Filme: Atentado ao Hotel Taj Mahal

Direção: Anthony Maras

Elenco: Dev Patel, Armie Hammer, Amandeep Singh, Suhail Nayyar, Manoj Mehra, Dinesh Kumar

Sinopse: Uma história real de humanidade e heroísmo, baseada nos ataques terroristas ao famoso Hotel Taj Mahal em Mumbai, na Índia. Entre os sobreviventes, estão o renomado chef Hemant Oberoi (Anupam Kher) e o garçom Arjun (Dev Patel), que escolhem arriscar suas vidas para proteger as demais vítimas. Em meio ao caos, um casal de hóspedes (Armie Hammer, Nazanin Boniadi) se vê forçado a lutar por sobrevivência para salvar a vida de seu filho recém-nascido.

Horários 

Cinépolis Millenium Shopping –  17h30, 20h30 (Legendado)

Filme: A Pequena Travessa

Direção: Joachim Masannek

Elenco: Malu Leicher, Christoph Maria Herbst, Meret Becker

Sinopse: Lilli Susewind tem a habilidade de falar com animais, mas fora seus pais e sua avó, ninguém sabe deste segredo. Quando ela conhece Jess, um menino divertido e misterioso, decide contar para ele. Juntos, os dois precisam achar o filhote de elefante que foi roubado do zoológico.

Horários 

Cinépolis Manaus Plaza Shopping – 13h45, 16h15 (Dublado)

Playarte Manauara Shopping – 12h50, 15h10, 17h30 (Dublado)

UCI Sumaúma Park Shopping – 13h00, 15h15, 17h30 (Dublado)

Filme: A Espiã Vermelha

Direção: Trevor Nunn

Elenco: Judi Dench, Sophie Cookson, Tom Hughes

Sinopse: Filme se passa na Inglaterra, em 2000. A cientista Joan Stanley, de 88 anos, é presa pelo MI5 acusada de fornecer informações à Rússia comunista durante o período da 2ª Guerra Mundial quando trabalhou na pesquisa secreta para a criação da bomba atômica. O Serviço Secreto sabe que em 1938, então estudante de física em Cambridge, ela se apaixonou pelo jovem comunista Leo Galich e procura obter a sua confissão dos motivos que a levaram a trair não apenas o seu País, mas todo o mundo democrático e Ocidental.

Horários 

Cinépolis Shopping Ponta Negra – 15h10 (sábado e domingo), 19h20 (segunda a sexta-feira)

Filme: O Olho e a Faca

Direção: Paulo Sacramento

Elenco: Rodrigo Lombardi, Débora Nascimento, Caco Ciocler, Maria Luisa Mendonça

Sinopse: Roberto (Rodrigo Lombardi) trabalha numa base de petróleo, e passa longos meses afastado da esposa e dos dois filhos. Nos momentos de distância, inicia um relacionamento com outra mulher. Um dia, Roberto recebe uma promoção no emprego, forçando-o a ficar ainda menos presente para a família e os amigos.

Horários 

Cine Casarão – 16h00 (sábado), 17h00 (domingo), 18h30 (sexta-feira), 20h30 (quinta-feira)

Filme: Estou me Guardando Para Quando o Carnaval Chegar

Direção: Marcelo Gomes

Sinopse: Na cidade de Toritama, considerada um centro ativo do capitalismo local, mais de 20 milhões de jeans são produzidas anualmente em fábricas caseiras. Orgulhosos de serem os próprios chefes, os proprietários destas fábricas trabalham sem parar em todas as épocas do ano, exceto o carnaval: quando chega a semana de folga eles vendem tudo que acumularam e descansam em praias paradisíacas.

Horários 

Cine Casarão – 18h30 (quinta-feira)

‘Cadê Você, Bernadette?’: Cate Blanchett reina em melodrama simpático

Bernadette Fox (Cate Blanchett) é uma brilhante arquiteta que abandonou a carreira após uma terrível decepção em uma de suas grandes criações. Ela mora em Seattle com o marido Elgie (Billy Crudup) e a filha Bee (Emma Nelson) com quem tem uma relação de amizade e...

‘Pacarrete’: uma síntese do artista brasileiro

Quando “Pacarrete” foi selecionado para o Festival de Gramado deste ano, o filme cearense era visto como um patinho feio dentre as obras em competição. Concorrendo com grandes produções, dirigidas por nomes consagrados como Miguel Falabella (com o aguardado “Veneza”)...

‘Papicha’: resistência feminina ao extremismo religioso em grande drama

Ter sido mulher na Argélia de 1990 durante uma guerra civil e a escalada do poder de grupos muçulmanos a partir do extremismo islâmico e intolerância religiosa foi uma jornada de sobrevivência. Em “Papicha”, o filme que representa a Argélia como pré-candidato ao Oscar...

‘Doutor Sono’: sequência constrói ponte entre visões de King e Kubrick

Existe O Iluminado de Stephen King e O Iluminado de Stanley Kubrick, e eu sempre digo às pessoas para experimentarem os dois. O de King é um livro de terror sobre aprender a vencer os próprios demônios, principalmente alcoolismo e abuso. O de Kubrick é um filme de...

‘Apollo 11’: documentário protocolar sobre a chegada do homem à Lua

“Um pequeno passo para o homem, mas um salto gigantesco para a humanidade”. A frase proferida por Neil Armstrong no momento em que pisava na Lua pela primeira vez é, sem dúvida, o momento mais memorável da Missão Apollo 11. Já retratada em diversos meios, a última...

‘O Rei’: ressignificações da masculinidade em poderoso épico

O que mais impressiona em O Rei, drama histórico da Netflix e do diretor David Michôd, o mesmo de Reino Animal (2010) e The Rover: A Caçada (2014), são as caras jovens na tela. Geralmente épicos não são estrelados por atores com cara de garotos, nem os vemos...

‘A Música da Minha Vida’: coming of age ao som e espírito de Springsteen

Tanto em “Apenas uma Vez” quanto em “Mesmo Se Nada Der Certo”, o diretor irlandês John Carney demonstrou o poder que a música exerce sobre nossas vidas. Em “Sing Street”, considerado seu trabalho mais pessoal, Carney consegue estabelecer um diálogo ainda maior com seu...

‘O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio’: replay dos melhores momentos da série

De todos os filmes de ação/ficção-científica dos anos 1980 que fizeram sucesso, O Exterminador do Futuro (1984) era, em tese, o que tinha a menor probabilidade de virar franquia. Vigoroso e impactante longa que impulsionou as carreiras do seu roteirista/diretor, James...

‘Zumbilândia – Atire Duas Vezes’: preguiça completa de buscar algo novo

Toda vez que é lançada uma nova versão de algum filme famoso eu me pergunto se irá valer a pena. “Zumbilândia - Atire Duas Vezes”, já adiantando bastante, é totalmente desnecessário. Parece haver uma cultura em Hollywood onde as pessoas devem ganhar mais pontos ao...

‘Meu Nome é Dolemite’: Eddie Murphy reencontra as boas comédias na Netflix

Famoso movimento do cinema americano nos anos 1970, o Blaxploitation teve como público-alvo os negros do país tão mal representados nas grandes produções de Hollywood. Sempre com o nível de violência acima da média, as produções transitavam entre policiais, westers,...