Caio Pimenta apresenta os principais eventos, festivais e mostras do cinema amazonense nos últimos 20 anos. 

Nos dois primeiros ciclos do cinema amazonense, festivais e eventos não eram tão comuns assim. Os mais célebres aconteceram durante a geração cineclubista dos anos 1960: em 1966, foi realizado o Festival de Cinema Amador, e três anos depois o Festival Norte de Cinema Brasileiro com uma homenagem a Silvino Santos no palco do Teatro Amazonas.  

DO POPULAR AO ACADÊMICO 

Vencedores do Amazonas Film Festival

Já neste terceiro ciclo, o cenário mudou e vimos surgir diversos eventos ao longo dos últimos 20 anos. O mais célebre deles, claro, foi o Amazonas Film Festival. Realizado de 2004 a 2013, o evento era promovido pelo Governo do Amazonas em parceria com instituições internacionais. Para saber mais sobre o AFF, deixo um link para uma websérie aqui do canal que fala justamente sobre o evento. 

Em 2002, surgiu o Um Amazonas, conhecido mais popularmente como festival do filme do minuto. A primeira edição teve coordenação do Sérgio Andrade, porém, o Júnior Rodrigues foi o nome mais associado ao evento. Em sua maioria, as produções eram amadoras, muitas vezes, uma piada filmada, mas, algo natural para uma produção ainda em fase inicial. O festival circulou por Manaus, cidades do interior como Maués e atravessou fronteiras chegando à França e ao México. 

A última edição do Um Amazonas aconteceu em 2016, mas, ele rendeu frutos como o Umzinho, voltado para filmes produzidos por crianças, e o Curta 4, festival para produções com até quatro minutos de duração.  

Também em 2002, surgiu o Festival Amazonas Filmes Curta Brasil que, mais tarde, se tornou Festival Cine Curupira. O evento visou estimular o audiovisual amazonense e trazer produções nacionais para Manaus; terminou em 2006. 

Promovido pelo Navi – Núcleo de Antropologia Visual da Universidade Federal do Amazonas, a Mostra Amazônica do Filme Etnográfico teve cinco edições e homenageou nomes como Vincent Carelli, Jorge Bodanzky, Aurélio Michiles, Adrian Cowell, entre outros. O evento tinha um timaço na organização, incluindo, Selda Vale da Costa, Gustavo Soranz e Tom Zé. 

DO UNIVERSITÁRIO AO MERCADO 

Vamos agora para os anos 2010. A Mostra do Cinema Amazonense foi uma iniciativa do Fórum do Audiovisual Amazonense e servia para dar vazão à produção local após o fim do Amazonas Film Festival. Teve três edições e, na última em 2017, contou com o prêmio do Júri Popular para “Maria”, da Elen Linth. 

Em 2018, surgiu o Olhar do Norte, festival de cinema produzido pela Artrupe Produções. As duas primeiras edições foram físicas, enquanto a terceira, em 2020, por conta da pandemia da COVID-19, teve que ser online aqui no canal do Cine Set e na plataforma Videocamp. “O Necromante”, “Vila Conde” e o paraense “Ari y Yo” foram os vencedores do prêmio do júri. O evento ainda conta com atividades de formação como oficinas durante os dias de evento. 

Falando em formação, a produtora Picolé da Massa leva o projeto Cine Bodó para as periferias de Manaus. Durante o evento, crianças e adolescentes participam de atividades de audiovisual com profissionais locais do setor, aprendendo técnicas de filmagens e produção. Sessões de cinema e rodas de conversa completam a programação. Já o Pirarucurta é uma iniciativa recente, de 2019, da Faculdade Martha Falcão, e estimula o audiovisual no ambiente acadêmico. 

Por fim, tem o Matapi – Mercado Audiovisual do Norte. Deixei-o por último por considerá-lo o mais importante de todos estes eventos. No evento promovido pela Dabacuri Produções e Leão do Norte, não há exibições de filmes; o foco está em contribuir para a profissionalização do setor com oficinas, palestras, masterclasses para quem atua na área e também em promover oportunidades de negócios para produtoras locais com players nacionais e internacionais. Ter um evento de mercado de audiovisual no Amazonas simboliza o quanto a produção amazonense evoluiu neste terceiro ciclo.  

Projeto contemplado no Prêmio Feliciano Lana, promovido pela Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa com recursos da Lei Aldir Blanc.

O Fórum Feminino do Audiovisual do Amazonas | Podcast Cine Set #69

Surgido após a ausência de filmes dirigidos por mulheres amazonenses na quarta edição do Festival Olhar do Norte, o Fórum Feminino do Audiovisual do Amazonas chega como um local de fortalecer laços entre as mulheres que trabalham no setor do Estado. A geração de...

Do Acre para a Suécia: ‘Noites Alienígenas’ leva a Gotemburgo dilemas da Amazônia urbana 

Os dilemas de uma cidade no meio da Amazônia no constante choque existencial entre o urbano e a floresta diante da explosão da criminalidade causada pelas facções criminosas. Nesta realidade urgente e mais do que atual se passa “Noites Alienígenas”, longa acreano...

Cinco Breves Notas sobre a saída do Cinemark de Manaus 

1. MILHARES SEM CINEMA PRÓXIMO A ELAS  O fim das oito salas do Cinemark no Studio 5 deixa milhares de pessoas sem um cinema perto delas, cenário diferente do que ocorrera com o fechamento do Playarte do Manauara Shopping, onde outros shoppings – Amazonas, Millenium e...

Studio 5 confirma fechamento das salas do Cinemark em Manaus

Depois de 20 anos em operação, o Cinemark encerrou as atividades em Manaus. Procurado pelo Cine Set, o Studio 5 confirmou a informação. O último dia de operação da rede norte-americana na cidade aconteceu no domingo, dia 30 de janeiro. O Cinemark tinha oito salas na...

10 Filmes do Cinema Amazonense Para Ficar de Olho em 2022

Depois de um grande 2021 com muitos prêmios e presenças em importantes festivais nacionais e internacionais, o cinema amazonense chega para o ano novo com expectativas de manter o momento de alta. Muito disso graças aos lançamentos de projetos financiados com recursos...

Retrospectiva Cine Set – O Melhor e Pior do Cinema Amazonense em 2021

Incontáveis vezes durante 2021 escrevi que, em meio a tantas tragédias e notícias ruins, o cinema era uma das poucas coisas que o amazonense poderia se orgulhar neste ano. Afinal, semana após semana, as produções locais participavam de festivais Brasil e mundo afora,...

Retrospectiva 2021 – O Ano do Cine Set

Perco o número de vezes da quantidade de vezes em que já me perguntei o motivo de seguir fazendo o Cine Set durante estes 7,5 anos de existência do site.  Em janeiro de 2021, entretanto, parei.  Como seguir adiante quando a cidade onde nasci e vivo colapsa?...

Galeria de Fotos – Lançamento do Livro ‘Olhar Feminino: O Norte na Direção’

O Cine Set promoveu o lançamento de "'Olhar Feminino: O Norte na Direção" na noite do último sábado (18) no Casarão de Ideias, localizado na Rua Barroso, 279, no Centro de Manaus. Pâmela Eurídice, autora do livro, recebeu familiares e amigos para uma sessão de...

Cine Set lança livro sobre cinema feito por mulheres no Amazonas

Trazendo um registro da produção cinematográfica feminina no Amazonas, o livro “Olhar Feminino: O Norte na Direção” será lançado no dia 18 de dezembro, com uma noite de autógrafos no Casarão de Ideias, localizado na Rua Barroso, no Centro de Manaus, a partir das...

UEA avança no processo de retomada do curso de audiovisual

O Conselho Acadêmico da unidade da Escola Superior de Artes e Turismo (Conaesat) da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) aprovou, nesta semana, o projeto de retomada do curso de audiovisual. Agora, a proposta deve ser sacramentada pelo Conselho Universitário da...