Com um show que unirá artistas remanescentes da música de beiradão e músicos da nova geração, a Cauxi Produções lançará, no dia 6 de novembro, o documentário “A poética dos beiradões”, contemplado no Edital Natura Musical 2018, que faz um recorte sobre o movimento que dominou as rádios e as festas amazonenses na década de 80. O evento acontecerá dentro da programação do projeto “Tacacá na Bossa”, no Largo de São Sebastião, com acesso gratuito.

O documentário aborda a produção fonográfica de compositores amazonenses como Teixeira de Manaus, Magalhães da Guitarra, André Amazonas, Oseas da Guitarra e Chico Caju que, na década de 80, ambientados ao longo das beiradas dos rios amazônicos, instituíram um fazer musical baseado em experimentações e trocas de saberes culturais.

Diretor do documentário e produtor cultural, Rafael Ângelo, destaca que o show de lançamento vai contar com leituras e releituras das músicas dos artistas retratados no vídeo.

“O show vai ser especial com Chico Caju cantando as músicas autorais e também algumas do Teixeira de Manaus; Lico Magalhães, que é filho do Magalhães da Guitarra, vai fazer as músicas do pai, junto com os músicos da Alaídenegão e Betinho da Guitarra”, adianta Rafael, que também é guitarrista da Alaídenegão. “Queremos mostrar toda a diversidade do beiradão”.

“A poética dos beiradões” foi contemplado pelo Edital Natura Musical 2018. Com pouco mais de uma hora de duração, conta com entrevistas e relatos dos músicos que protagonizaram o movimento musical do beiradão; depoimentos dos pesquisadores Rafael Branquinho, sobre a etnografia do beiradão; e Odenei Ribeiro, sobre as questões sociais que envolvem o lazer da música do beiradão; e do o músico Eliberto Barroncas, que conta suas experiências, percepções e ideias sobre música de beiradão.

Também estão no documentário alguns espectadores dos shows de beiradão como Gildomar Campos e Raiuda Moreira, que relatam suas vivências no auge do movimento; além de leituras e releituras de sucessos do beiradão.

“O beiradão não é um gênero, é um movimento musical que mistura diversos ritmos, entre eles carimbó, lambada, xote, samba, forró e música latina. Queremos mostrar um pouco da história dessas canções gravadas na década de 80 e que são de uma originalidade ímpar, que têm um diferencial de tudo o que é feito, que é referência para nós, e que até hoje inspira grupos que se baseiam nessa estética musical”, comenta o diretor.

Após o lançamento, “A poética dos beiradões” será disponibilizado no canal da Cauxi Produções no YouTube e demais plataformas gratuitas.

com informações de assessoria

Nomeações de Reizo, Carlos Portta e Elias Emanuel na Manauscult provocam reação da classe artística

Não bastasse toda a devastadora segunda onda da COVID-19 em Manaus, a classe artística da cidade ainda precisou lidar com uma notícia preocupante nesta quinta-feira (20). O Diário Oficial do Município confirmou a nomeação de conhecidos nomes ligados à política...

Novo curta de Thiago Morais mostra o impacto da pandemia em família ribeirinha

Responsável pelos populares cursos de cinema do Museu Amazônico da Universidade Federal do Amazonas, Thiago Morais viu o curta “A Estranha Velha que Enforcava Cachorros”, produzido como trabalho de conclusão de curso em audiovisual na Universidade do Estado do...

‘Os Traços Urbanos da Floresta’ estreia trazendo a história do graffiti em Manaus

Com depoimentos dos principais nomes do graffiti de Manaus, o documentário manauara "Os Traços Urbanos da Floresta" já está disponível no YouTube. A produção conta com entrevistas de artistas como Débora Erê, Lore Paes, Gaby, Zet, Paradise, Zet, Arab, Liu, Olhinho,...

Websérie Terceiro Ciclo do Cinema Amazonense – Ep 2: De Silvino Santos a ‘O Barco e o Rio’

Caio Pimenta fala sobre os dois primeiros ciclos e porque é possível afirmar que estamos na terceira fase da produção do Amazonas. https://www.youtube.com/watch?v=axvIfHOQ-kE O saudoso professor da Universidade Federal do Amazonas, Narciso Lobo, no livro “A Tônica da...

Websérie Terceiro Ciclo do Cinema Amazonense – Ep 1: Apresentação

Sejam bem-vindos à websérie “Terceiro Ciclo do Cinema Amazonense”. https://www.youtube.com/watch?v=n2TLnLspBXA Este é o novo projeto do Cine Set e foi contemplado no Prêmio Feliciano Lana, promovido pela Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa com recursos...

Com influência de ‘Oliver Twist’, Augustto Gomes prepara roteiro de longa

Augustto Gomes conseguiu circular festivais do Brasil afora com “Zana - O Filho da Mata”: a aventura infantil chegou a vencer 12 prêmios. Agora, o diretor retorna a esse universo com “Não me Deixe Dormir”, roteiro de longa-metragem em desenvolvimento contemplado...

Série amazonense em desenvolvimento aborda amores em ‘tempos líquidos’

O cenário contemporâneo de uma Manaus urbana e conectada é o pano de fundo para esta série que narra as desventuras compartilhadas por um grupo de amigos de trinta de tantos anos. É protagonizada por Letícia, uma mulher solteira  com conflitos de relacionamento, uma...

Websérie do Cine Set destaca filmes e diretores do atual cinema amazonense

Os avanços do audiovisual do Amazonas neste século com filmes premiados em festivais ao redor do planeta e o surgimento de eventos em larga escala como o Amazonas Film Festival, Matapi e Olhar do Norte serão o foco da websérie “Terceiro Ciclo do Cinema Amazonas”. O...

Cinemas de Manaus registram queda de 75,4% nas bilheterias em 2020

A crise provocada pela pandemia da COVID-19 levou os cinemas de Manaus aos piores números em anos. Fechadas por mais de cinco meses entre março a agosto, as salas tiveram reduções no faturamento total, do público e dos filmes exibidos, segundo dados do Observatório...

Zeudi Souza retorna ao cinema com terror psicológico sobre violência doméstica

Zeudi Souza anunciou uma pausa no audiovisual em 2017 durante uma entrevista aqui no Cine Set. Para o bem do cinema amazonense, o recesso não durou muito tempo e, pouco mais de três anos depois, ele realiza dois novos projetos: o curta-metragem “O Buraco” e o...