Responsável pelos populares cursos de cinema do Museu Amazônico da Universidade Federal do Amazonas, Thiago Morais viu o curta “A Estranha Velha que Enforcava Cachorros”, produzido como trabalho de conclusão de curso em audiovisual na Universidade do Estado do Amazonas (UEA), circular festivais (inclusive, internacionais) e acumular prêmios. Agora, ele retorna com um novo filme para, quem sabe, alçar voos ainda maiores. 

“Beto” conta a história de uma família que vive em uma comunidade amazônica e tem sua rotina mudada com a chegada da pandemia. Jean Palladino é o personagem-título e lidera o elenco que ainda conta com Francine Marie (Jojô), Regina de Benguela (Waldi) e Amauri Santana (Bazinho). 

“Os atores tiveram total entrosamento, o que facilitou muito o trabalho, pois parecia uma família de verdade”, declarou Thiago. “Foi renovador e gratificante participar das gravações junto com uma equipe de pessoas competentes, num set tranquilo e com pura conexão com a natureza. Foram dias de dinamismo, com ritmo acelerado, mas conseguimos um excelente resultado”, afirmou Regina. 

GRAVAÇÕES EM TEMPOS DE PANDEMIA

Equipe gravou o filme durante três dias em dezembro.

 

Contemplado no Prêmio Manaus de Conexões Culturais – Lei Aldir Blanc, o curta foi gravado na Comunidade de Nossa Senhora do Livramento entre os dias 11 e 13 de dezembro com uma a logística adaptada aos tempos de pandemia. A equipe ficou hospedada em uma pousada durante os três dias. Foram contratados dois barqueiros da comunidade para transportar equipe e equipamentos, já que o acesso à locação do filme ficou distante, devido à estiagem amazônica. “Tínhamos álcool em gel e máscaras disponíveis para todos os membros da equipe, que foi solícita ao uso. Ninguém adoeceu”, declarou Thiago. 

Para o assistente de fotografia do filme, Rafael Farias, “filmar “Beto” foi uma experiência desafiadora e única, tanto por ser um set no meio da nossa floresta, quanto por termos que produzir durante esse momento delicado que estamos passando. Tenho certeza que temos um filme sensacional, pois cada um deu seu máximo para fazer acontecer”. O filme foi lançado no dia 31 de dezembro no Youtube e brevemente será inscrito em festivais.

Ficha técnica: 

“Beto” é o novo filme de Thiago Morais após “A Estranha Velha que Enforcava Cachorros”.

Roteiro, direção e fotografia: THIAGO MORAIS 

Produção executiva: SALEYNA BORGES 

Direção de produção: PAULO HENRIQUE PRESTES, 

Assistente de fotografia: RAFAEL FARIAS 

Som direto: HELIONE MEIRELES 

Direção de arte: NONATO TAVARES e WILLIAN LIMA, 

Figurino: MARCIO NASCIMENTO 

Still: HANNAH GONÇALVES 

Making of: ED ALVES 

Drone: MATEUS ARAÚJO 

Elétrica e maquinaria: DAVI BRASIL 

Designer: BEATRIZ FERREIRA 

Trilha sonora: CÉSAR LIMA 

Edição e finalização: FERNANDO CRISPIM,  

Correção de cor e color grading: WESLEY SANTOS 

Tradutora intérprete de libras: RAFAELY PASSOS 

Logística: FRANZ LIMA 

Transporte terrestre: MARCELO DA VAN 

Transporte fluvial: ARLEM FERNADES,LUCAS CAMPOS e ROMARIO SILVA 

Catering: POUSADA REFÚGIO SUMAÚMA 

com informações de assessoria

‘Eu Vi uma Visagem’ traz histórias sobrenaturais dos fantasmas da Amazônia

"Os Caças-Fantasmas", "Beetlejuice", "Poltergeist", “Os Outros”, “Atividade Paranormal”... Filmes sobre fantasmas e espíritos são dos mais tradicionais no terror. Na Amazônia, estes acontecimentos sobrenaturais são conhecidos por um termo próprio: as visagens. Agora,...

Adanilo em dose dupla e Isabela Catão representam o Amazonas no Festival de Gramado 2024 

Dois dos principais nomes do cinema amazonense, Adanilo e Isabela Catão estarão no Festival de Gramado 2024 a partir de 9 de agosto. A atriz está no elenco de “Motel Destino”, filme de abertura do evento gaúcho, enquanto ele participa do elenco de “Oeste Outra Vez” na...

‘Castanho’ marca retorno do Amazonas à mostra competitiva do Festival de Gramado

Depois de três anos, o cinema do Amazonas retorna para a disputa das mostras competitivas do Festival de Gramado. "Castanho" será o representante do Estado na disputa pelos prêmios de curtas-metragens nacionais. O evento no Rio Grande do Sul está marcado para...

Preservação da cultura audiovisual da Amazônia será foco de novo laboratório em Manaus

O Centro Popular de Comunicação e Audiovisual (CPA) anuncia o lançamento do TEIA - Laboratório de Memória Audiovisual do Amazonas, um projeto contemplado pela Lei Paulo Gustavo (LPG), executado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Cultura e Economia...

Novo espaço busca apoiar representatividade feminina no cinema do Amazonas

Promover a participação feminina e uma busca por mais diversidade no mercado audiovisual amazonense. Estas são as principais missões do Espaço Retomada, iniciativa do projeto Mulheres do Audiovisual – Retomada, idealizado pela produtora Aline Fidélix. O início dos...

Inscrições Abertas: Manaus recebe workshop gratuito sobre cinema indígena 

O workshop ‘Cinema Indígena’ está com inscrições gratuitas abertas em Manaus. Prevista para acontecer nos dias 24 e 25 de julho, a atividade será ministrada pelo cineasta Takumã Kuikuro no espaço de mídias da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), bairro Parque...

‘A Bicicleta Amarela’ promete emocionar público com drama sobre Soldados da Borracha

Zeudi Souza é um dos nomes mais experientes em atividade no cinema amazonense. Proveniente da geração dos anos 2000 das oficinas de Zê Leão (antigo Júnior Rodrigues) e do Amazonas Film Festival, o diretor/roteirista traz na filmografia premiados curtas-metragens como...

Casarão de Ideias reabre com novos cinemas, livraria e foco na acessibilidade

Responsável por retomar a tradição dos cinemas de rua do Centro de Manaus, o Casarão de Ideias se prepara para uma nova fase a partir do próximo dia 5 de julho. Nesta data, o centro cultural localizado na Rua Barroso abre as portas para o público em uma reinauguração...

Cine Carmem Miranda retorna no Centro de Manaus após 35 anos 

Grande Otelo, Renato Aragão, Cantinflas, Oscarito... Os cinemas de rua do Centro de Manaus homenagearam lendas populares da Sétima Arte durante as décadas de 1980, 1990 e início dos 2000. Carmem Miranda também foi uma delas: a sala localizada na rua 24 de Maio,...

Festival de Cinema LGBTQIAPN+ de Manaus bate expectativas em luta contra preconceito

Quando Wallace Abreu abriu as inscrições para a primeira edição do Close – Festival de Cinema LGBTQIAPN+ de Manaus, a expectativa era uma adesão de baixa para moderada. “Esperava, no máximo, uns 70 filmes”, revelou em entrevista ao Cine Set. A surpresa veio 60 dias...