“A Febre” pode até não ter conseguido a vaga brasileira para o Oscar 2021, porém, isso não significa que a produção de Maya Da-Rin ficará fora do circuito norte-americano. Distribuidora baseada no Brooklyn, a KimStim adquiriu os direitos do longa para os EUA. O filme, aliás, terá a primeira exibição em Nova York no mês de dezembro dentro do New Directors/New Films, festival organizado anualmente pela Film Society of Lincoln Center e o Museu de Arte Moderna de Nova York.

O filme é representado nos mercados internacionais pelo produtor francês Pierre Menahem, da empresa de vendas internacional Still Moving. No catálogo de longas comprados por ele nos últimos anos estão o francês “O que arde”, de Oliver Laxe, o documentário “Isto Não É um Filme”, de Jafar Panahi, o japonês “O Fim da Viagem, O Começo de Tudo”, de Kiyoshi Kurosawa, e “Jeannette: a infância de Joana D’Arc”, de Bruno Dumont.

Em cartaz nos cinemas brasileiros desde a última quinta-feira, 12 de novembro, “A Febre” narra a história de Justino, um indígena do povo Desana que trabalha como vigilante em um porto de cargas e vive na periferia de Manaus. Desde a morte da esposa, sua principal companhia é a filha Vanessa, que está de partida para estudar Medicina em Brasília. Com o passar dos dias, Justino é tomado por uma febre forte. Durante à noite, uma criatura misteriosa segue seus passos. Durante o dia, ele luta para se manter acordado no trabalho. Porém, sua rotina no porto é transformada com a chegada de um novo vigia. Nesse meio tempo, seu irmão vem de visita e Justino relembra a vida na aldeia, de onde partiu há mais de vinte anos. 

Na estreia mundial, no Festival de Locarno, na Suíça, “A Febre” levou três prêmios: o Leopardo de Ouro de Melhor Ator para Regis Myrupu, amazonense natural de São Gabriel da Cachoeira, o prêmio da crítica internacional FIPRESCI e o prêmio “Environment is Quality of Life”. “A Febre” foi eleito ainda Melhor Filme em festivais na França, China, Argentina, Portugal, EUA, Uruguai, Chile, Peru, Alemanha e Espanha. No Brasil, o filme conquistou cinco candangos no 52º Festival de Brasília – Melhor Longa-Metragem, Melhor Direção, Melhor Ator para Regis Myrupu, Melhor Som e Melhor Fotografia – além dos prêmio de Melhor Direção e Prêmio Especial do Júri no Festival do Rio e Melhor Filme e Melhor Som no Janela Internacional de Cinema do Recife.

Karim Ainouz representa o cinema brasileiro no Festival de Cannes 2021

O Festival de Cannes divulgou a lista de filmes selecionados para a aguardada edição de 2021 na quinta-feira, 3 de junho, e a América Latina não teve vez na disputa pela Palma de Ouro: nenhum longa da região irá concorrer ao prêmio máximo do evento na Riviera...

Projeto da Universidade Federal de Sergipe realiza Mostra de Cinema Nortista

O projeto UFS | Cine Vitória online está de volta com a sua segunda edição. O projeto tem o intuito de estimular o cinema e continuar, de forma remota, o trabalho feito pelo Cinema Vitória, a única sala de cinema de arte do estado desde 1934. Serão diversas produções...

Sobre Jazz, Cinema, Bate-Papos e saudades de um tempo sem pandemia

Entre as muitas coisas que a pandemia da Covid-19 nos tem tirado – a tranquilidade, a vontade de sair à rua, as pessoas queridas que se foram –, a perda das experiências culturais compartilhadas é uma ausência que cala particularmente fundo.  Essa perda é ainda mais...

Inscrições abertas para masterclass gratuita com Jorge Bodanzky

Estão abertas as inscrições para a masterclass ministrada pelo cineasta Jorge Bodanzky, na terça-feira, 1 de junho, às 17h00. O evento faz parte da programação da Mostra Ecofalante de Cinema-Semana do Meio Ambiente: Especial Amazônia, em parceria com a Spcine....

Bruna Linzmeyer e Linn da Quebrada são atrações do Festival de Finos Filmes

Entre 2/6 e 6/6, o VIII Festival de Finos Filmes leva seis debates ao canal de YouTube do Museu da Imagem e do Som – instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa  do  Governo do Estado de São Paulo. Bruna Linzmeyer, Linn da Quebrada, Alê Santos, Christian...

Filmes sobre Jair Rodrigues e Yamandu Costa serão atrações do In-Edit Brasil

O IN-EDIT BRASIL – Festival Internacional do Documentário Musical chega à sua 13ª edição e acontece de 16 a 27 de junho, com mais de 50 filmes nacionais e internacionais inéditos no circuito comercial. Pelo segundo ano consecutivo, o festival será online, alcançando...

Cardume se torna a nova opção de streaming de curtas brasileiros

Atores e produtores da cena independente, Daniel Jaber e Luciana Damasceno conhecem bem a batalha que é fazer cinema no Brasil. Entusiastas do formato curta-metragem, também sabem a dificuldade que é conseguir exibir os filmes depois de prontos, tendo visto muitos de...

Embaúba Play estreia como novo opção de streaming para o cinema brasileiro

A cinefilia nacional conta com uma nova plataforma, a Embaúba Play (http://embaubaplay.com), com uma proposta inédita no país: oferecer boa parte da produção nacional recente, a preço acessível, trazendo inclusive obras inéditas em circuito comercial, que foram...

‘Enterrado no Quintal’ vence Mostra Brasil do Festival de Cinema do Meio do Mundo

O curta-metragem "Enterrado no Quintal", dirigido por Diego Bauer, venceu o prêmio de Melhor Filme da Mostra Brasil do 3º Festival de Cinema do Meio do Mundo, FESTCIMM. O filme amazonense foi escolhido o vencedor dentre os 17 filmes que compunham a Mostra Brasil do...

‘Jamary’ representa o Amazonas no Festival de Cinema Brasileiro Fantástico

Depois de uma boa passagem pelo Cinefantasy 2021, "Jamary" será o filme do Amazonas na primeira edição do Festival de Cinema Brasileiro Fantástico. O evento online e gratuito ocorre entre os dias 12 e 18 de maio e vai exibir longas e curtas-metragens divididos em três...