“O risco de um novo incêndio é real”. 

Esta frase aparece no segundo parágrafo, quarta linha do manifesto dos trabalhadores da Cinemateca Brasileira divulgado no dia 12 de abril de 2021 – leia abaixo.  

Naquele momento, a instituição com o maior acervo audiovisual da América Latina e registros fundamentais da nossa História jazia abandonada há nove meses após o Governo Bolsonaro tomar o controle do órgão da Associação Comunicação Educativa Roquette Pinto (Acerp) 

O incêndio ocorrido na quinta-feira, 29 de julho, no galpão da Cinemateca pode ser encarado como algo além de uma tragédia anunciada. É possível dizer com todas as letras que se trata de uma tragédia planejada. 

DESTRUIÇÃO LENTA E GRADUAL 

Como aponta João Cezar Castro da Rocha, professor da Universidade Federal Fluminense e autor do livro “Guerra Cultural e a Retórica do Ódio: crônicas do Brasil”, a partir de uma lógica de inimigos internos e do discurso de revanche, revisionista dos militares, o governo Bolsonaro promove uma destruição em massa das instituições do país.  

Nisso, a Fundação Palmares se vê comandada por um sujeito completamente oposto à proposta da entidade, temos um ex-ministro da Educação sem a menor educação e um ex-ministro do Meio Ambiente inimigo da floresta. Se perguntar ao presidente e seu fiel séquito o que se pretende construir, sobrarão xingamentos para a falta de respostas.

Considerado foco de comunistas (palavrinha doce na boca da seita) e de oposição a pensamentos autoritários por natureza, o setor cultural, entretanto, ganhou especial dedicação neste projeto. Diferente da forma atabalhoada de destruição de políticas públicas históricas em outros setores – toda a crise da vacinação contra a Covid-19 jogou fora a imagem do país do Zé Gotinha e de campanhas de imunização bem-sucedidas, por exemplo –, a cultura foi “privilegiada” com uma estratégia mais discreta de asfixia. Afinal, para que acabar com tudo de imediato se você pode exterminar o setor lenta e gradualmente?  

Desta forma, Bolsonaro não apenas garante a paralisia de toda uma cadeia produtiva incômoda a ele e ao governo sem chegar a acabar com nada como ainda permite o prolongamento das justas reinvindicações e protestos do setor, fomentando a guerra cultural defendida pelo mentor da ala ideológica, Olavo de Carvalho, executada pelo capacho Mário Frias e alimentada pela seita/milícia virtual orquestrada por Carlos ‘Carluxo’ Bolsonaro. O processo vem sendo registrado pelo Cine Set como você pode acompanhar na série ‘Ataques do Governo Bolsonaro ao Cinema Brasileiro’ (2019 e 2020) e diariamente em nossas postagens nas redes sociais. 

AVISOS POR TODOS OS LADOS 

O roteiro da destruição das instituições se encaminha para o clímax em 2022 com a tentativa de descredibilizar o sistema eleitoral e aplicar um autogolpe para que Bolsonaro permaneça no poder com apoio das Forças Armadas e, se tudo der certo, com o fechamento do Supremo Tribunal Federal. Em bom português, um Golpe de Estado.  

Igual ocorrera com a Cinemateca, os avisos estão por todos os lados. Porém, a arrogância dos canalhas e a complacência daqueles que não se importam fazem o barco seguir rumo à tempestade como se nada estivesse acontecendo.  

Pagam para ver e, depois da barbárie, ou 1) adotam a postura cara de pau de quem nada tem a ver com isso (Frias chegou a dizer que suspeita de incêndio criminoso na Cinemateca – seria uma confissão?) ou 2) postam hashtags, fazem vídeos nas redes demonstrando espanto com aquilo que estava evidente – mas, seguem com seus temores de delírios comunistas, claro.  

A coincidência do horário do incêndio na Cinemateca destruindo parte do nosso passado com a patética live do presidente em que provou não ter provas contra a urna eletrônica não é à toa.

Soa como um prenúncio para o pior. 

Os 10 Maiores Ataques do Governo Bolsonaro Contra o Cinema Brasileiro em 2021

A escalada do governo Bolsonaro contra a cultura brasileira não é novidade como apontamos nos especiais feitos em 2019 e 2020 dos ataques ao setor do cinema. Neste ano, assistimos ao ápice deste processo: o incêndio em uma unidade da Cinemateca no dia 29 de julho.   O...

Tela Amazônia: nova plataforma busca conectar audiovisual do Norte do Brasil

Produtora responsável pelo único evento voltado para o mercado audiovisual na Região Norte do Brasil (o Matapi), a Leão do Norte inaugura, nesta quarta-feira (15), a Tela Amazônia. A plataforma online traz como principal missão ser o ponto de conexão entre...

Nova minissérie brasileira da HBO, ‘O Hóspede Americano’ mostra expedição de Theodore Roosevelt pela Amazônia

A minissérie “O Hóspede Americano” é a mais nova aposta brasileira da HBO. Criada e produzida por Bruno Barreto (“O Que é Isso Companheiro?”) com roteiro de Matthew Chapman (“O Júri” e “Flores Raras”), a trama é baseada em uma história real e retrata a expedição do...

Festival de Veneza 2021: 10 Filmes Para Ficar de Olho

De “Duna” a “Spencer”, Caio Pimenta apresenta 10 filmes para você ficar atento durante o Festival de Veneza entre 1 a 11 de setembro. https://www.youtube.com/watch?v=SIYoRsjxKCI THE HAND OF GOD    https://www.youtube.com/watch?v=CFUVnhUsNws O último Oscar conquistado...

Obra de Dráuzio Varella volta a ganhar as telas no documentário ‘Encarcerados’

As experiências de Drauzio Varella no sistema prisional de São Paulo ganharam um novo capítulo. Nesta quinta-feira (26/08), será lançado "Encarcerados", documentário de Claudia Calabi, Fernando Grostein e Pedro Bial, baseado no livro "Carcereiros", lançado por Dráuzio...

Cidade do México ganha destaque em ‘Toda La Sangre’, nova série do Starzplay

O Cine Set acompanhou a coletiva de imprensa virtual que marcou o início das gravações do seriado mexicano "Toda La Sangre". Baseada em uma série de livros de Bernardo Esquinca, a produção comandada pelo showrunner (e vencedor do Emmy Internacional) Zasha Robles terá...

‘Balada Sangrenta’: da Jamaica para o mundo

https://open.spotify.com/album/4oxdKcC9epGo9viy1j8fN7?si=mFbELJ-WT8qiP-guSyuWAw&dl_branch=1 Em 1972, o mundo não poderia esperar por um filme que combinasse a propulsão e o senso épico do western, uma história clássica de ambição desviada para o crime, uma...

Remake de sucesso argentino, ‘Dois + Dois’ aborda swing com mais romance e menos sexo

Em seu primeiro trabalho na direção, Marcelo Saback, roteirista de sucessos do cinema brasileiro como "De Pernas pro Ar" e "Loucas pra Casar", resolveu se aventurar na missão de conduzir o remake da comédia argentina "Dois + Dois" (2012). A adaptação homônima tem...

Cine Set fará cobertura especial do Festival de Locarno 2021

Perto de completar sete anos, o Cine Set dá um belo presente de aniversário para você, leitor do site: a cobertura do Festival de Locarno. O evento na Suíça está previsto para ser realizado entre os dias 4 e 14 de agosto deste ano.  Por conta da pandemia da COVID-19 e...

HBO Max lança ‘Os Ausentes’, primeira série brasileira do streaming

Grande novidade do streaming no país em 2021, a HBO Max prepara a estreia da primeira série brasileira da plataforma. “Os Ausentes” traz a rotina de uma agência homônima especializada em investigar desaparecimentos. Criada pelo ex-policial Raul Fagnani (Erom...