A polêmica decisão de Timothée Chalament em doar o cachê recebido no próximo filme de Woody Allen, “A Rainy Day in New York”, está causando discussões nos bastidores de Hollywood. Reportagem divulgada pelo Huffington Post americano aponta que dois importantes atores ganhadores do SAG criticaram um possível jogo duplo do ator visando a temporada de premiações. As informações são do site Indiewire.

Sem ter os nomes revelados, os dois atores ouvidos pela reportagem afirmaram que a declaração de Timothée Chalament sobre o caso é dúbia. Segundo eles, a escolha de doar o cachê é uma forma de angariar simpatia para os que defendem o movimento Time´s Up, enquanto a opção de não criticar ou condenar Woody Allen publicamente serviria para não desagradar os apoiadores do diretor de clássicos como “Annie Hall” e “Manhattan”. Para a dupla, isto seria uma estratégia com o intuito de não correr riscos na temporada de premiações.

O Huffington Post também teve acesso ao contrato de Timothée Chalament em “A Rainy Day in New York”. O documento mostra que não há nada sobre o ator não poder emitir declarações negativas sobre Woody Allen ou qualquer coisa parecida.

Facebook Comments