A corrida pelo Oscar terá a chegada de importantes concorrentes nas próximas semanas e Caio Pimenta analisa como eles podem mudar a disputa.

JUDAS E O MESSIAS NEGRO 

Finalmente, depois de uma série de adiamentos, “Judas e o Messias Negro” será lançado. A pré-estreia mundial acontecerá no Festival de Sundance 2021, previsto para acontecer entre os dias 28 de janeiro e 3 de fevereiro. 

Dirigido pelo Shaka King, o filme acompanha a história do plano do FBI para encurralar e matar Fred Hampton, um dos nomes mais fortes do movimento Panteras Negras no final dos anos 1960. 

“Judas e o Messias Negro” é a grande aposta da Warner para o Oscar 2021, estúdio que não leva o Oscar máximo desde 2013 com “Argo”. O estúdio estima que o filme possa conseguir até 12 indicações, incluindo, Melhor Filme, Direção, Ator por Lakeith Stanfield, Ator Coadjuvante com o Daniel Kaluuya, Atriz Coadjuvante com a Dominique Fishback e Roteiro Original.  

Há também um fato histórico que “Judas e o Messias Negro” pode alcançar: nunca dois atores negros do mesmo filme foram indicados. Dos dois, o Kaluuya é quem tem mais chances de vitória até pelo tipo de personagem mais explosivo. A questão racial tão presente nos EUA pode contribuir para o filme ganhar força na temporada de premiações, porém, assim como ele, “A Voz Suprema do Blues” e “One Night in Miami” também está nesta seara.  

Logo, eu acredito que “Judas e o Messias Negro” até consiga ser indicado, mas, não vejo com força ainda suficiente para se colocar acima de “Nomadland”. 

CHERRY 

Já imaginou o Tom Holland, intérprete do Homem-Aranha, indicado ao Oscar de Melhor Ator? Saiba que isso pode acontecer neste ano. 

O astro é o protagonista de “Cherry”. No filme, ele interpreta um ex-médico do Exército voltando para os EUA com stress pós-traumático. Para ter de volta a adrenalina dos tempos de combate, ele decide roubar bancos. 

“Cherry” é a grande aposta da Apple na temporada de premiações. O investimento da empresa foi superior a US$ 40 milhões para adquirir o filme. Quanto às possibilidades de indicações, me parece bem improvável que consiga algo nas categorias principais. 

Isso porque tem muitos candidatos mais fortes que ele para as vagas. Melhor Ator, por exemplo, onde o Tom Holland luta pela indicação, já tem quatro indicados garantidos: o Anthony Hopkins, Chadwick Boseman, Riz Ahmed e Delroy Lindo. E a última vaga está dividida entre Lakeith Stanfield, Gary Oldman, Steven Yeun, Mads Mikkelsen e o Kingsley Ben-Adir.  

Para ele se inserir nesta briga, é quase um milagre. Os irmãos Russo em Melhor Diretor seria improvável demais e Melhor Filme mais ainda. Talvez, categorias técnicas como som, trilha sonora podem acontecer, mas, ainda sim difíceis.  

MALCOLM & MARIE 

Se há um filme que pode reconfigurar esta temporada de premiações é “Malcolm & Marie”. 

Dirigido pelo Sam Levinson, “Malcolm & Marie” é um romance que acompanha, durante uma noite, um casal formado por um diretor de cinema e uma atriz com as discussões e debates sobre o relacionamento deles. 

Aqui, temos dois atores em alta dentro de Hollywood – John David Washington, galã capaz de ir de um filme político a um blockbuster, e Zendaya, estrela adorada pelo público mais jovem e cada vez mais prestigiada dentro da indústria. Ela tem mais chances que ele de aparecer entre os indicados e pode ser uma zebra para levar o Oscar – vale lembrar a Academia adorar premiar atrizes jovens como aconteceu com Emma Stone, Brie Larson, Jennifer Lawrence, Gwyneth Paltrow. 

“Malcolm & Marie” ainda pode ser encarado pela indústria como uma prova de resistência do cinema, afinal, foi gravado com uma equipe mínima durante a pandemia da COVID-19. Por fim, é um filme que fala sobre cinema, algo que a Academia ama de paixão. Pode ser a produção que recoloca a Netflix na briga pelo Oscar ou pode não ser além de um bom filme.

Os próximos dias vão dizer isso. 

Oscar: O Melhor e o Pior das Indicações de Viola Davis e Renée Zellweger

De "O Diário de Bridget Jones" a "A Voz Suprema do Blues", Caio Pimenta analisa da pior à melhor indicação da carreira de Viola Davis e Renée Zellweger. https://youtu.be/nRan4CesJTQ 4. JUDY  A indicação mais fraca da carreira de Renée Zellweger foi justamente a que...

Oscar 2022: O Impacto do Globo de Ouro e das indicações ao SAG

Caio Pimenta analisa como fica a corrida do Oscar 2022 com os resultados do Globo de Ouro, as indicações ao SAG e a revelação das pré-listas do Bafta. https://www.youtube.com/watch?v=gBdDE53f-HY GLOBO DE OURO  O prêmio da Associação de Imprensa Estrangeira em...

SAG 2022: Previsões Finais dos Indicados

Caio Pimenta traz as previsões para as indicações ao SAG 2022, o prêmio do Sindicato dos Atores dos EUA; divulgação será no dia 12 de janeiro. https://youtu.be/VqeURXvkXRg MELHOR ATRIZ COADJUVANTE  A corrida por Melhor Atriz Coadjuvante traz quatro nomes definidos e...

Oscar: O Melhor e o Pior das Indicações de John Ford

De "O Delator" a "Depois do Vendaval", Caio Pimenta analisa da pior à melhor indicação da carreira de John Ford. 5. DEPOIS DO VENDAVAL  “Depois do Vendaval” foi a última indicação da carreira do Ford e rendeu a ele o recorde de vitórias da categoria.  A quarta...

Oscar 2022: Previsões das Indicações – Virada do Ano

Caio Pimenta aponta quais serão os indicados ao Oscar 2022 em Melhor Filme, Direção, Ator, Atriz, Coadjuvantes, Roteiros Adaptado e Original, Animação e Filme Internacional. https://www.youtube.com/watch?v=ai0PLy0HXeE ROTEIROS  Começamos com Roteiro Adaptado, onde...

Oscar: O Melhor e o Pior das Indicações de James Stewart

De "A Mulher Faz o Homem" a "Anatomia de um Crime", Caio Pimenta analisa da pior à melhor indicação da carreira de James Stewart. https://www.youtube.com/watch?v=ZmSCAyOB_x4 5. MEU AMIGO HARVEY  A indicação mais fraca da carreira de James Stewart ao Oscar veio em...

Oscar: Os Filmes Natalinos que Disputaram o Prêmio

De ”A Felicidade Não se Compra” a “Klaus”, Caio Pimenta apresenta a lista dos filmes natalinos indicados na história do Oscar. https://www.youtube.com/watch?v=mah6cVwm2kc O término da Segunda Guerra Mundial fez o Oscar se voltar para os esperançosos filmes natalinos...

Oscar: O Melhor e o Pior das Indicações de Glenn Close

De "O Mundo Segundo Garp" a "Era uma vez um Sonho", Caio Pimenta analisa da pior à melhor indicação da carreira de Glenn Close. https://youtu.be/RMbZHUMUnU8 8. UM HOMEM FORA DE SÉRIE  Em 1985, a Glenn Close foi indicada ao Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante por “Um...

Oscar 2022: Previsões Finais para a Shortlist

Caio Pimenta faz as apostas de quais produções devem aparecer na aguardada shortlist do Oscar nas categorias de Melhor Filme Internacional, Documentário, Efeitos Visuais, Maquiagem e Penteado, Canção Original e Trilha Sonora....

Oscar: O Melhor e o Pior das Indicações de Amy Adams

De "Retrato de Família" a "Vice", Caio Pimenta analisa da pior a melhor indicação de Amy Adams ao Oscar, além da maior esnobada. https://www.youtube.com/watch?v=1lCZYK3nvFM 6. VICE  A última nomeação da Amy Adams é justamente a pior da carreira dela.  Em “Vice”, ela...