Filme: Atentado ao Hotel Taj Mahal

Direção: Anthony Maras

Elenco: Dev Patel, Armie Hammer, Amandeep Singh, Suhail Nayyar, Manoj Mehra, Dinesh Kumar

Sinopse: Uma história real de humanidade e heroísmo, baseada nos ataques terroristas ao famoso Hotel Taj Mahal em Mumbai, na Índia. Entre os sobreviventes, estão o renomado chef Hemant Oberoi (Anupam Kher) e o garçom Arjun (Dev Patel), que escolhem arriscar suas vidas para proteger as demais vítimas. Em meio ao caos, um casal de hóspedes (Armie Hammer, Nazanin Boniadi) se vê forçado a lutar por sobrevivência para salvar a vida de seu filho recém-nascido.

Horários 

Cinépolis Millenium Shopping –  17h30, 20h30 (Legendado)

Filme: A Pequena Travessa

Direção: Joachim Masannek

Elenco: Malu Leicher, Christoph Maria Herbst, Meret Becker

Sinopse: Lilli Susewind tem a habilidade de falar com animais, mas fora seus pais e sua avó, ninguém sabe deste segredo. Quando ela conhece Jess, um menino divertido e misterioso, decide contar para ele. Juntos, os dois precisam achar o filhote de elefante que foi roubado do zoológico.

Horários 

Cinépolis Manaus Plaza Shopping – 13h45, 16h15 (Dublado)

Playarte Manauara Shopping – 12h50, 15h10, 17h30 (Dublado)

UCI Sumaúma Park Shopping – 13h00, 15h15, 17h30 (Dublado)

Filme: A Espiã Vermelha

Direção: Trevor Nunn

Elenco: Judi Dench, Sophie Cookson, Tom Hughes

Sinopse: Filme se passa na Inglaterra, em 2000. A cientista Joan Stanley, de 88 anos, é presa pelo MI5 acusada de fornecer informações à Rússia comunista durante o período da 2ª Guerra Mundial quando trabalhou na pesquisa secreta para a criação da bomba atômica. O Serviço Secreto sabe que em 1938, então estudante de física em Cambridge, ela se apaixonou pelo jovem comunista Leo Galich e procura obter a sua confissão dos motivos que a levaram a trair não apenas o seu País, mas todo o mundo democrático e Ocidental.

Horários 

Cinépolis Shopping Ponta Negra – 15h10 (sábado e domingo), 19h20 (segunda a sexta-feira)

Filme: O Olho e a Faca

Direção: Paulo Sacramento

Elenco: Rodrigo Lombardi, Débora Nascimento, Caco Ciocler, Maria Luisa Mendonça

Sinopse: Roberto (Rodrigo Lombardi) trabalha numa base de petróleo, e passa longos meses afastado da esposa e dos dois filhos. Nos momentos de distância, inicia um relacionamento com outra mulher. Um dia, Roberto recebe uma promoção no emprego, forçando-o a ficar ainda menos presente para a família e os amigos.

Horários 

Cine Casarão – 16h00 (sábado), 17h00 (domingo), 18h30 (sexta-feira), 20h30 (quinta-feira)

Filme: Estou me Guardando Para Quando o Carnaval Chegar

Direção: Marcelo Gomes

Sinopse: Na cidade de Toritama, considerada um centro ativo do capitalismo local, mais de 20 milhões de jeans são produzidas anualmente em fábricas caseiras. Orgulhosos de serem os próprios chefes, os proprietários destas fábricas trabalham sem parar em todas as épocas do ano, exceto o carnaval: quando chega a semana de folga eles vendem tudo que acumularam e descansam em praias paradisíacas.

Horários 

Cine Casarão – 18h30 (quinta-feira)

‘O Caminho de Volta’: Ben Affleck se destaca em filme médio

Ben Affleck é um caso interessante. Seu início de carreira como ator em filmes como Procura-se Amy (1997), Armageddon (1998), Dogma (1999) o indicavam como um rosto bonito eficiente – sem ofensa – para estrelar blockbusters sem muito a dizer, mas com enorme alcance de...

‘Wendy’: no limbo da indecisão entre o infantil e o adulto

Quando falamos de diferentes produções sobre uma história no cinema sempre buscamos uma versão definitiva, a mais completa ou melhor idealizada. Assim, um personagem tão famoso como Peter Pan logo ganhou destaque em diferentes filmes e, desta vez, o...

‘Capone’: a esquisitice brilhante de Tom Hardy vale o filme

Alguma coisa está acontecendo com Tom Hardy. Sempre foi um bom ator – daqueles discípulos do método Stanislavski, se imerge no personagem e não sai dele – e especializado em tipos intensos, às vezes atormentados, às vezes até vilanescos. Mas aí em 2018 o cara fez o...

‘Emma’: adaptação irritante com Anya Taylor-Joy robótica

Jane Austen construiu um dos romances mais reais, plausíveis e icônicos de todos os tempos. Afinal de contas, quem não admira a história de amor de “Orgulho e Preconceito”? É de sua autoria também, no entanto, uma das protagonistas mais fúteis e egoístas da...

‘Ilha da Fantasia’: candidato a episódio dos piores de ‘Lost’

“O avião! O avião!”. Essa fala e o anão Tattoo são os elementos mais lembrados do seriado da TV Ilha da Fantasia dos anos 1970. Esses elementos são suficientes para garantir a produção de uma nova versão, destinada ao grande público de cinema de hoje? Bem, alguém...

‘Sete Dias Sem Fim’: filme certo para relaxar na quarentena

 Sete Dias Sem Fim é o típico filme que você passa diversas vezes por ele no catálogo da Netflix, lê a sinopse sem dá qualquer bola para ela e decide escolher outra produção para ver no final das contas. É verdade que o resumo disponibilizado pela plataforma não ajuda...

‘Never Rarely Sometimes Always’: sororidade na angústia do aborto

Particularmente assistir produções que tenham como temáticas ou subtextos o aborto é emocionalmente desgastante. Mesmo quando elas têm um tom mais leve como “Aprendendo com a Vovó”, por exemplo, a carga emocional e unilateral que esse tipo de jornada narra me deixam...

‘A Assistente’: o retrato dos abusos na indústria do cinema

Como todo grande acontecimento no mundo hollywoodiano, o movimento #MeToo não demorou muito para se tornar uma fonte de inspiração para muitas produções no cinema. Seguindo essa proposta, a diretora e roteirista Kitty Green (‘Quem é JonBenet?’) apresenta ‘A...

‘Devorar’: senhoras e senhores, conheçam Haley Bennet

O título nacional do filme Devorar é impreciso e sensacionalista, como muitas vezes acontece. O original em inglês é “Swallow”, que significa literalmente “engolir”, e esse é o drama na vida na protagonista da história. É um filme que combina um olhar sobre um...

‘Os Miseráveis’: reacionário, inconsequente ou apenas ingênuo?

Dos 23 jogadores convocados pela seleção da França para a Copa do Mundo de 2018, 19 poderiam atuar por outras seleções que não a francesa. Apenas quatro não eram nascidos em outro país, ou não tinham os pais e/ou familiares de outro lugar – majoritariamente de algum...