Ao longo de cinco dias serão exibidos 36 curtas-metragens produzidos nos estados da Bahia, Goiás, Minas Gerais e no Distrito Federal. Os filmes podem ser acessados de forma gratuita ao longo dos cinco dias do evento pelo site www.cinebaru.com.br.

Neste ano, a mostra contou com a inscrição de 135 produções audiovisuais. Foram selecionados 36 curtas-metragens, sendo 27 filmes para a Mostra Competitiva Regional e 9 filmes para a Mostra Sertãozin (infantojuvenil). A curadoria, composta por integrantes da equipe e convidadas externas, teve um olhar especial para filmes dirigidos e/ou protagonizados por mulheres, negras, negros, indígenas e LGBTQIA+.

Na última noite do evento, um júri composto por cineastas, produtores culturais e ativistas anunciará na live de encerramento o melhor filme da Mostra Competitiva Regional e reconhecerá outras três produções audiovisuais com menções honrosas. Os troféus, produzidos pelo artesão Valdiney Carvalho, serão enviados aos ganhadores.

O objetivo da mostra segue inabalável: democratizar o acesso ao cinema e fortalecer a produção audiovisual realizada no território baiangoneiro. “A mostra busca trazer um olhar sensível para esses territórios e celebrar o cinema no sertão-cerrado, sua diversidade, suas tradições, povos e lutas”, afirmam os integrantes do coletivo Ecos do Caminho, idealizadores do evento.

Ao longo de seus 5 anos de existência, o CineBaru já recebeu 682 inscrições e exibiu 150 filmes de forma presencial e remota. Além disso, mantém há quatro anos uma frutífera parceria com o SescTV por meio do Prêmio Aquisição SescTV.

Produção territorial e escrita afetiva – O CineBaru também realiza atividades de formação e expressão criativa. Uma delas é o projeto Meu cinema, nosso território, que tem como objetivo a produção de um filme autoficcional com direção coletiva. O edital recebeu 16 inscrições e selecionou cinco diretores residentes no sertão do norte e noroeste mineiro para co-dirigirem um curta-metragem de até 15 minutos. A produção já está em curso e finalizará em junho. O curta-metragem produzido será lançado em julho nos canais do CineBaru.

Outra ação que acontece neste ano é o Chamado de Cartas, um convite aos profissionais do audiovisual, artistas, estudantes, ativistas e representantes da sociedade civil, residentes ou com forte vínculo com o território baiangoneiro, para que escrevam cartas endereçadas a um cinema do futuro. As cartas escritas podem ser enviadas por correio e as cartas em áudio podem ser enviadas por whatsapp. 

Financiamento Para custear a produção do CineBaru e fortalecer as ações em prol da democratização do cinema no território baiangoneiro, a mostra segue com a campanha de financiamento coletivo (acesse aqui).

O CineBaru – Mostra Sagarana de Cinema também tem o apoio financeiro da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais e do Governo Federal, via Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc – LAB.

com informações de assessoria

foto: Bruno Graziano

‘Jamary’ representa o Amazonas no Festival de Cinema Brasileiro Fantástico

Depois de uma boa passagem pelo Cinefantasy 2021, "Jamary" será o filme do Amazonas na primeira edição do Festival de Cinema Brasileiro Fantástico. O evento online e gratuito ocorre entre os dias 12 e 18 de maio e vai exibir longas e curtas-metragens divididos em três...

Retrospectiva online e gratuita celebra os 10 anos do Amazônia DOC

O Amazônia DOC - Festival Pan-Amazônico de Cinema apresenta até 30 de maio a Mostra Especial 10 anos, que reúne exibição de mais de 35 filmes por meio da plataforma de streaming AmazôniaFlix, bate-papos e oficinas sobre cinema e audiovisual, masterclass e sessão...

Poemas são transformados em videoartes em projeto na zona norte de Manaus

Transformar poemas em videoarte. Esse é o objetivo do projeto “Exposição Digital - Videopoesias na rua”. Nele, o artista amazonense Rafael Cesar revitaliza poemas do primeiro livro ao lado de obras inéditas escritas durante a pandemia da COVID-19 em uma combinação com...

Gratuito, festival online CineBaru traz filmes da BA, MG, GO e DF

Ao longo de cinco dias serão exibidos 36 curtas-metragens produzidos nos estados da Bahia, Goiás, Minas Gerais e no Distrito Federal. Os filmes podem ser acessados de forma gratuita ao longo dos cinco dias do evento pelo site www.cinebaru.com.br. Neste ano, a mostra...

‘Manaus Hot City’ concorre a vaga em Melhor Curta do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro

O cinema amazonense segue colecionando boas notícias: “Manaus Hot City” está na disputa por uma das vagas da categoria de Melhor Curta-Metragem de ficção do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro de 2021, organizado pela Academia Brasileira de Cinema. Caso consiga ser...

Animação amazonense ‘O Menino que Ouvia a Natureza’ está disponível no YouTube

A animação “O Menino que Ouvia a Natureza”, do designer Brendo Balieiro, estreou no YouTube, no último domingo (25/04). O projeto foi contemplado pelo Concurso Público Edital nº 05/2020 – Programa Cultura Criativa 2020/ Lei Aldir Blanc – Prêmio Feliciano Lana, na área...

10 Filmes com Matt Damon que valem a pena ser vistos

Com um talento extraordinário, Matt Damon encara de frente vários gêneros de filmes, apesar de ser reconhecido mais pelos de ação. Nosso compilado de produções incluem vários títulos que merecem ser vistos e revistos: O Talentoso Ripley Tom Ripley já foi vivido no...

Cine Bodó 2021 realiza formação audiovisual de jovens na periferia de Manaus

Para além das notícias policiais, para dentro das telas. É assim que o projeto Cine Bodó, propõe formação e produção de cinema dentro  das periferias de Manaus. Em sua 5ª edição, a iniciativa já atingiu mais de 300 jovens e adolescentes, passou por mais de 16...

Curta amazonense de Walter Fernandes vence festival no Rio de Janeiro

O cinema amazonense segue colecionando prêmios em festivais nacionais: agora, foi a vez de "Graves e Agudos em Construção" levar o prêmio de Melhor Curta-Metragem nacional na sétima edição do Festival Brasil de Cinema Internacional, realizado no Rio de Janeiro entre...

Festival POE de Cinema Fantástico fecha parceria com Darkflix em edição inclusiva

Em sua 6ª edição, o Festival POE de Cinema Fantástico se adapta às estruturas online com uma nova maneira de exibição de seus filmes e uma nova categoria para trazer maior diversidade ao evento. Entre os dias 21 e 30 de abril, serão exibidos 68 filmes na programação,...