SINOPSE

No mezanino do Edifício Cidade de Manaus há uma obscura sala vazia onde dois jovens se encontram. Lá eles iniciam a busca pelo “poema solar”, uma espécie de primeiro motor, que irá levá-los à fase adulta. Percorrendo diversas Manaus, Mezanino mostra zonas de transição entre o tempo mítico e o histórico, entre a cidade e a floresta, entre a juventude e a fase adulta.

TRAILER

O DIRETOR

Bruno Villela nasceu em Santos-SP, em 17 de julho de 1983 e trabalha como realizador audiovisual e roteirista. Escreve poesia desde os 12 anos quando os super-heróis que desenhava começaram a se tornar vencíveis. Bacharel e Licenciado em Filosofia pela USP, concluiu o Mestrado pelo PROLAM, estudando documentário social no Brasil e Argentina. Residiu em Manaus durante quatro anos onde dirigiu o programa Nova Amazônia, exibido na TV Brasil, deu aulas no curso de Audiovisual da UEA, e criou e dirigiu a série documental Índio Presente (contemplada pelo FSA) – com estreia em 2018. Na Amazônia aprendeu que toda voadeira tem a velocidade da luz e um furo no igapó é também uma dobra espaço-temporal. Manteve o blog de poemas O Olho Roxo entre 2009 e 2014 e em 2015 ganhou do Minc uma Bolsa de Criação Literária, que resultou na publicação de Bailéu Dub, seu livro de estreia. O azul dos seres subterrâneos é o seu segundo livro.

O DIRETOR

Com quase 30 anos de experiência na indústria de animação, Marcelo De Moura é diretor criativo da Lightstar Studios supervisionando os departamentos de história e animação. Com mais de 26 anos de experiência na indústria de animação, Marcelo trabalhou como artista de storyboard, designer de personagens e diretor de animação para alguns dos maiores estúdios do segmento, incluindo os estúdios Disney, Blue Sky studios, Warner Brothers e Don Bluth Studios, entre outros. Tem extenso conhecimento no processo de filmes de animação, televisão e comercial. Além disso, ele também atua como supervisor de animação em propagandas da Peanuts para a marca Metlife.

DESTAQUES: ELENCO DE DUBLADORES

ADANILO

Atuou em curtas-metragens amazonenses como “Aquela Estrada” e “A Menina do Guarda-Chuva”, ambos dirigidos por Rafael Ramos. Integrou o elenco dos longas “Marighella”, dirigido por Wagner Moura, “Oeste Outra Vez”, de Erico Rassi; “Noites Alienígenas” , de Sérgio de Carvalho; “Anaíra”, de Sérgio Machado, além da segunda temporada de “Segunda Chamada”.

Daniela Blois

Formada em Medicina, a atriz amazonense foi convidada para um teste no espetáculo “Gabriela, O Musical”, superou mais de 700 candidatas e foi escolhida pelo diretor João Falcão para interpretar a icônica personagem criada por Jorge Amado. No audiovisual local, a atriz foi uma das protagonistas de “O Boto”, série de 13 episódios da Artrupe Produções Artísticas.

FICHA TÉCNICA

Produção: Cambará Filmes e Lightstar Studios

Duração: 12:44 minutos

Elenco: Adanilo e Daniela Blois

Direção de Arte e Concepts: Douglas Ayres, Laila Monobi, Mirella Demartini

Assistentes de Arte: Matheus Santos, Samara Lopes

Coordenadora de Produção: Aline Gasparin

Assistente de Produção/Animação: Daiane Carvalho

Rigging: Guilherme Lopes

Animadores: Douglas Ayres, Guilherme Lopes, Marcia Satie, Robson Menezes

Supervisor de Efeitos: Douglas Ayres

Efeitos Adicionais: Thiago Zoia

Composite e Render: Brenda Merlin, Douglas Ayres, Thiago Zoia

Montagem: Brenda Merlin, Douglas Ayres

Fotografia de Cenários: Robert Coelho

Desenho de som: Guilherme Barros

Trilha Sonora: Coletivo Teremin

Logística de Estúdio: Alfredo Guedes de Moura

T.I.: Paulo Henrique Soares

Direção de Acessibilidade: Anderson Freitas

Intérprete de Libras: Dyego Ramos Henrique

Intérprete de Audiodescrição: Bruno Villela

Estúdio de Apoio: 70mm – Brasília

Tradução Inglês: Bernardo Abinader

O curta é uma zona de transição, um lugar de espera de distintos mundos e realidades. O que sempre me chamou a atenção sobre a Amazônia, ao morar em Manaus, foram estas pontes entre cidade e floresta, mito e história, rio e rua, modernidade e tradição. “Mezanino” representa um ritual de passagem da adolescência para o mundo adulto.

Bruno Vilella

Diretor de "O Mezanino"

Festival Olhar do Norte abre inscrições para edição 2021

Principal festival de cinema realizado em Manaus na atualidade, o Olhar do Norte está com inscrições abertas até o dia 10 de outubro. O evento organizado pela Artrupe Produções Artísticas terá duas mostras competitivas: Mostra competitiva de curtas-metragens Região...

Cinema paraense predomina e ‘Ari y Yo’ vence Olhar do Norte 2020

O Festival Olhar do Norte 2020 consagrou o cinema paraense na cerimônia de premiação na noite desta segunda-feira (7), realizada no canal do Cine Set no YouTube. O documentário “Ari y Yo” venceu três categorias da mostra competitiva Norte: Melhor Filme do Júri...

Convite Cine Set – Participe dos debates do Festival Olhar do Norte 2020

Caio Pimenta apresenta os debates do Festival Olhar do Norte 2020 no canal do Cine Set no YouTube. https://www.youtube.com/watch?v=A4PNm9evzQU Entre os dias 5 e 7 de dezembro, acontece o Festival Olhar do Norte 2020. O evento traz o melhor do cinema da região Norte e...

Olhar do Norte 2020: Tudo Sobre o Principal Festival de Cinema de Manaus

ARTRUPE PRODUÇÕES ARTÍSTICAS APRESENTAOLHAR DO NORTE 2020Principal de festival de cinema do Amazonas, o Olhar do Norte chega totalmente online à terceira edição para destacar o audiovisual produzido no Norte do Brasil.Realizado desde 2018 pela Artrupe Produções...

Olhar do Norte 2020: conheça as oficinas gratuitas online do evento

OFICINA I: TRILHA SONORA Data: 5 de dezembro  - 15h (hora Manaus) - via ZoomJulia Teles é Bacharela em Música com ênfase em Composição Eletroacústica pela Unesp, técnica em áudio pelo IAV (Instituto de Áudio e Vídeo) e pós graduada em Música e Imagem pela...

Olhar do Norte 2020: ‘O Barco e o Rio’ e ‘O Reflexo do Lago’ terão sessões especiais

O Olhar do Norte 2020 terá exibições especiais de elogiados curtas e longas-metragens do cinema brasileiro em 2020. Fazem parte desta programação três obras do cinema amazonense - "O Barco e o Rio", de Bernardo Abinader, "Manaus Hot City", de Rafael Ramos, e "Sons do...

Olhar do Norte 2020: conheça os filmes da Mostra Olhar da Pandemia

No meio da maior pandemia em um século, o cinema enfrenta uma de suas maiores crises com salas fechadas ao redor do planeta e incertezas sobre os rumos do setor no Brasil amplificado pela (falta de) gestão do governo Bolsonaro. Ainda assim, o audiovisual segue em...

Olhar do Norte 2020: equipe do Cine Set será jurada da Mostra Olhar da Pandemia

O Cine Set tem a honra de ser parceiro do Festival Olhar do Norte 2020 contribuindo para os debates no nosso canal do YouTube e também com as páginas especiais repletas de informações sobre o evento. Estas, porém, não serão as únicas contribuições do nosso site para...

Olhar do Norte 2020: Mostra Norte Competitiva: ‘Tucandeira’, de Jimmy Christian

SINOPSE Em pleno coração da floresta amazônica, a tribo dos Saterê Mawé mantém rituais de passagem da puberdade dos homens. São acontecimentos marcados de extremo valor e representatividade. PÔSTER Formado em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Amazonas,...

Olhar do Norte 2020: Mostra Norte Competiva: ‘Ratoeira’, de Rômulo Sousa

SINOPSE "Ratoeira" é um pequeno recorte urbano de Manaus. Uma visão bem humorada sobre a dinâmica de um relacionamento. O filme é um experimento independente e faz uso de algumas técnicas narrativas em torno de uma narrativa pessoal. TRAILER...