Gosto de escrever desde que me entendo por gente, mas quando criança nem sabia o que seria um “texto pra televisão”. Nem passava pela minha cabeça que alguém conseguiria prever as palavras exatas e, ao mesmo tempo, orgânicas o suficiente para causar impacto. No caso das comédias, era ainda mais estranho: como um texto conseguiria ser tão preciso em fazer rir?

Durante a transmissão original de “Os Normais”, eu não tinha completado nem 10 anos de idade e, se assistia, talvez risse sem entender a maior parte das piadas e da relação entre Rui e Vani. Acredito que tenha desenvolvido uma relação com o programa já com reprises e o lançamento dos filmes.

Foi assistindo ao seriado que prestei atenção, pela primeira vez, que existiam créditos de texto. Existia um texto que guiava toda a dinâmica que aparecia ali e, ao mesmo tempo, que precisava ter uma precisão cirúrgica pra funcionar, também precisava ter espaço pro improviso. Ali surgiu meu interesse por roteiro.

O nome de Fernanda Young, então, ficou na minha cabeça.

 

Minha avó, moderninha que só ela, assistia “Irritando Fernanda Young” às quintas-feiras na TV a cabo. O “Saia Justa”, programa do qual Fernanda fez parte da formação original, também era uma constante na minha casa durante as noites de quarta. Pra falar a verdade, eu assistia qualquer coisa que tivesse o nome dela envolvido.

Acabei assistindo até Macho Man e O Dentista Mascarado. Esses foram difíceis pra mim, devo admitir.

Fernanda era, além de a primeira mulher que eu reconhecia como roteirista, completamente diferente de qualquer pessoa que eu já tinha visto até então na televisão: tatuada, porra louca, com um humor ácido e, por vezes, non sense que sempre me deixou meio encantada, meio chocada.

Hoje percebo o quanto o trabalho de Fernanda Young foi porta de entrada para várias preferências que desenvolvi ao longo dos anos: o gosto por crônicas, roteirização e a pontinha de mim que ainda insiste em pensar e produzir audiovisual. Durante a faculdade, ela continuou sendo referência para mim em vários trabalhos: de entrevistas a roteiros.

Quando citava o nome dela percebia sempre um certo grau de estranhamento, talvez porque eu pareça ser, em jeito e aparência, o extremo oposto do que a Fernanda Young representava. Acho que tudo isso se desenvolveu de forma quase inconsciente, mas assim que pensava se faria ou não minha primeira tatuagem, a imagem dela me dizia que ser tatuada não seria, por si só, mais um obstáculo.

Esse choque fez com que olhasse pra trás e enxergasse o improvável impacto que seu trabalho teve em mim. Acredito que ela tenha sido, afinal, uma das referências femininas mais importantes e uma das primeiras profissionais “de bastidores” de quem fui fã: fazia questão de acompanhar e me deixar levar pelas excentricidades e pela imprevisibilidade de tudo que vinha dela.

 

A morte de Fernanda me chocou por sua idade real, mas também porque, para mim, ela tinha aquela aura de quem nunca morreria. Com o perdão do trocadilho, sempre young.

Os 10 Maiores Ataques do Governo Bolsonaro Contra o Cinema Brasileiro em 2021

A escalada do governo Bolsonaro contra a cultura brasileira não é novidade como apontamos nos especiais feitos em 2019 e 2020 dos ataques ao setor do cinema. Neste ano, assistimos ao ápice deste processo: o incêndio em uma unidade da Cinemateca no dia 29 de julho.   O...

Cinema em Tempos de Coronavírus: Dicas de Filmes no Streaming #86

Filme: Sete Prisioneiros Direção: Alex Moratto Elenco: Christian Malheiros, Rodrigo Santoro, Cecília Homem de Mello Sinopse: O jovem Mateus aceita trabalhar em um ferro-velho em São Paulo com o novo chefe Luca para ganha uma oportunidade de dar uma vida melhor à...

Cinema em Tempos de Coronavírus: Dicas de Filmes no Streaming #85

Filme: Vingança & Castigo Direção: Jeymes Samuel Elenco: Jonathan Majors, Idris Elba, Regina King, Zazie Beetz, LaKeith Stanfield, Delroy Lindo Sinopse: Quando o fora da lei Nat Love (Jonathan Majors) descobre que seu maior inimigo, Rufus Buck (Idris Elba), será...

Cinema em Tempos de Coronavírus: Dicas de Filmes no Streaming #84

Filme: Army of Thieves Direção: Matthias Schweighöfer Elenco: Matthias Schweighöfer, Nathalie Emmanuel, Ruby O. Fee Sinopse: Derivado de Army of the Dead, o filme traz a história a vida do bancário Ludwig Dieter (Matthias Schweighöfer) passa por uma reviravolta quando...

Cinema em Tempos de Coronavírus: Dicas de Filmes no Streaming #83

Filme: Gran Torino Direção: Clint Eastwood  Elenco: Clint Eastwood, Bee Vang, Ahney Her  Sinopse: Walt Kowalski (Clint Eastwood) é um inflexível veterano da Guerra da Coréia, agora aposentado. Para passar o tempo ele faz consertos, bebe cerveja e vai mensalmente ao...

Cinema em Tempos de Coronavírus: Dicas de Filmes no Streaming #82

Filme: O Lobo Atrás da Porta  Direção: Fernando Coimbra  Elenco: Leandra Leal, Milhem Cortaz, Fabíula Nascimento  Sinopse: Uma criança é sequestrada e seus pais, Bernardo e Sylvia, decidem ir até a delegacia. O delegado resolve interrogá-los separadamente e descobre...

Cinema em Tempos de Coronavírus: Dicas de Filmes no Streaming #81

Filme: Amor e Outras Drogas Direção: Edward Zwick  Elenco: Jake Gyllenhaal, Anne Hathaway, Oliver Platt, Hank Azaria  Sinopse: Maggie é uma mulher de espírito livre que não quer se amarrar a alguém de maneira alguma. Ela só não esperava conhecer Jamie, um charmoso...

Cinema em Tempos de Coronavírus: Dicas de Filmes no Streaming #80

Filme: Razão e Sensibilidade   Direção: Ang Lee   Elenco: Emma Thompson, Hugh Grant, Kate Winslet   Sinopse: Em virtude da morte do marido, uma viúva e as três filhas passam a enfrentar dificuldades financeiras, pois praticamente toda a herança foi para um filho do...

Cinema em Tempos de Coronavírus: Dicas de Filmes no Streaming #79

Filme: La Misma Sangre  Direção: Miguel Cohan  Elenco: Dolores Fonzi, Paulina García, Oscar Martínez, Luis Gnecco  Sinopse: Um trágico acidente tira a vida da matriarca da família, mas os detalhes da morte fazem os filhos suspeitarem do próprio pai. ...

Cinema em Tempos de Coronavírus: Dicas de Filmes no Streaming #78

Filme: Schumacher Direção: Hanns-Bruno Kammertöns, Vanessa Nöcker e Michael Wech Sinopse: Com depoimentos de familiares, amigos e de nomes do automobilismo, como Sebastian Vettel, o documentário deve contar um pouco sobre a vida de Schumacher antes de virar piloto...