O mundo se trancou em casa desde a chegada da pandemia da COVID-19. Mas, e se o perigo estiver justamente dentro da sua própria residência? Com este ponto de partida, o amazonense Lucas Simões comandou, ao lado de Jorge Vendinha, o terror “Quem Apagou as Luzes?”, curta-metragem selecionado para o First Time Filmmaker Sessions“. O evento voltado para realizadores em início de carreira será realizado em Londres, no mês de agosto. 

“Quem Apagou as Luzes?” teve as gravações realizadas em plena pandemia, no mês de maio, em Évora, Portugal. Na cidade onde realiza o curso de cinema da universidade local, Lucas se juntou com o ator de Cabo Verde, Fabrisio Canifa, com quem divide uma casa, para gravar o curta-metragem de seis minutos de duração.  

Filmado todo com a iluminação de um isqueiro, o curta-metragem aproveita o confinamento para criar uma experiência claustrofóbica. “Nós gravamos em casa durante três noites, apenas com o intervalo de dois dias antes da última filmagem para rever o que estávamos filmando e fechar pontas soltas da narrativa. A edição levou muito mais tempo; era um processo constante para aprimorar o filme em favor da experiência”, disse Lucas. “O Jorge e eu trabalhamos juntos nos filmes em geral também porque ele mora relativamente perto de nós. Em maio, Portugal já havia afrouxado mais as restrições da quarentena, isso nos possibilitou fazer o filme com mais segurança”, completou. 

PANDEMIA LONGE DA FAMÍLIA 

Antes de ir morar em Portugal, Lucas Simões comandou a Lens Filmes, coletivo de jovens realizadores amazonenses. No grupo, além de produtor dos filmes do grupo, ele dirigiu um curta, o drama de época “O Gato”, e um longa de ação intitulado “Máscara Vermelha”. Em 2017, porém, resolveu mudar de ares para estudar cinema na Universidade de Évora. 

Já na reta final do curso, Lucas se deparou com a maior pandemia do século e admite que a experiência longe de familiares e amigos não tem sido das mais fáceis. “Ninguém espera estar longe de casa quando se inicia uma pandemia. Era algo que eu jamais poderia esperar estar presenciando isso de longe e não poder estar com as pessoas que gostariam da minha presença com elas”, disse. 

Mesmo assim, Lucas não pretende retornar para dar continuidade à carreira aqui no Brasil. “Eu estou com um planejamento, a nível de carreira, e penso que as atuais políticas públicas no Brasil voltadas para o audiovisual não estão a favor dos diretores e produtores, e isso não facilita a vida de quem precisa. A partir de onde eu moro hoje, vou continuar contando as histórias através dos filmes e principalmente buscando novos públicos para elas. O que eu puder fazer ao meu alcance que colabore com o audiovisual brasileiro, farei com certeza”, disse. 

Amazonense ‘O Barco e o Rio’ é selecionado para festival na Espanha

Depois de passagens de sucessos por festivais brasileiros, chegou a hora de “O Barco e o Rio” alcançar novos caminhos: a produção amazonense está selecionada para o Festival Internacional de Cinema de Huesca, na Espanha. O curta-metragem de Bernardo Abinader disputa a...

Quatro filmes representam o Amazonas na Mostra Histórias do Brasil Profundo

Fruto das políticas públicas de regionalização do audiovisual brasileiro, o atual momento do cinema amazonense alcançou feitos considerados impossíveis décadas atrás, incluindo, desde o surgimento de eventos locais importantes como o Amazonas Film Festival, Olhar do...

Em Manaus, curso gratuito prepara realizadores para primeiro filme

Formação cultural através do audiovisual. Essa é a proposta do projeto “Nosso Primeiro Filme”, contemplado pela Lei Aldir Blanc, através do Prêmio Feliciano Lana da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa. O curso propõe um panorama dos principais setores...

Curtas de Begê Muniz e Lucas Martins representam o Amazonas no CineFantasy

O cinema amazonense estará representado em dose dupla no 11.º Cinefantasy – Festival Internacional de Cinema Fantástico. Os curtas "À Beira do Gatilho", de Lucas Martins, e "Jamary", de Begê Muniz, serão exibidos no evento previsto para ocorrer entre os dias 16 e 29...

Websérie Terceiro Ciclo do Cinema Amazonense – Ep 7: O Que Esperar do Futuro?

Caio Pimenta fala sobre o que esperar do futuro do cinema amazonense e os desafios impostos ao audiovisual local.  https://www.youtube.com/watch?v=rQ79UdbQ4yQ O FUTURO PÓS-ALDIR BLANC A curto prazo, o cinema do Amazonas deve ter um bom 2021 e, talvez, 2022. Falo isso...

Cinemas de Joaquim Marinho no Centro de Manaus serão tema de websérie

Muito antes dos multiplexs dos shoppings centers, os cinemas de rua do Centro de Manaus foram referências de cultura e entretimento durante décadas - atualmente restou apenas o resiliente Casarão de Ideias. Durante os anos 1970 ao início do século XXI, as salas de...

Plataforma digital reunirá dados sobre o audiovisual do Amazonas

Uma plataforma digital com o catálogo de profissionais e empresas de audiovisual do Amazonas somado a um observatório com pesquisas e estudos sobre o setor. Esta é a proposta do projeto Tela Amazônia, da produtora Leão do Norte, organizadora do Matapi – Mercado...

‘O Barco e o Rio’ entra no TOP 10 da Abraccine dos melhores curtas de 2020

A trajetória bem-sucedida do filme amazonense "O Barco e o Rio" segue firme em 2021: a produção dirigida por Bernardo Ale Abinader entrou no TOP 10 dos melhores curtas-metragens de 2020 da Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine). A lista foi divulgada...

Websérie Terceiro Ciclo do Cinema Amazonense – Ep 6: A Tônica da Descontinuidade

Caio Pimenta fala sobre um dos maiores e históricos problemas do cinema produzido no Amazonas: a descontinuidade.  https://www.youtube.com/watch?v=3rosA6214mc ‘A Tônica da Descontinuidade’. Este é o título do livro mais importante sobre o cinema do Amazonas. O autor é...

Cine Set está credenciado para a cobertura do Festival de Berlim 2021

O Cine Set se prepara para uma nova cobertura internacional: a partir de março, o site de cinema produzido em Manaus traz as novidades sobre o Festival de Berlim 2021. O nosso correspondente internacional, Lucas Pistilli, já está credenciado para o evento online...