Parecia bom demais para ser verdade… Hoje foi noticiado pelo The Hollywood Reporter que o cineasta Cary Fukunaga, famoso por ter dirigido a primeira temporada da série “True Detective” da HBO, abandonou o projeto da adaptação para o cinema do livro “It: A Coisa”, do escritor Stephen King.

De acordo com a reportagem, Fukunaga e o estúdio New Line Cinema se desentenderam por questões orçamentárias e por isso o diretor deixou o projeto. No livro, o leitor acompanha duas linhas narrativas: uma, com um grupo de crianças na década de 1950, que se deparam com uma entidade maligna na sua cidadezinha, capaz de assumir a forma de um palhaço, e lutam contra ela. E a outra linha narrativa segue os personagens 30 anos depois, já adultos, voltando à cidade para combater o mesmo mal de uma vez por todas.

O plano de Fukunaga e do estúdio era o de fazer dois filmes baseados no enorme livro, o primeiro enfocando as crianças e o segundo os adultos. Fontes da matéria afirmaram que a New Line aprovou um orçamento de 30 milhões para a primeira parte de “It”, que o diretor considerou insuficientes, mas mesmo assim concordou em fazer modificações no roteiro. Porém, estúdio e o cineasta acabaram chegando a um impasse e, após concluírem que a produção sofreria atrasos, Fukunaga deixou o projeto.

Faltavam três semanas para o início das filmagens. O ator Will Poulter já havia sido anunciado no papel do assustador palhaço Pennywise, mas agora o filme foi adiado indefinidamente. Uma pena, pois esse projeto tinha muito potencial… “It: A Coisa” já foi adaptado em forma de minissérie para a TV em 1990 e, pelo visto, permanecerá mais um tempo no limbo do cinema.

Facebook Comments