Com mais de 25 anos de carreira como atriz em Manaus, Vanessa Pimentel, agora, estreia na direção com o documentário “A arte de cozinhar com sabor, memória e afeto”. O média-metragem será lançado online no próximo dia 30 de dezembro e resgata a história, as memórias, costumes, receitas e tradições transmitidas de geração em geração, pelas mulheres da família Fochesatto, conhecidas pela produção de massas italianas artesanais desde 1883. O projeto foi premiado pelo edital ‘Conexões Culturais’,da Prefeitura de Manaus, através da Fundação de Cultura, Turismo e Eventos – Manauscult e Lei Aldir Blanc.

A protagonista do filme é Marisa Sgarioni, uma senhora simples e trabalhadora que mora em Manaus há mais de 20 anos fazendo as massas artesanais. Ensinada pela mãe Theresa Fochesatto, ela passou a tradição para os filhos e netos. “Quando eu cozinho, eu me sinto como uma artista pintando um quadro. E eu realmente acredito que o que fazemos pode ser comparado ao trabalho de um pintor, pois, para nós, o prato é a nossa tela. Os temperos, ingredientes, molhos são as nossas tintas e o resultado de todo esse processo criativo é um belo quadro”, afirma.

Atriz e jornalista, Vanessa Pimentel estreia na direção com “A arte de cozinhar com sabor, memória e afeto”.

 

Segundo a diretora, além da cultura Italiana, “A arte de cozinhar com sabor, memória e afeto”, também dialoga com a cidade de Manaus, e seu universo de cores e frutos regionais, como tucumã, além de monumentos históricos como Mercado Municipal Adolpho Lisboa. 

“Esse projeto tem uma importância gigantesca na minha vida porque trata-se da história das minhas raízes, da minha família e, consequentemente, da vida das minhas antepassadas, vindas da Itália para América e que povoaram a região sul do Brasil. Essas mulheres sempre foram muito talentosas e batalhadoras: cozinhavam divinamente bem, e faziam tudo de maneira artesanal, desde o molho, até a massa, o recheio, pães, geleias, biscoitos, bolos, além da habilidade para costura, macramê, crochê, tricô e ainda participavam dos trabalhos na lavoura, das plantações, da horta, dos vinhedos. No sul do país, fui criada com todas essas tradições, compondo um universo de lembranças bastante significativo da minha família” declarou Vanessa.

O documentário conta com Rogério Campos na captação de áudio e direção de fotografia; Emerson Jesus na montagem, colorização e finalização; Gerfeson Furtado no design gráfico; Tácio Melo na fotografia de divulgação); Luana Pedrosa no making off  e Wanessa Leal na produção de imagens e Assessoria de Comunicação. “A arte de cozinhar com sabor, memória e afeto” poderá ser visto no canal do YouTube do filme (clique aqui).

com informações de assessoria

‘Eu Vi uma Visagem’ traz histórias sobrenaturais dos fantasmas da Amazônia

"Os Caças-Fantasmas", "Beetlejuice", "Poltergeist", “Os Outros”, “Atividade Paranormal”... Filmes sobre fantasmas e espíritos são dos mais tradicionais no terror. Na Amazônia, estes acontecimentos sobrenaturais são conhecidos por um termo próprio: as visagens. Agora,...

Adanilo em dose dupla e Isabela Catão representam o Amazonas no Festival de Gramado 2024 

Dois dos principais nomes do cinema amazonense, Adanilo e Isabela Catão estarão no Festival de Gramado 2024 a partir de 9 de agosto. A atriz está no elenco de “Motel Destino”, filme de abertura do evento gaúcho, enquanto ele participa do elenco de “Oeste Outra Vez” na...

‘Castanho’ marca retorno do Amazonas à mostra competitiva do Festival de Gramado

Depois de três anos, o cinema do Amazonas retorna para a disputa das mostras competitivas do Festival de Gramado. "Castanho" será o representante do Estado na disputa pelos prêmios de curtas-metragens nacionais. O evento no Rio Grande do Sul está marcado para...

Preservação da cultura audiovisual da Amazônia será foco de novo laboratório em Manaus

O Centro Popular de Comunicação e Audiovisual (CPA) anuncia o lançamento do TEIA - Laboratório de Memória Audiovisual do Amazonas, um projeto contemplado pela Lei Paulo Gustavo (LPG), executado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Cultura e Economia...

Novo espaço busca apoiar representatividade feminina no cinema do Amazonas

Promover a participação feminina e uma busca por mais diversidade no mercado audiovisual amazonense. Estas são as principais missões do Espaço Retomada, iniciativa do projeto Mulheres do Audiovisual – Retomada, idealizado pela produtora Aline Fidélix. O início dos...

Inscrições Abertas: Manaus recebe workshop gratuito sobre cinema indígena 

O workshop ‘Cinema Indígena’ está com inscrições gratuitas abertas em Manaus. Prevista para acontecer nos dias 24 e 25 de julho, a atividade será ministrada pelo cineasta Takumã Kuikuro no espaço de mídias da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), bairro Parque...

‘A Bicicleta Amarela’ promete emocionar público com drama sobre Soldados da Borracha

Zeudi Souza é um dos nomes mais experientes em atividade no cinema amazonense. Proveniente da geração dos anos 2000 das oficinas de Zê Leão (antigo Júnior Rodrigues) e do Amazonas Film Festival, o diretor/roteirista traz na filmografia premiados curtas-metragens como...

Casarão de Ideias reabre com novos cinemas, livraria e foco na acessibilidade

Responsável por retomar a tradição dos cinemas de rua do Centro de Manaus, o Casarão de Ideias se prepara para uma nova fase a partir do próximo dia 5 de julho. Nesta data, o centro cultural localizado na Rua Barroso abre as portas para o público em uma reinauguração...

Cine Carmem Miranda retorna no Centro de Manaus após 35 anos 

Grande Otelo, Renato Aragão, Cantinflas, Oscarito... Os cinemas de rua do Centro de Manaus homenagearam lendas populares da Sétima Arte durante as décadas de 1980, 1990 e início dos 2000. Carmem Miranda também foi uma delas: a sala localizada na rua 24 de Maio,...

Festival de Cinema LGBTQIAPN+ de Manaus bate expectativas em luta contra preconceito

Quando Wallace Abreu abriu as inscrições para a primeira edição do Close – Festival de Cinema LGBTQIAPN+ de Manaus, a expectativa era uma adesão de baixa para moderada. “Esperava, no máximo, uns 70 filmes”, revelou em entrevista ao Cine Set. A surpresa veio 60 dias...