O projeto UFS | Cine Vitória online está de volta com a sua segunda edição. O projeto tem o intuito de estimular o cinema e continuar, de forma remota, o trabalho feito pelo Cinema Vitória, a única sala de cinema de arte do estado desde 1934. Serão diversas produções voltadas à valorização do audiovisual, inclusive com exibição de filmes. A primeira mostra será focada no cinema nortista e acontecerá entre os dias 31/05 à 11/06 no YouTube do projeto. Essa iniciativa é uma colaboração entre o curso de Cinema e Audiovisual da UFS e o Cinema Vitória, através da Funcap.

Assim como na sua primeira edição, o projeto vai acontecer de forma online e gratuita. Essa é uma forma de democratizar o acesso à cultura audiovisual e abrir espaços para debates e discussões sobre a sétima arte. Esses diálogos vão acontecer por meio de vários conteúdos como o podcast UFS | Cine Vitória, oficinas e Master Classes, que prometem ser uma ponte entre aquelas pessoas que estão produzindo cinema e o público. Por enquanto, é possível revisitar o que foi feito na primeira edição do projeto acessando o nosso canal no YouTube (youtube.com/c/CinemaVitóriaUFS) e o podcast, que está disponível nas plataformas de áudio.

A “Mostra Cinema Nortista” (31/05 à 11/06) vai ser a primeira exibição de filmes desta nova edição do evento. A mostra vai reunir 14 filmes, entre eles longas e curtas metragens, de diretores e diretoras da região Norte do país. A curadoria foi realizada por Flávio Torquato, Samara Aragão e Mayla Sandes, com produção de Mateus Ferreira e Jefersson Moraes, e os filmes serão exibidos através no canal do YouTube do projeto.

Além de atuar como um fomentador da cultura cinematográfica sergipana, o projeto UFS | Cine Vitória surgiu como uma tentativa de manter o trabalho do Cinema Vitória, que foi interrompido devido à pandemia de Covid-19. A primeira edição começou em novembro de 2020, com a Mostra de Cinema Negro, e terminou em fevereiro deste ano, com a Mostra Olhares Sergipanos. Ao total foram cinco mostras cinematográficas que discutiram diversos temas, Master Classes, Webinários e o podcast que continuará nesta nova edição.

Programação da Mostra de Cinema Nortista:

A Benzedeira (15min.) – Dir. Wallace Abreu- Amazonas 

Antigamente não existia dia (19min.) – Dir. Adriano Barroso 

Espátula e Bisturi (07min.) – Dir. Adrianna Oliveira 

Espírito que caminha (19min.) – Dir. Gabriela Barreto Daldegan

Kiteyã Toalet Makurap – Nosso Conhecimento Makurap (32min.) – Dir. Roseline Mezacasa e Povo Makurap

Mulheres de Mamirauá (40min.) – Dir. Jorane Castro

Ópera Cabocla (27min.) – Dir. Adriano Barroso

Os Karipuna do Uaça (22min.) – Dir. Coletivo Karipuna de Audiovisual

Os Galibi-Marworno (21min.) – Dir. Coletivo Galibi-Marworno de Audiovisual

Pedaços de Pássaros (19min.) – Dir. Andrei Miralha e Marcílio Costa

Ribeirinhos do Asfalto (25min.) – Dir. Jorane Castro

Romana (24min.) – Dir. Helen Lopes

Transamazônia (75min.) – Dir. Mea Borbach, Débora Macdowell e Renata Tay

Utopia (15min.) – Dir. Rayane de Almeida

com informações de assessoria

‘The World to Come’: romance pautado pela dor e pelo que está por vir

Tem algumas dores capazes de destruir qualquer relação. De forma semelhante, há aquelas que unem os cacos e são capazes de libertar. Mais do que um drama queer de época, “The World To Come” fala sobre essas lesões emocionais, pautado, especialmente, na solidão e como...

‘Veneza’: o sonho como antítese da pesada realidade

A certa altura de Veneza, novo filme de Miguel Falabella, uma das personagens, após assistir a uma apresentação teatral num circo, diz a um dos atores da trupe: “a história não é de verdade, mas eu sempre choro”. De certa forma, essa fala resume a obra: Veneza é um...

‘Awake’: thriller de ficção científica perdido e sem propósito

Um filme como “Awake” poderia ser classificado como um thriller de ficção científica, mas que não é bom nem em ser thriller e muito menos em ter alguma base científica relevante na sua trama. Se você quer uma experiência de tensão real ou uma narrativa envolvente, com...

‘Espiral: O Legado de Jogos Mortais’: série pela hora da morte

Na primeira década dos anos 2000, os multiplexes do mundo foram, por um bom tempo, assombrados por pôsteres assustadores que mostravam pés decepados e outros horrores nos seus salões de entrada. E dentro das salas, se podiam ver cenas com gente usando máscaras de...

‘Missão Cupido’: comédia sobrenatural para não se levar a sério

Se eu acreditasse em astrologia, diria que o Brasil está passando por um inferno astral. E, nesses momentos, nada como dar umas risadas descomprometidas para aliviar a tensão. Essa é a proposta de Ricardo Bittencourt ("Real – O Plano por Trás da História") em "Missão...

‘Invocação do Mal 3’: James Wan faz falta no pior filme da franquia

James Wan é um cara esperto, um cineasta inteligente e talentoso, que não fez nenhuma obra-prima, mas também não realizou nenhum filme ruim até agora. No seu trabalho dentro do gênero terror, ele não reinventou a roda, mas soube dar uma bela polida nela, trazendo seu...

‘Anônimo’: Bob Odenkirk surpreende como herói improvável

Na história do cinema, isso sempre aconteceu: um filme de certo gênero aparece, traz alguma inovação ou inaugura uma tendência, faz sucesso e, por algum tempo, vira o padrão dentro deste gênero. Tubarão (1975) deu origem a um subgênero de filmes abilolados de tubarões...

‘Cruella’: fúria punk e figurinos luxuosos comandam diversão

Durante a minha infância, tínhamos o costume de nos reunir aos finais de semana para assistir filmes de animação. Foi assim que vi (e decorei as músicas) dos clássicos da Disney. Com o tempo, os gêneros foram mudando, mas as lembranças desses momentos permaneceram....

‘Rogai por Nós’: CGI e roteiro capenga derrubam terror

Em algum lugar dentro de Rogai por Nós, suspense sobrenatural da produtora Ghost House de Sam Raimi e dirigido pelo estreante Evan Spiliotopoulos, tem uma interessante história sobre fé, crenças e o mistério que cerca a nossa existência. Porém, essa mesma história é...

‘Aqueles que me Desejam a Morte’: clichês por todos os cantos

Aqueles que Me Desejam a Morte, o novo projeto da estrela Angelina Jolie e do diretor/roteirista Taylor Sheridan, começa com a protagonista da história no meio de uma situação bem dramática... E aí ela acorda. Era tudo um sonho e sabemos que aquele momento representou...