O cinema do Amazonas registra mais uma importante perda em 2019: Luiz Maximino de Miranda Corrêa morreu aos 84 anos, na última quarta-feira (10), na cidade de Caxias do Sul, no interior do Rio Grande do Sul. Segundo informações da Academia Amazonense de Letras, a causa da morte foi um mal súbito. A Prefeitura de Manaus decretou luto oficial de três dias.

Luiz Maximino de Miranda Corrêa foi produtor do filme dirigido pelo escritor Márcio Souza, “A Selva”. “Eu, Márcio (Souza) e Geraldo (Broch) éramos iniciantes. Foi um filme corajoso. Se fazer cinema no Brasil é difícil até hoje, imagine naquela época”, declarou em entrevista ao jornal A Crítica durante o Amazonas Film Festival 2009 em que foi jurado da mostra competitiva logal. Também esteve na mesma função em projetos como “Os Foragidos da Violência”, “Como Matar uma Sogra”.

Esteve também envolvido na vinda do lendário Glauber Rocha para Manaus. O mestre do Cinema Novo brasileiro realizou “Amazonas, Amazonas” entre dezembro de 1965 e janeiro de 1966. A participação e os relatos de Luiz Maximino de Miranda Corrêa sobre esta passagem estão disponíveis no livro “Amazônya de Glauber Rocha”, de Rosiel Mendonça.

Somente neste ano, o cinema amazonense perdeu nomes fundamentais como Joaquim Marinho, Óscar Ramos, Luiz Vitalli e Selma Bustamante.

‘Eu Vi uma Visagem’ traz histórias sobrenaturais dos fantasmas da Amazônia

"Os Caças-Fantasmas", "Beetlejuice", "Poltergeist", “Os Outros”, “Atividade Paranormal”... Filmes sobre fantasmas e espíritos são dos mais tradicionais no terror. Na Amazônia, estes acontecimentos sobrenaturais são conhecidos por um termo próprio: as visagens. Agora,...

Adanilo em dose dupla e Isabela Catão representam o Amazonas no Festival de Gramado 2024 

Dois dos principais nomes do cinema amazonense, Adanilo e Isabela Catão estarão no Festival de Gramado 2024 a partir de 9 de agosto. A atriz está no elenco de “Motel Destino”, filme de abertura do evento gaúcho, enquanto ele participa do elenco de “Oeste Outra Vez” na...

‘Castanho’ marca retorno do Amazonas à mostra competitiva do Festival de Gramado

Depois de três anos, o cinema do Amazonas retorna para a disputa das mostras competitivas do Festival de Gramado. "Castanho" será o representante do Estado na disputa pelos prêmios de curtas-metragens nacionais. O evento no Rio Grande do Sul está marcado para...

Preservação da cultura audiovisual da Amazônia será foco de novo laboratório em Manaus

O Centro Popular de Comunicação e Audiovisual (CPA) anuncia o lançamento do TEIA - Laboratório de Memória Audiovisual do Amazonas, um projeto contemplado pela Lei Paulo Gustavo (LPG), executado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Cultura e Economia...

Novo espaço busca apoiar representatividade feminina no cinema do Amazonas

Promover a participação feminina e uma busca por mais diversidade no mercado audiovisual amazonense. Estas são as principais missões do Espaço Retomada, iniciativa do projeto Mulheres do Audiovisual – Retomada, idealizado pela produtora Aline Fidélix. O início dos...

Inscrições Abertas: Manaus recebe workshop gratuito sobre cinema indígena 

O workshop ‘Cinema Indígena’ está com inscrições gratuitas abertas em Manaus. Prevista para acontecer nos dias 24 e 25 de julho, a atividade será ministrada pelo cineasta Takumã Kuikuro no espaço de mídias da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), bairro Parque...

‘A Bicicleta Amarela’ promete emocionar público com drama sobre Soldados da Borracha

Zeudi Souza é um dos nomes mais experientes em atividade no cinema amazonense. Proveniente da geração dos anos 2000 das oficinas de Zê Leão (antigo Júnior Rodrigues) e do Amazonas Film Festival, o diretor/roteirista traz na filmografia premiados curtas-metragens como...

Casarão de Ideias reabre com novos cinemas, livraria e foco na acessibilidade

Responsável por retomar a tradição dos cinemas de rua do Centro de Manaus, o Casarão de Ideias se prepara para uma nova fase a partir do próximo dia 5 de julho. Nesta data, o centro cultural localizado na Rua Barroso abre as portas para o público em uma reinauguração...

Cine Carmem Miranda retorna no Centro de Manaus após 35 anos 

Grande Otelo, Renato Aragão, Cantinflas, Oscarito... Os cinemas de rua do Centro de Manaus homenagearam lendas populares da Sétima Arte durante as décadas de 1980, 1990 e início dos 2000. Carmem Miranda também foi uma delas: a sala localizada na rua 24 de Maio,...

Festival de Cinema LGBTQIAPN+ de Manaus bate expectativas em luta contra preconceito

Quando Wallace Abreu abriu as inscrições para a primeira edição do Close – Festival de Cinema LGBTQIAPN+ de Manaus, a expectativa era uma adesão de baixa para moderada. “Esperava, no máximo, uns 70 filmes”, revelou em entrevista ao Cine Set. A surpresa veio 60 dias...