do Oscar nos anos 1950. https://www.youtube.com/watch?v=Ql_0XmMPw2U 10. GEORGE STEVENS EM MELHOR DIREÇÃO...

Oscar 2023 | Quem Pode Surgir na Disputa? – Parte 5

De Carey Mulligan à nova parceria Martin Scorsese e Leonardo DiCaprio, chegou a hora da quinta parte de candidatos rumo ao Oscar 2023. https://www.youtube.com/watch?v=DmzN-jKKGUo 13 VIDAS  O Ron Howard quebrou a cara em 2021 ao apostar em “Era uma vez um Sonho”. Para...

Oscar: TOP 10 Ganhadores de Melhor Atriz na Década de 1950 

De Olivia de Havilland a Susan Hayward, Caio Pimenta apresenta o TOP 10 dos vencedores do Oscar de Melhor Atriz nos anos 1950.  10. JUDY HOLLIDAY, por "NASCIDA ONTEM" A interpretação mais fraca a vencer o Oscar de Melhor Atriz nos anos 1950 vem da cerimônia de 1951. ...

Oscar 2023 | Quem Pode Surgir na Disputa? – Parte 4

De Jordan Peele a David O. Russell, chegou a hora da terceira parte de candidatos rumo ao Oscar 2023.  https://www.youtube.com/watch?v=B-w9rivGhKI DOCUMENTÁRIO SIDNEY POITIER  Ganhadora do Oscar deste ano com “Coda”, a Apple já mira sim a edição do ano que vem, pelo...

Oscar: O Melhor e o Pior das Indicações de Sean Penn

De "Os Últimos Passos de um Homem" a "Milk", Caio Pimenta analisa da pior à melhor indicação da carreira de Sean Penn. https://www.youtube.com/watch?v=ZmYMmJ_F3Vs 5. UMA LIÇÃO DE AMOR  Em 2002, Sean Penn surgiu na lista pelo trabalho em “Uma Lição de Amor”.  Ainda que...

Oscar 2023 | Quem Pode Surgir na Disputa? – Parte 3

De "Elvis", de Baz Luhrmann, a “Don´t Worry Darling", com Harry Styles, Caio Pimenta aponta mais 10 candidatos ao Oscar 2023. CRIMES OF THE FUTURE  https://www.youtube.com/watch?v=DV0saNig-v4 Voltando aos cinemas oito anos após “Mapas para as Estrelas”, o David...

Oscar: O Melhor e o Pior das Indicações de Jack Nicholson

De "Easy Rider" a "As Confissões de Schmidt", Caio Pimenta analisa da pior à melhor indicação da carreira de Jack Nicholson. https://youtu.be/GKDEjmzt8O8