Principal evento de mercado audiovisual da Região Norte, o Matapi 2020’ chega à terceira edição com novo formato: o evento será 100% online entre os dias 25 e 28 de novembro. Debates sobre a produção audiovisual na Amazônia, bate-papo com players e mercados nacionais e internacionais, clínicas jurídicas, diálogos formativos e espaço de com áreas criativas farão parte da programação aberta para interessados de todo o Brasil. 

Organizado pelas produtoras amazonenses Dabacuri e Leão do Norte, o ‘Matapi – Mercado Audiovisual do Norte’ traz como principal missão reunir agentes e profissionais do audiovisual, estudantes e demais interessados em discutir, além de fomentar a cadeia produtiva do setor, contribuindo para a conexão de realizadores, produtores e players, a capacitação de profissionais do setor e o empreendedorismo visando a geração de novas oportunidades.  

Pacotes para participação no evento serão disponibilizados em breve no site do Matapi (clique aqui). Em 2020, diferente das duas primeiras edições, não serão realizadas rodadas de negócios, consultorias de projetos e pitchings. 

PAN-AMAZÔNIA EM DEBATE 

 

“Quem faz e para quem é feito o audiovisual nortistaamazoneidades, representatividades diversas, desconstrução do pensamento exotificante, articulação com os países da Pan-Amazônia e análise dos novos formatos narrativos”. Estes serão, segundo a organização, pensamentos norteadores a serem debatidos durante os três dias de evento.  

Trazendo o recorte da Pan-Amazônia, o ‘Matapi 2020’ busca debater os desafios de produção, as temáticas afro-indígenas, o estágio e desigualdades das produtoras e seus projetos na perspectiva da regionalidade internacional. No caso da região Norte do Brasil, serão abordadas as singularidades de produção, as necessidades de formação específicas e as formas e estratégias de se inserir e dialogar com o movimento de mercado, até hoje, muito pautado a partir do sudeste do país.   

“Ao participarmos de uma mesa sobre a produção na Pan-Amazônia no Talents Latinoamerica, a convite do espaço de mercado do Festival de Guadalajara, em agosto de 2020, compreendemos que a discussão apenas se iniciava. Com o entendimento de que não nos pautamos a partir de um centro, mas que somos responsáveis pela criação de novos centros, tomamos para nós o desafio de fazer do Matapi, este espaço catalisador de pensar uma produção amazônica para além das fronteiras” afirma Rodrigo Antonio, sócio da Leão do Norte e organizador do evento.  

AMÉRICA LATINA EM FOCO E PARCEIROS

 

Desta forma, a programação do Matapi 2020 ainda terá como foco os diálogos e estudos de caso centrados em países da Centro-américa e Caribe, compreendendo a internacionalização de projetos a partir de filmes e trajetórias de realizadores que vivenciam o ser e estar da identidade sociopolítica como um aspecto fundante de suas obras.

“Acreditamos que as trocas com a América Latina podem despertar os produtores da região para construção de carreira de suas obras mais próxima de suas realidades de produção e temas”, complementa Rodrigo.

Segundo a organização, toda a programação do Matapi 2020 surge de forma complementar e dialógica com os outros eventos e iniciativas nacionais, regionais e locais através de uma rede de parcerias, incluindo, o goiano SAPI (Seminário Audiovisual Para Produtoras Independentes) e o NordesteLab, que já conta com mais de 35 players confirmados em suas rodadas de negócios e inscrições abertas até 13 de setembro.

com informações de assessoria

Laboratório de argumentos para longas, Manaó Cinelab abre inscrições gratuitas

Oportunidade rara para quem deseja estudar cinema em Manaus: um laboratório para desenvolvimento de argumento de longas-metragens será promovido pela produtora Tamba-Tajá Criações. Iniciativa gratuita, o 'Manaó Cinelab: Em busca da escrita perfeita' terá 10 vagas,...

Animação pós-apocaliptíca representa o Amazonas no Festival de Gramado 2021

O Festival de Gramado volta seu olhar novamente para a produção amazonense: a animação "Stone Heart" será o representante do Estado na mostra de curtas nacionais, a mesma vencida em 2020 por "O Barco e o Rio", de Bernardo Abinader. Dirigido pelo parintinense Humberto...

Camila Henriques e Pâmela Eurídice são as duas novas representantes do Amazonas na Abraccine

O Amazonas ganhou mais dois novos nomes na Abraccine - Associação Brasileira de Críticos de Cinema: Camila Henriques e Pâmela Eurídice estão entre as novas integrantes da entidade existente desde 2011. A dupla se junta a Susy Freitas, primeira amazonense selecionada...

‘Os Segredos do Putumayo’, de Aurélio Michiles, é selecionado para festival na Irlanda

O filme "Segredos do Putumayo", dirigido pelo amazonense Aurélio Michiles, é um dos destaques do festival irlandês Galway Film Fleadh que acontece entre os dias 20 e 25 de julho. Ainda inédito nos cinemas brasileiros, conta com a distribuição global da O2 Play. O...

Cineclube Olhar do Norte terá debates sobre grandes filmes do cinema brasileiro

Principal festival de cinema da atualidade em Manaus, o Olhar do Norte prepara uma novidade para 2021: o Cineclube Olhar do Norte. Com a exibição e o debate de importantes filmes do cinema amazonense e brasileiro recentes, a iniciativa irá marcar a inauguração do site...

‘A Terra Negra dos Kawá’ e ‘Manaus Hot City’ vencem prêmios em festivais nacionais

O cinema amazonense segue acumulando conquistas importantes em festivais nacionais e internacionais. Três curtas-metragens locais - "A Terra Negra dos Kawá", de Sérgio Andrade, "Manaus Hot City", de Rafael Ramos, e "Graves e Agudos em Construção", de Walter Fernandes...

Cinemas de Manaus são autorizados a reabrirem após seis meses

Os cinemas de Manaus estão autorizados a reabrirem a partir da próxima segunda-feira, dia 28 de junho. A decisão foi tomada pelo Comitê Intersetorial de Enfrentamento à Covid-19, do Governo do Amazonas. Para a retomada, as empresas deverão obedecer as normas...

UEA estuda retorno do curso de audiovisual para 2022

A vitória de “O Barco e o Rio” com cinco Kikitos no Festival de Gramado 2020 simbolizou os avanços do cinema amazonense cada vez mais presente em eventos nacionais e internacionais. Um vácuo, entretanto, insiste em permanecer: a ausência de um curso regular do setor...

Cinemas de Manaus completam seis meses fechados em meio a incerteza de reabertura

O gráfico sobre a participação de filmes brasileiros nos cinemas por Estados em 2021 aparece sem a presença do Amazonas. Caso incluísse as produções estrangeiras, a imagem permaneceria a mesma. O informativo, disponível no Observatório Brasileiro do Cinema e...

Com curadoria do Matapi, streaming do Itaú Cultural apresenta filmes do Norte do Brasil

No Dia do Cinema Brasileiro, um presente para os cinéfilos: o Itaú Cultural lança, neste sábado (19), um streaming dedicado às produções do país. O catálogo oferece mais de cem títulos já na estreia e é composto de filmes, séries, programas de TV, festivais e mostras...