O Festival de Gramado 2020 começa nesta sexta-feira (18) com uma atração especial para os amazonenses: “O Barco e o Rio” representa o Estado dentro da Mostra Competitiva Nacional de Curtas-Metragens. O filme dirigido e roteirizado por Bernardo Abinader e protagonizado por Isabela Catão e Carolinne Nunes quebra um hiato de 23 anos sem a presença de produções do Amazonas no evento de cinema mais tradicional do Brasil – a última vez aconteceu em 1997 com “Bocage – O Triunfo do Amor”, de Djalma Limongi Batista.

A grande novidade da edição deste ano do Festival de Gramado é que o público de todo o país poderá ter acesso aos filmes do evento. As sessões serão realizadas em formato de sessão única no Canal Brasil, sempre a partir das 20h (horário de Brasília). Os curtas-metragens da mostra competitiva nacional também estarão disponíveis por 24h no aplicativo da emissora, contando o prazo a partir do início da exibição na televisão. 

Desta forma, “O Barco e o Rio” será exibido no Canal Brasil na quinta-feira, dia 24 de setembro. Depois, segue para o aplicativo por mais 24h. Já na sexta-feira (25), Bernardo Abinader e Isabela Catão participarão de um debate sobre os filmes da noite anterior nas redes sociais – YouTubeSite e Facebook – do Festival de Gramado.

Produzido pela Fita Crepe Filmes, o curta traz a história de duas irmãs antagônicas que herdam o barco da família. A mais velha e conservadora, Vera (Catão), vê no patrimônio a vida dela, passando os dias transportando mercadorias e passageiros. Já Josi (Nunes) não gosta das restrições da irmã; possui cabeça aberta, mas vê a vida mudar devido a uma gravidez inesperada. A dinâmica da relação é o ponto de conflito do de “O Barco e o Rio”. A direção de fotografia fica por conta de Valentina Ricardo, parceira artística de Bernardo e co-fundadora da produtora, enquanto Francisco Ricardo está à frente da direção de arte e César Nogueira é o montador. 

Co-dirigido pelo amazonense Henrique Amud em parceria com Lucas H. Rossi, “Atordoado, Eu Permaneço” também disputa a mostra competitiva de curtas nacionais e terá exibição no domingo (20) no Canal Brasil com debate no dia seguinte. Por fim, no mesmo dia, será exibido “Bochincho – O Filme” dentro da Mostra de Curtas Gaúchos. O curta traz a atriz indígena nascida em Manaus, Raquel Kubeo, no elenco.

SERVIÇO

Exibição de “O Barco e o Rio”
Data: Quinta-Feira, 24 de Setembro
Horário: 20h (horário de Brasília)
Onde: Canal Brasil

Exibição de “Atordoado, Eu Permaneço”
Data: Domingo, 20 de Setembro
Horário: 20h (horário de Brasília)
Onde: Canal Brasil

Websérie Terceiro Ciclo do Cinema Amazonense – Ep 1: Apresentação

Sejam bem-vindos à websérie “Terceiro Ciclo do Cinema Amazonense”. https://www.youtube.com/watch?v=n2TLnLspBXA Este é o novo projeto do Cine Set e foi contemplado no Prêmio Feliciano Lana, promovido pela Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa com recursos...

Com influência de ‘Oliver Twist’, Augustto Gomes prepara roteiro de longa

Augustto Gomes conseguiu circular festivais do Brasil afora com “Zana - O Filho da Mata”: a aventura infantil chegou a vencer 12 prêmios. Agora, o diretor retorna a esse universo com “Não me Deixe Dormir”, roteiro de longa-metragem em desenvolvimento contemplado...

Série amazonense em desenvolvimento aborda amores em ‘tempos líquidos’

O cenário contemporâneo de uma Manaus urbana e conectada é o pano de fundo para esta série que narra as desventuras compartilhadas por um grupo de amigos de trinta de tantos anos. É protagonizada por Letícia, uma mulher solteira  com conflitos de relacionamento, uma...

Websérie do Cine Set destaca filmes e diretores do atual cinema amazonense

Os avanços do audiovisual do Amazonas neste século com filmes premiados em festivais ao redor do planeta e o surgimento de eventos em larga escala como o Amazonas Film Festival, Matapi e Olhar do Norte serão o foco da websérie “Terceiro Ciclo do Cinema Amazonas”. O...

Cinemas de Manaus registram queda de 75,4% nas bilheterias em 2020

A crise provocada pela pandemia da COVID-19 levou os cinemas de Manaus aos piores números em anos. Fechadas por mais de cinco meses entre março a agosto, as salas tiveram reduções no faturamento total, do público e dos filmes exibidos, segundo dados do Observatório...

Zeudi Souza retorna ao cinema com terror psicológico sobre violência doméstica

Zeudi Souza anunciou uma pausa no audiovisual em 2017 durante uma entrevista aqui no Cine Set. Para o bem do cinema amazonense, o recesso não durou muito tempo e, pouco mais de três anos depois, ele realiza dois novos projetos: o curta-metragem “O Buraco” e o...

Moacyr Massulo retorna ao cinema com relatos de nomes do audiovisual amazonense

“É um filme sobre cinema. É um filme sobre o amor ao cinema. Sobre o despertar do olhar cinematográfico”.  Moacyr Massulo define assim o curta-metragem “Arte Inspira Arte”. Projeto contemplado no Prêmio Conexões Culturais 2020 – Lei Aldir Blanc – Audiovisual, o...

Policial manauara ‘À Beira do Gatilho’ é o novo filme de Lucas Martins

Lucas Martins realizou os dois primeiros curtas-metragens da carreira sem qualquer tipo de verba com tudo feito na base da amizade, força de vontade e muita criatividade. Superando as adversidades, “Barulhos” e “O Estranho sem Rosto” se revelaram boas surpresas do...

Walter Fernandes Jr. realiza primeiro curta feito em Manaus na direção

Dentro do cinema do Amazonas, Walter Fernandes Jr. já atuou em diversas funções: de professor do antigo curso de audiovisual da Universidade do Estado do Amazonas a idealizados do curso ‘Cineastas em Formação’, no Casarão de Ideias, até jurado e mediador de debates do...

Trajetória de candidata no Miss Amazonas Gay vira tema de curta-metragem

Transformistas fazem parte da cultura brasileira – underground ou não – há décadas. A história registra a presença desses artistas em palcos pelo menos desde os anos de 1920, fora suas marcas pelos carnavais do país. E, dentro ou fora do mainstream, essa...