Em seu primeiro trabalho na direção, Marcelo Saback, roteirista de sucessos do cinema brasileiro como “De Pernas pro Ar” e “Loucas pra Casar“, resolveu se aventurar na missão de conduzir o remake da comédia argentina “Dois + Dois” (2012). A adaptação homônima tem previsão de estreia para o dia 12 de agosto em todas as salas de cinema do Brasil. 

Com humor e leveza, o roteiro adaptado de Saback revela o misterioso universo de quem pratica “swing”, a popular troca de casais. No filme, Diogo (Marcelo Serrado) e Emília (Carol Castro) estão juntos há 16 anos, têm uma filha adolescente e, apesar da estabilidade, vivem entediados com a rotina familiar. O casamento morno de Diogo e Emília é virado de cabeça para baixo quando descobrem que os melhores amigos, Ricardo (Marcelo Laham) e Bettina (Roberta Rodrigues), têm um relacionamento aberto. Mais do que isso: são adeptos da troca de casais, vivem super-seguros com a escolha e tentam convencê-los de que é possível ser feliz com o estilo de vida “mais liberal”. 

A partir daí, uma série de acontecimentos abala a monótona vida do casal que topa aderir à prática com os amigos. Desejo, ciúme, posse, competição e outros sentimentos mudam o destino desses casais, que vão precisar lidar com muitas transformações em suas vidas. 

O Cine Set teve a oportunidade de conferir o filme na cabine para a imprensa e ainda participar de coletiva com o diretor e o elenco principal da comédia. Na ocasião, o time de “Dois + Dois” contou um pouco sobre o processo de produção e acerca da temática que o longa aborda.

Diferenças com a versão hermana

Para Saback, a oportunidade de dirigir seu primeiro filme veio em hora certa. Segundo ele, a saída de Roberto Santucci (trilogia “Até que a Sorte nos Separe“) da direção do projeto aconteceu ao mesmo tempo em que não renovou contrato como roteirista na televisão. 

“Sempre tive esse desejo. Convites já tinham surgido, mas o trabalho como roteirista, principalmente na TV, não deixava tempo de pôr esse sonho em prática. Quando veio o convite da Paris Filmes para que eu assumisse a direção pensei: ‘Ih! Agora dá! Acabaram-se as desculpas (risos). E aceitei o desafio”, contou Saback. 

Questionado pelo Cine Set sobre qual o maior desafio de adaptar uma produção argentina para o público brasileiro, Saback confessa que as cenas de nudez foram as mais difíceis de trazer para o remake brasileiro. 

“Adaptar para realidade brasileira, para o nosso humor, foi a maior dificuldade. O filme argentino é muito mais erótico que o nosso. Tem cena de nudez. E nós temos problema com isso. Fizemos muitas pesquisas sobre como a nudez no filme brasileiro se joga para um universo complicado de preconceitos e eu quis tomar muito cuidado para que fôssemos delicados com a questão da sexualidade. Eu quis aprofundar mais a história de amor. E acho que conseguimos fazer isso com a versão brasileira de ‘Dois + Dois'”, descreveu o diretor e roteirista do filme.

Sexualidade feminina como protagonista

Aos mesmos moldes de seus recentes filmes, Saback destaca que o remake brasileiro se distancia do original argentino principalmente por trazer a mulher como protagonista da história. 

“Eu tenho paixão pelas mulheres. Gosto do universo feminino, acho muito rico. As grandes discussões do poder de fala da mulher nos últimos anos e nos próximos que virão, o poder é da mulher. Quando vi o filme original achei divertido, mas o senti muito argentino. A gente precisava trazer isso para o Brasil, para as nossas questões. Eu quis levantar que a sexualidade é e deve ser questionada pelo lado feminino. Porque somos um país machista, um país de feminicídio que precisa quebrar essas barreiras. A gente não levanta nenhuma bandeira que [o swing] deve ou não ser feito, levantamos a reflexão de maneira leve e divertida”, ressaltou.

Para Carol Castro, a aproximação de Saback com a temática foi essencial para conseguir desenvolver sua personagem no longa. 

“Nós sempre conversamos, discutimos antes de atuar. Eu achei muito interessante colocar na Emília essa faísca. Quando você vê o filme há esse desejo sexual reprimido. É muito legal essa inversão de fugir do óbvio, dessa maneira tão delicada e tão real durante todo o conflito até o final. É uma personagem muito rica com esse arco dentro da trama. É muito importante dar esse poder e essa voz de ação para a mulher”, acrescentou a atriz.

CONFIRA O TRAILER:

Nova minissérie brasileira da HBO, ‘O Hóspede Americano’ mostra expedição de Theodore Roosevelt pela Amazônia

A minissérie “O Hóspede Americano” é a mais nova aposta brasileira da HBO. Criada e produzida por Bruno Barreto (“O Que é Isso Companheiro?”) com roteiro de Matthew Chapman (“O Júri” e “Flores Raras”), a trama é baseada em uma história real e retrata a expedição do...

Festival de Veneza 2021: 10 Filmes Para Ficar de Olho

De “Duna” a “Spencer”, Caio Pimenta apresenta 10 filmes para você ficar atento durante o Festival de Veneza entre 1 a 11 de setembro. https://www.youtube.com/watch?v=SIYoRsjxKCI THE HAND OF GOD    https://www.youtube.com/watch?v=CFUVnhUsNws O último Oscar conquistado...

Obra de Dráuzio Varella volta a ganhar as telas no documentário ‘Encarcerados’

As experiências de Drauzio Varella no sistema prisional de São Paulo ganharam um novo capítulo. Nesta quinta-feira (26/08), será lançado "Encarcerados", documentário de Claudia Calabi, Fernando Grostein e Pedro Bial, baseado no livro "Carcereiros", lançado por Dráuzio...

Cidade do México ganha destaque em ‘Toda La Sangre’, nova série do Starzplay

O Cine Set acompanhou a coletiva de imprensa virtual que marcou o início das gravações do seriado mexicano "Toda La Sangre". Baseada em uma série de livros de Bernardo Esquinca, a produção comandada pelo showrunner (e vencedor do Emmy Internacional) Zasha Robles terá...

‘Balada Sangrenta’: da Jamaica para o mundo

https://open.spotify.com/album/4oxdKcC9epGo9viy1j8fN7?si=mFbELJ-WT8qiP-guSyuWAw&dl_branch=1 Em 1972, o mundo não poderia esperar por um filme que combinasse a propulsão e o senso épico do western, uma história clássica de ambição desviada para o crime, uma...

Incêndio na Cinemateca Brasileira serve de prenúncio para o pior da era Bolsonaro

“O risco de um novo incêndio é real”.  Esta frase aparece no segundo parágrafo, quarta linha do manifesto dos trabalhadores da Cinemateca Brasileira divulgado no dia 12 de abril de 2021 - leia abaixo.   Naquele momento, a instituição com o maior acervo audiovisual da...

Cine Set fará cobertura especial do Festival de Locarno 2021

Perto de completar sete anos, o Cine Set dá um belo presente de aniversário para você, leitor do site: a cobertura do Festival de Locarno. O evento na Suíça está previsto para ser realizado entre os dias 4 e 14 de agosto deste ano.  Por conta da pandemia da COVID-19 e...

HBO Max lança ‘Os Ausentes’, primeira série brasileira do streaming

Grande novidade do streaming no país em 2021, a HBO Max prepara a estreia da primeira série brasileira da plataforma. “Os Ausentes” traz a rotina de uma agência homônima especializada em investigar desaparecimentos. Criada pelo ex-policial Raul Fagnani (Erom...

Festival de Cannes 2021: 10 Filmes para Ficar de Olho

Chegou a hora do Festival de Cannes 2021: de 6 até 17 de julho, o foco do mundo do cinema estará na Riveira Francesa. Por isso, Caio Pimenta traz, agora, 10 filmes que disputam a Palma de Ouro para você ficar atento.  https://www.youtube.com/watch?v=OOpbBQQghTg...

‘Friends – The Reunion’: o melhor e o pior do reencontro

Tanto em números quanto em popularidade, ‘Friends’ continua sendo uma das maiores séries na história da televisão mundial: se em 2004, a produção obteve o recorde de episódio final com maior público, 17 anos depois, um único episódio especial foi capaz de atrair...