De “O Rei Leão” a “Central do Brasil”, Caio Pimenta apresenta quais produções teriam sido indicados ao Oscar entre 1995 a 1999 se fossem 10 nomeados em em Melhor Filme. 

OSCAR 1995 

Forrest Gump” foi o grande ganhador do Oscar de 1995: venceu 6 prêmios incluindo Melhor Filme, Direção, Ator e Roteiro Adaptado. A lista ainda tinha os clássicos “Pulp Fiction” e “Um Sonho de Liberdade”, e os ótimos “Quatro Casamentos e um Funeral” e “Quiz Show”. 

Se fossem 10 indicados, a lista ainda estaria em alto nível. 

“Tiros na Broadway” seria o primeiro a aparecer – a comédia foi indicada em 7 categorias, entre elas, Direção para o Woody Allen e Roteiro Original, além ter vencido Atriz Coadjuvante com a Dianne Wiest. O clássico da Disney, “O Rei Leão”, também faria dos finalistas após vencer os prêmios de Canção Original e Trilha Sonora.  Ganhador de Melhor Direção de Arte, “As Loucuras do Rei George” representaria os britânicos, enquanto os franceses seriam lembrados com “A Fraternidade é Vermelha”. Por fim, a versão dos anos 1990 de “Adoráveis Mulheres” completaria os 10 indicados. 

Não que eu goste do filme, mas, o azarão poderia ser “Lendas da Paixão”, indicado em três categorias e vencedor de Direção de Fotografia. Já quem eu gostaria de ver indicado é o “Ed Wood”, deliciosa homenagem do Tim Burton ao pior cineasta da história. O filme foi premiado com o Martin Landau em Ator Coadjuvante. 

OSCAR 1996 

Mel Gibson dominou o Oscar de 1996 com “Coração Valente”, ganhador de cinco estatuetas. A lista dos indicados a Melhor Filme tinha o ótimo “Razão e Sensibilidade”, os simpáticos “Babe” e “O Carteiro e o Poeta” e, por fim, o correto “Apollo 13”. 

Se fossem 10 indicados, ah, a lista subia muito de nível. 

Responsável por render o único Oscar da carreira do Nicolas Cage, o triste “Despedida em Las Vegas” estaria na lista final. O sensível “Os Últimos Passos de um Homem”, premiado em Melhor Atriz com a Susan Sarandon, também seria indicado assim como o grande suspense “Os Suspeitos”, premiado em Melhor Roteiro Original e Ator Coadjuvante com Kevin Spacey. O Oliver Stone não seria esquecido com o subestimado “Nixon” e “Toy Story” colocaria a Disney de novo no páreo. 

O azarão improvável “Poderosa Afrodite”, do Woody Allen, tentaria uma vaga difícil entre os 10 finalistas. Quem eu gostaria de ver nomeado era “Os 12 Macacos”, ficção científica do Terry Gilliam, tão profético em relação aos nossos dias de pandemia. 

OSCAR 1997 

1997 foi o ano dos independentes no Oscar. “O Paciente Inglês” não deu chances para os rivais e venceu em 9 categorias. A lista de indicados ainda tinha o ótimo “Fargo” e os bons “Shine”, “Jerry Maguire” e “Segredos e Mentiras”. 

Com 10 indicados, a lista continuaria boa com produções ainda do circuito independente. 

Milos Forman iria disputar mais um Oscar de Melhor Filme com “O Povo Contra Larry Flynt”. Premiado em Melhor Roteiro Original, “Na Corda Bamba” seria indicado assim como “Retrato de uma Mulher”, de Jane Campion. A lista ficaria completa com “Hamlet”, épico integral da obra de William Shakespeare comandado por Kenneth Branagh e o irregular “Evita”, estrelado por Madonna. 

Com Daniel Day-Lewis e Winona Ryder revivendo a dupla de “A Época da Inocência”, “As Bruxas de Salem” poderia ser o azarão, enquanto eu queria muito ver o insano “Trainspotting”. O filmaço do Danny Boyle foi indicado apenas em Roteiro Original. 

OSCAR 1998 

Titanic” igualou os 11 Oscars de “Ben-Hur” em 1998. Apesar do domínio absurdo do épico do James Cameron, o ano teve muita coisa boa, entre elas, os excelentes “Los Angeles – Cidade Proibida” e “Melhor é Impossível”, o ótimo “Gênio Indomável” e o divertido “Ou Tudo ou Nada”. 

Se fossem 10 indicados, a lista de Melhor Filme perderia um pouco do pop, mas, ainda assim, a qualidade continuaria muito alta. 

Nomeado em Direção Atom Egoyan e Roteiro Adaptado, “O Doce Amanhã” seria um dos finalistas assim como “Asas do Amor”, drama que rendeu uma indicação para Helena Bonham Carter em Melhor Atriz. O Spielberg teria vez com “Amistad”, enquanto o Paul Thomas Anderson veria “Boogie Nights” superar o conservadorismo da Academia. Por fim, “Mera Coincidência” daria a pitada política na lista. 

Apesar de não ser um dos mais queridos filmes do Scorsese, “Kundun”, que teve quatro indicações, poderia ser o azarão da disputa. Quem eu queria muito ver entre os finalistas era o “Contato”, uma das ficções científicas mais subestimadas da história e protagonizada pela Jodie Foster. 

OSCAR 1999 

1999 foi o ano de uma das edições mais polêmicas da história do Oscar graças a “Shakespeare Apaixonado”, ganhador da categoria de Melhor Filme. Exceto por “A Vida é Bela”, todos os outros concorrentes – “O Resgate do Soldado Ryan”, “Além da Linha Vermelha” e “Elizabeth – eram bem melhores. 

Se fossem 10 indicados, a lista continuaria devendo. 

Pleasantville – A Vida em Preto e Branco” seria indicado mais pela a ousadia técnica do que necessariamente ser um grande filme. Já “Irresistível Paixão”, do Steven Soderbergh, iria por falta de opções. Alternativas melhores eram “O Show de Truman”, grande injustiçado daquele assim como o seu protagonista Jim Carrey, e “Deuses e Monstros”, ganhador de Melhor Roteiro Adaptado. A última vaga seria do filme que gostaria de ver na disputa, o nosso “Central do Brasil”, que seria impulsionado pela vitória do Urso de Ouro no Festival de Berlim. 

Porém, o azarão poderia “Um Plano Simples”, do Sam Raimi, ou “Segredos do Poder”, do Mike Nichols. Ambos poderiam entrar no lugar de “Central do Brasil” para evitar dois candidatos internacional no prêmio do cinema americano.  

Oscar 2021: Quais Deveriam ser os Ganhadores? – Parte 2

Caio Pimenta segue analisando quais deveriam ser os ganhadores do Oscar em nove categorias, incluindo Melhor Filme e atuações. https://www.youtube.com/watch?v=hL7kLULHAd8 DOCUMENTÁRIO E ANIMAÇÕES Entre os documentários em longas-metragens, meu favorito é o chileno “O...

Oscar 2021: Quais Deveriam ser os Ganhadores? – Parte 1

Caio Pimenta analisa quais deveriam ser os ganhadores do Oscar em nove categorias, incluindo Melhor Direção e roteiros. https://www.youtube.com/watch?v=HhiLEu6vciY CURTA E SOM Vamos começar com os curtas de ficção.    O meu favorito é o israelense “White Eye” seguido...

Oscar: TOP 10 Maiores Momentos da Década 2010

De Leonardo DiCaprio a Lady Gaga, Caio Pimenta apresenta uma lista com os 10 momentos mais marcantes do Oscar na década de 2010.  https://www.youtube.com/watch?v=HZm_rdBu7d8 10. RUTH E. CARTER E HANNAH BEACHLER  https://www.youtube.com/watch?v=bw_n6O0d46k...

Oscar 2021: Qual filme tem mais chance de surpreender “Nomadland”?

Grandes rivalidades marcaram muitos anos do Oscar.  Quem não lembra dos duelos de “E o Vento Levou” e “O Mágico de Oz” ou “A Malvada” versus “Crepúsculo dos Deuses”, “A Noviça Rebelde” contra “Doutor Jivago”, “O Poderoso Chefão” versus “Cabaret”, “Kramer Vs Kramer”...

SAG 2021: ‘Os Sete de Chicago’ vence Melhor Elenco e ganha força para o Oscar

Apesar de uma lista repleta de diversidades, o SAG 2021 de Melhor Elenco foi para uma produção de maioria branca com “Os Sete de Chicago”. https://www.youtube.com/watch?v=dh-sPpPXQ0E O filme traz gigantes como Michael Keaton, Eddie Redmayne, Sacha Baron Cohen,...

SAG 2021: Viola Davis mostra força e vence em Melhor Atriz

Até tentaram tirar o protagonismo do filme dela, mas, Viola Davis é tão forte que cá está conquistando o prêmio de Melhor Atriz do SAG 2021 por "A Voz Suprema do Blues". Este é o segundo prêmio da estrela no evento: a primeira aconteceu em 2012 com “Histórias...

SAG 2021: Chadwick Boseman segue imbatível e vence Melhor Ator

A maior barbada do SAG 2021 se confirmou: Chadwick Boseman leva o prêmio de Melhor Ator por “A Voz Suprema do Blues”. Este é o primeiro troféu póstumo da categoria. https://www.youtube.com/watch?v=lyWyv6fYmQ8 Vale lembrar que o Chadwick já venceu o Globo de Ouro e o...

SAG 2021: destaque de ‘Minari’, Yun-Jung Youn vence Melhor Atriz Coadjuvante

Yun-Jung Youn. Vencedora de Melhor Atriz Coadjuvante por “Minari”, ela é a primeira mulher vencedora de um SAG no cinema por um filme não falado em inglês. Entre os homens, o feito ficou por conta do Roberto Benigni, em 1999, por “A Vida é Bela”. ...

SAG 2021: Daniel Kaluuya mantém domínio e vence Melhor Ator Coadjuvante

Depois de levar o Globo de Ouro e o Critics Choice Awards, chegou a hora de Daniel Kaluuya conquistar o SAG 2021. Ele venceu Melhor Ator Coadjuvante por “Judas e o Messias Negro”.  https://www.youtube.com/watch?v=zgKyo_vtBWw Dividindo o protagonismo com...

Oscar 2021: As Cinco Categorias Mais Disputadas da Temporada

Caio Pimenta analisa quais são as cinco categorias mais indefinidas da disputa pelo Oscar 2021 e as possibilidades dos indicados.  https://www.youtube.com/watch?v=moG6OZ3IQ4Q CANÇÃO ORIGINAL  A categoria traz “Speak Now”, de “Uma Noite em Miami”, “Fight for You”, de...