GAME OVER!

O Cine Set encerra agora a cobertura do Oscar 2014!

Muito obrigado a todos por terem acompanhado nosso esforço e trabalho em levar uma transmissão com bastante opinião e comentários!

Até o Oscar 2015!

====================================================================================

RESULTADO DO SORTEIO DE “ARGO”

Vencedor: Heitor Loris

RESULTADO DO SORTEIO DE “O ARTISTA”

Vencedora: Maria Elizabeth

Parabéns Heitor e Maria Elizabeth!
A equipe do Cine Set entrará em contato com vocês nesta segunda-feira!

==============================================================================================

SORTEIO FECHADO!

Encerradas a seção de comentários para concorrer aos prêmios.

Dentro de instantes, vamos divulgar os vencedores!

Para o sorteio, vamos utilizar este site: http://www.sorteador.com.br/

Para “Argo”, concorrem:

1) Cláudio Pinheiro
2) Samara Silveira
3) Heitor Loris
4) Alessandra

Para “O Artista” concorrem:

1) Flávio Pimenta
2) Larissa Mahall
3) Matheus José
4) Maria Elizabeth
5) Heitor Loris

=========================================================================================

NÚMERO DE PRÊMIOS POR FILME DO OSCAR 2014

Gravidade: 7
12 Anos de Escravidão: 3
Clube de Compras Dallas: 3
O Grande Gatsby: 2
A Grande Beleza: 1
Blue Jasmine: 1
Ela: 1

===============================================================================

MELHOR FILME – 12 Anos de Escravidão

Caio Pimenta:  Will Smith apresentar o Oscar de Melhor Filme era entregar o prêmio a “12 Anos de Escravidão”. O filme sobre um homem livre transformado em escravo ganha pela importância social aos EUA. Realmente, trata-se de um baita filme e merece o título. Por outro lado, faltou coragem da Academia em conceder a um blockbuster do tamanho de “Gravidade” a estatueta principal.

Diego Bauer: E ganhou 12 Anos de Escravidão! Filme espetacular, embasbacante, angustiante, e cinema de melhor qualidade. Filme que vai ficar por muito tempo. Prêmio mais que merecido.

Ivanildo Pereira: Comprovando o favoritismo, 12 Anos de Escravidão vence como Melhor Filme e fica também com prêmios de roteiro e atriz coadjuvante. Filme importante e corajoso, torna-se ainda mais importante com a premiação.

Susy Freitas: Com uma direção sensível, ótimas atuações e uma trama que apela a um tema sensível não apenas no contexto histórico norte-americano, a vitória de “12 anos de escravidão” mostra que o aspecto comercial da premiação contribui para chamar a atenção para os atributos artísticos da excelente obra, e um dos motivos que fazem com que continuemos assistindo à premiação ano após ano.

==========================================================================

MELHOR ATOR – Matthew McConaughey, por Clube de Compras Dallas

Caio Pimenta: Se Ben Affleck ressurgiu em “Argo”, o mesmo acontece com Matthew McConaughey. O ator vai além da mera perda do peso e do impacto visual para criar um sujeito mesquinho e preconceituoso em busca da sobrevivência após descobrir ter Aids. DiCaprio, força! Você ganha um dia!

Diego Bauer: E deu McCounaghey! A volta por cima deste ator é algo realmente bonito de se ver. Saindo das cinzas, renasceu, e está em um momento iluminado. Grande, grande ator.

Ivanildo Pereira: Matthew McConaughey vence como Melhor Ator. Prêmio merecido, não apenas por um desempenho exemplar e intenso, mas também pelo momento especial que este ator está passando. Hoje ele é um dos melhores, e o Oscar comprova isso.

Susy Freitas: Duas tradições do Oscar presentes nessa premiação de Melhor Ator: uma é a escolha de um ator que deu a volta por cima, como é o caso de Matthew McConaghey, que parece ter saído de vez das comédias românticas para mostrar do que é capaz em “Clube de Compras Dallas”. A outra tradição? Esnobar o Leonardo Dicaprio. Pelo menos o vencedor nos brindou com uma ótima performance..

=====================================================================================

MELHOR ATRIZ – Cate Blanchett, por Blue Jasmine

Caio Pimenta: nem mesmo toda a polêmica em torno de Woody Allen diminuiu a possibilidade de surpresas na categoria. Amy Adams está excelente em “Trapaça”, Judi Dench carrega “Philomena” e Meryl Streep sempre bem no drama “Álbum de Família”. Mesmo assim, não havia como competir com Cate Blanchett. Uma das vitórias mais fáceis da história do Oscar.

Diego Bauer: Mais uma barbada. Prêmio que solidifica Blanchett como um modelo de atriz.

Susy Freitas: O favoritismo de Blanchett era tão grande e tão bem justificado que não sobra mais muita coisa pra comentar…

==========================================================================================

MELHOR DIRETOR – Alfonso Cuáron, por Gravidade

Caio Pimenta: A América Latina ganha o primeiro Oscar na categoria de Melhor Diretor. Mestre de grandes planos-sequências, Cuáron merece todos os prêmios pela capacidade de colocar o público em um espetáculo raro de se ver. “Gravidade” se credencia forte para o Oscar de Melhor Filme.

Diego Bauer: Como era esperado, Cuarón recebeu seu primeiro Oscar de Direção por Gravidade. O trabalho deste criativo diretor alcança um novo patamar com este filme, e o coloca como um dos grandes diretores do momento. Torcia para Mcqueen, mas o prêmio está em excelentes mãos.

Ivanildo Pereira: Oscar de Melhor Diretor para Alfonso Cuarón é merecidíssimo. Um verdadeiro artista visual que faz filmes criativos e emocionantes já há bastante tempo, e que com Gravidade levou o publico a uma viagem incomum e humana no cinema.

Susy Freitas: Por um lado, premiar filmes que fujam do gênero drama é algo “rebelde” dentro da história da Academia; por outro lado, “Gravidade” é um produto extremamente comercial, apesar de suas óbvias qualidades. A verdade é que estas se devem basicamente à direção de Cuarón, o que faz com que seu prêmio de Melhor Diretor seja merecido.

=======================================================================================

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL – Ela

O prêmio de consolação. “Ela” merecia muito mais. Infelizmente, acaba sendo ousado demais para a Academia. O roteiro de Spike Jonze é um verdadeiro achado sobre como os relacionamentos humanos se dão na atualidade e o nosso envolvimento cada vez maior com as máquinas por causa da nossa incapacidade de interagir com outra pessoa. Trabalho brilhante!

por Caio Pimenta

==================================================================================

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO – 12 Anos de Escravidão

Concorrentes de peso na categoria de Roteiro Adaptado, como os roteiros de Capitão Phillips, Antes da Meia-Noite e Lobo de Wall Street. Mas o vencedor acabou sendo o filme 12 Anos de Escravidão e esse prêmio o deixa forte para levar também o Oscar de Melhor Filme.

por Ivanildo Pereira

===============================================================================

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL – “Let It Go”, por Frozen

A música até funciona em “Frozen” (não a versão dublada, claro). Porém, a Academia de Hollywood vai se mostrando cada vez mais conservadora. Com “The Moon Song” de “Ela” e “Ordinary Love” de “Mandela”, “Let It Go” se mostrava a opção mais segura.

por Caio Pimenta

====================================================================================

MELHOR TRILHA SONORA – Gravidade

=================================================================================

In Memorium

James Gandolfini, Karen Black, Paul Walker, Elmore Leonard, Eduardo Coutinho, Saul Zaentz, Peter O’Toole, Roger Ebert, Joan Fontaine, Shirley Temple, Harold Ramis, Maximillian Schell, Philip Seymour Hoffman… Foram muitos os grandes nomes do cinema que se foram em 2013 e no início de 2014, e o Oscar relembrou esses e vários outros… As perdas foram tão inesperadas e tristes que a Academia até colocou um número musical logo depois com a atriz e cantora Bette Midler. Momento tocante da cerimônia.

por Ivanildo Pereira

=======================================================================================

NÚMERO DE PRÊMIOS

Gravidade – 5
Clube de Compras Dallas – 2
O Grande Gatsby – 2
12 Anos de Escravidão – 1
Frozen – 1
A Grande Beleza – 1

Repare que “Trapaça” perdeu todos os prêmios a que disputou. Tem tudo para ser uma das maiores derrotas da história do Oscar.

=================================================================================

MELHOR DESING DE PRODUÇÃO – O Grande Gatsby

A Academia de Hollywood vai compensando o fracasso de “O Grande Gatsby”. Infelizmente, direção de arte mais minimalistas e focadas na atualidade como “Ela” são sempre deixados de lado para obras de época. O resultado, novamente, não é injusto, mas, mostra uma certa miopia para preceitos novos.

Por Caio Pimenta

========================================================================

MELHOR MONTAGEM – Gravidade

Categoria considerada essencial para definir o vencedor de Melhor Filme, “Gravidade” conquista o quinto prêmio da noite. A criação dos planos-sequências e a elaboração de um espetáculo visual em uma atmosfera sufocante não deixa qualquer questionamento sobre esta vitória. Poderia ser “Capitão Phillips”, mas, “Gravidade” não deixa de ser justo.

Por Caio Pimenta

=======================================================================================

MELHOR FOTOGRAFIA – Gravidade

Como era esperado, Gravidade leva o prêmio de fotografia. Excelente trabalho de Emannuel Lubeski, que comprova a força de Gravidade na premiação.

por Diego Bauer

===================================================================================

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE – LUPITA NYONG’O, por 12 Anos de Escravidão

Caio Pimenta: O México conquista o primeiro Oscar da noite. Lupita faz um belo papel em que conquista o público na última cena da personagem. Lamento pela June Squibb, deliciosa em “Nebraska”. Já Jennifer Lawrence se livra de um peso de dois Oscars tão jovem.

Diego Bauer: Que momento! Ver uma atuação como a de Nyong’o ser agraciada dessa forma, é algo recompensador. Seu trabalho em 12 Anos de Escravidão é vivo e poderoso.

Susy Freitas: A Academia parece ainda estar na mesma pegada do ano passado ao recompensar atuações primorosas de novas estrelas. Se 2013 foi o ano foi de Jennifer Lawrence, agora foi a vez de Lupita Nyong’o. É maravilhoso ver sua atuação impressionante em “12 anos de escravidão” ser reconhecida, tanto por ela despontar como uma atriz de futuro, mas também por colocar em evidência o talento de um afrodescendente que, como qualquer outra etnia não caucasiana, é constantemente diminuído no cinema norte-americano.

=============================================================================================

SELFIE NO OSCAR!

Foto tirada por Ellen DeGeneres durante o Oscar 2014!
Nunca uma foto teve tantos astros de Hollywood como essa!
Exceção, talvez, daquela tirada no almoço dos indicados…

=========================================================================================

MELHOR EDIÇÃO DE SOM – Gravidade

MELHOR MIXAGEM DE SOM – Gravidade

==========================================================================================

CANÇÕES NO OSCAR

Trazer astros da música pop como Pharrell e U2 ao lado de novas revelações como Karen O e Idina Menzel deram um novo gás às apresentações musicais no Oscar.

Seja a energia de Pharrell ao intepretar a canção de “Meu Malvado Favorito 2” ou as belas melodias de Karen O com a canção de “Ela” e o U2 por “Mandela” empolgaram tanto o público de casa quanto da platéia.

Boa alternativa para tirar o marasmo da festa em alguns momentos!

Por Caio Pimenta

=======================================================================================

MELHOR FILME ESTRANGEIRO – A GRANDE BELEZA (ITÁLIA)

“A Grande Beleza” vence como Melhor Filme Estrangeiro no Oscar 2014 e garante o poderio italiano na premiação. O ritmo poético e a homenagem indireta a Federico Fellini (outro grande vencedor do Oscar em épocas passadas) agradaram à crítica e à academia, dando impulso para a carreira de um filme que com certeza merece ser mais conhecido do grande público.

por Susy Freitas

================================================================================

MELHOR DOCUMENTÁRIO EM LONGA-METRAGEM  – 20 Feet From Stardom

MELHOR DOCUMENTÁRIO EM CURTA-METRAGEM – The Lady Number 6

MELHOR CURTA-METRAGEM – Helium

=================================================================================

MELHORES EFEITOS VISUAIS – Gravidade

Todos os concorrentes da categoria de Efeitos Visuais esse ano têm um alto nível, mas realmente não há paralelo: Gravidade levou anos para ser feito e o resultado final é histórico. É um filme que realmente leva o espectador ao espaço. Se não ganhasse o Oscar, a credibilidade da premiação ficaria abalada…

Por Ivanildo Pereira

=======================================================================================

MELHOR ANIMAÇÃO – Frozen

Belo filme da Disney vence a categoria de animação. Não chega a ser uma surpresa. Fica uma pena a Academia não homenagear o mestre Miyazaki ou o belo “Ernest e Celestine”.

Por Caio Pimenta

===================================================================================

MELHOR CURTA-METRAGEM DE ANIMAÇÃO – Mr. Hublot

==================================================================

MELHOR MAQUIAGEM E PENTEADO – Clube de Compras Dallas

A Academia não seria ousada a ponto de premiar o filme do Jackass. Se “Dallas” tivesse competindo contra “Trapaça”, haveria possibilidade de uma disputa.

Por Caio Pimenta

====================================================================================

MELHOR FIGURINO – O Grande Gatsby

Apesar do belo trabalho do filme neste quesito, surpreende a vitória de “O Grande Gatsby” por concorrer contra dois importantes filmes deste ano: “12 Anos de Escravidão” e “Trapaça”. A conquista, entretanto, realça uma das poucas qualidades do longa de Baz Luhrman.

Por Caio Pimenta

========================================================================================

MELHOR ATOR COADJUVANTE – Jared Leto, por Clube de Compras Dallas

Caio Pimenta: o impacto visual da atuação de Leto contribuiu para a vitória dele. Não chega a ser injusta, porém, se a Academia quisesse se arriscar mais daria a estatueta para Barkhad Abdi, em uma excelente estreia no suspense “Capitão Phillips”.

Diego Bauer: Oscar merecido para este ator que sempre se mostrou interessantíssimo de acompanhar desde jovem, e que mostra uma unidade de atuação de altíssimo nível em seus trabalhos. Em Clube de Compras Dallas, ele realiza o seu melhor trabalho. E QUE BELO DISCURSO!

Ivanildo Pereira: Jared Leto fez do papel do travesti em Clube de Compras Dallas interessante. Oscar merecido

Susy Freitas: Essa foi uma das categorias do Oscar desse ano que não gerou surpresa nenhuma. A atuação sensível de Leto em “Clube de compras Dallas” o transformou no franco favorito como Melhor Ator Coadjuvante. Prêmio merecido para um ator que deveria se dedicar mais vezes a bons papeis.

=======================================================================

Cerimônia já começou!

==========================================================================================

Ellen DeGeneres será a apresentadora do Oscar 2014. Esta será a segunda vez em que a comediante comanda a festa.

Em 2007, DeGeneres conduziu bem a cerimônia, divertindo o público e astros de Hollywood. Ela substitui o criador da série “Family Guy”, Seth MacFarlane, apontado como uma decepção pela crítica americana.

httpv://www.youtube.com/watch?v=DisioPE86AY

=================================================================================

Tapete Vermelho do Oscar 2014: Matthew McConaughey (“Clube de Compras Dallas) ao lado da esposa brasileira Camila Alves e Leonardo DiCaprio (“O Lobo de Wall Street”) – ambos indicados a Melhor Ator

===================================================================================

Quatro dos nove indicados ao Oscar de Melhor Filme ainda não estrearam nos cinemas de Manaus: “12 Anos de Escravidão”, “Ela”, “Nebraska” e “Philomena”. Todos já foram lançados comercialmente no Brasil.

Caso os prognósticos sejam confirmados e “12 Anos de Escravidão” vença a categoria de Melhor Filme, será o terceiro ano em que o vencedor da principal categoria do Oscar encontra dificuldades para estrear em Manaus.

Em 2013, “Argo” não chegou às salas de exibição da capital amazonense. Nem mesmo o grande elenco com astros de Hollywood (Bem Affleck, Bryan Cranston, John Goodman, Alan Arkin) sensibilizou as redes de cinema e distribuidoras. Já Melhor Filme do Oscar 2012, “O Artista”, estreou com dois meses e meio de atraso em relação ao lançamento nacional.

Veja a lista dos indicados a Melhor Filme não exibidos nos cinemas de Manaus nos últimos anos:

2013: Argo, A Hora Mais Escura, Indomável Sonhadora

2012: O Homem Que Mudou o Jogo

2011: Inverno da Alma, Minhas Mães e Meu Pai

2010: Educação, Um Homem Sério

2009: Frost/Nixon

====================================================================================

Tapete vermelho do Oscar: Meryl Streep e Julia Roberts – indicadas pelo filme “Álbum de Família”

====================================================================================

Alexander Payne, o queridinho da Academia.

De todos os indicados ao Oscar de Melhor Diretor, o único sem qualquer chance de sonhar com a estatueta é Payne. Não que seu trabalho seja ruim em “Nebraska”, porém, o desenho da temporada de premiações indica que ele será apenas um coadjuvante de luxo na disputa.

Mesmo assim, o cineasta não tem do que reclamar. Dos seis longas da carreira, Payne conseguiu colocar três na disputa de Melhor Filme e Diretor: “Sideways”, “Os Descendentes” e agora “Nebraska”.

Especialistas em pequenos dramas humanos, Alexander Payne é um hábil contador de histórias e capaz de arrancar ótimas atuações de grandes atores. Paul Giamatti, George Clooney e Bruce Dern, protagonistas dos últimos três filmes do diretor, foram todos indicados ao Oscar de Melhor Ator.

Talvez o estilo de cinema de Payne nunca o leve a ganhar o Oscar. Se acontecer, azar da Academia.

=============================================================================

Diferença de idades no Oscar 2014

Melhor Diretor
Mais Velho: Martin Scorsese, por “O Lobo de Wall Street” (71 anos)
Mais Novo: Steve McQueen, por “12 Anos de Escravidão” (44 anos)

Melhor Ator
Mais Velho: Bruce Dern, por “Nebraska” (77 anos)
Mais Novo: Leonardo DiCaprio, por “O Lobo de Wall Street” (39 anos)

Melhor Atriz
Mais Velha: Judi Dench, por “Philomena” (79 anos)
Mais Nova: Amy Adams, por “Trapaça” (39 anos)

Melhor Ator Coadjuvante
Mais Velho: Jared Leto, por “Clube de Compras Dallas” (42 anos)
Mais Novo: Barkhad Abdi, por “Capitão Phillips” (28 anos)

Melhor Atriz Coadjuvante
Mais Velha: June Squibb, por “Nebraska” (82 anos)
Mais Nova: Jennifer Lawrence, por “Trapaça” (23 anos)

======================================================================================

Tapete vermelho do Oscar: Jennifer Lawrence (“Trapaça”) e June Squibb (“Nebraska”) – ambas indicadas a Melhor Atriz Coadjuvante

=====================================================================================

Os pequenos dramas do cinema inglês são irresistíveis para a Academia. Quando mesmo se espera, a lista do Oscar contempla filmes vindos da terra da Rainha. Dirigido por Sthephen Frears, “Philomena” é a bola da vez.

Acompanhando o drama de uma mãe em busca do filho adotado sem consentimento dela por uma família americana, “Philomena” concorre em quatro categorias (Filme, Atriz, Roteiro Adaptado e Trilha Sonora). O longa tem como protagonista Judi Dench, outra figura muito bem vista pela Academia. Esse conjunto de fatores fez o filme ultrapassar outros candidatos de peso na corrida ao Oscar como “Blue Jasmine” e “Inside Llewyn Davis”, pegando a última vaga da categoria principal.

“Philomena” se junta a “O Discurso do Rei”, “Educação”, “A Rainha”, “Desejo e Reparação”, “Assassinato em Gosford Park”, “Elizabeth”, “Segredos e Mentiras” e “Razão e Sensibilidade” para mostrar como o Oscar gosta dos filmes vindo da Inglaterra.

===================================================================================

Tapete Vermelho do Oscar: Cate Blanchett (“Blue Jasmine”) e Amy Adams (“Trapaça) – ambas indicadas a Melhor Atriz

=====================================================================================

VIDEOCAST CINE SET

Quem leva o prêmio de melhor direção e filme?

Veja os comentários de Diego Bauer, Ivanildo Pereira e Rod Castro.

===========================================================================================

Tapete vermelho: Barkhad Abdi (Capitão Phillips) e Jared Leto (Clube de Compras Dallas) – indicados ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante

============================================================================================

Meryl Streep é figura presente em quase todos os Oscars. A Academia de Ciências Cinematográficas parece não cansar da presença da atriz e sempre arranja uma forma dela entrar na disputa.

Isso faz com que Streep seja uma das maiores perdedoras da história da festa. Ao todo, foram 18 indicações, sendo premiada apenas três vezes (“Kramer Vs. Kramer”, “A Escolha de Sofia” e “A Dama de Ferro”). Entre os filmes derrotados em que a atriz foi indicada estão os dramas “O Franco Atirador”, “Entre Dois Amores” e “As Pontes de Madison”, além da comédia “O Diabo Veste Prada”.

Neste ano, Meryl Streep concorre pelo drama “Álbum de Família”, porém, deve ser derrotada por Cate Blanchett em “Blue Jasmine”. A Academia poderia ter ousado mais nas indicações e dado chances a novos talentos como Greta Gerwig (“Frances Ha”), Adéle Exarchopoulos (“Azul é a Cor Mais Quente”) ou veteranas como Julie Delpy (“Antes da Meia-Noite”) e Julia-Louis Dreyfus (“À Procura do Amor”).

Azar de Meryl Streep pronta para ser derrotada. De novo!

==========================================================================================

U2 tenta pela segunda vez o Oscar!

A banda comandada por Bono Vox e The Edge vai se apresentar no Kodak Theater na noite deste domingo. O grupo irlandês vai tocar a música “Ordinary Love” do filme “Mandela”, indicada ao prêmio de Melhor Canção Original.

Em 2002, o U2 tocou no Oscar a canção “The Hands That Build America” do filme “Gangues de Nova York”. Porém, um tal de Eminem estragou a festa de Bono ao vencer por “Lose Yourself”, música-tema de “8 Mile – Ruas das Ilusões.

Neste ano, a música favorita para ganhar o Oscar é “Let it Go”, da animação “Frozen”. Porém, não será nada surpreendente a Academia prestar uma homenagem a Nelson Mandela e premiar a música do U2.

Caso isso aconteça, prepare-se: vem aí um longo e piegas discurso de Bono.

==============================================================================================

Acredite se quiser: o Jackass pode ganhar um Oscar!

Por incrível que pareça dizer isso, há possibilidades reais do filme produzido pela turma comandada por Johnny Knoxville levar o prêmio de Melhor Maquiagem e Penteado por “Vovô Sem Vergonha”. Para isso, será preciso derrotar o favoritismo de “Clube de Compras Dallas”.

Agora, ficam duas perguntas:

1)      Será que a Academia de Hollywood terá coragem de encarar o fato que a turma do Jackass venceu o Oscar e nomes como Alfred Hitchcock e Charlie Chaplin não?

2)      Se eles venceram, o que irão aprontar no palco?

Façam suas apostas!

========================================================================================

Astros de “12 Anos de Escravidão” no tapete vermelho do Oscar 2014: Lupita Nyong’o e Chiwetel Ejiofor.

=======================================================================================

VIDEOCAST CINE SET

Chegou a vez dos comentários sobre as categorias de Ator e Atriz.

Diego Bauer, Ivanildo Pereira e Rod Castro analisam as chances e possibilidades de reviravolta nas disputas com os favoritos Matthew McConaughey e Cate Blanchett.

=======================================================================================

Qual país irá dominar o Oscar 2014?
Austrália, Inglaterra, EUA?

Não senhores!

O México promete ter uma noite histórica neste domingo. Três importantes nomes do país latino estão cotados para vencer em categorias importantes da festa.

Emmanuel Lubezki concorre por “Gravidade” na categoria de Melhor Fotografia. Premiado pelo sindicato da categoria, o mexicano é o favorito da disputa. A possível vitória irá consagrar uma carreira de grandes trabalhos como, por exemplo, “A Árvore da Vida” e “Filhos da Esperança”.

Nascida na Cidade do México e com a família vinda do Quênia, Lupita Nyong’o trava uma disputa acirrada com Jennifer Lawrence pelo Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante. Estreante como atriz, a estrela de “12 Anos de Escravidão” já conquistou prêmios importantes no SAG e no Bafta.

Por fim, Alfonso Cuarón se vê como nome imbatível na corrida da estatueta por Melhor Diretor. Vencedor do Globo de Ouro, Bafta e Sindicato dos Diretores, o responsável por “Gravidade” não deve ter dificuldades para conquistar a estatueta dourada.

Seria a consagração de um cineasta especialista em planos-sequências elaborados em obras excelentes como “Filhos da Esperança”, “Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban” e “E Sua Mãe Também”.

===============================================================================================

Oito dos nove indicados ao Oscar de Melhor Filme foram analisados pela equipe do Cine Set!

12 Anos de Escravidão

O Lobo de Wall Street

Gravidade

Nebraska

Capitão Phillips

Clube de Compras Dallas

Trapaça

Ela

============================================================================================

PRÊMIOS PARA VOCÊ

O Cine Set sorteia durante a cobertura em tempo real do Oscar 2014 os dois últimos vencedores do prêmio: “O Artista” e “Argo”.

Para concorrer, basta ir na seção de comentários, colocar o nome, email e escolher o filme que quer ganhar.

A medida em que os comentários surgirem na página faremos uma numeração para cada filme, levando em consideração o tempo da postagem. Por exemplo, o primeiro que escrever “Argo” será o número 1 e assim sucessivamente.

No fim da noite, iremos sortear o vencedor.

Boa sorte!

================================================================================================

Brad Pitt pode ganhar o primeiro Oscar da carreira na noite deste domingo. Ele é um dos produtores de “12 Anos de Escravidão”, favorito ao Oscar de Melhor Filme. Como nesta categoria recebem o prêmio somente quem produziu a obra, o marido de Angelina Jolie será um dos vencedores.

Este pode ser tornar o segundo ano consecutivo em que um grande nome de Hollywood recebe o prêmio como produtor. George Clooney e Bem Affleck levaram o prêmio de Melhor Filme por “Argo” no ano passado.

Pitt já concorreu duas vezes ao Oscar como intérprete. Em 1996, foi indicado como ator coadjuvante por “Os 12 Macacos”. Perdeu para Kevin Spacey em “Os Suspeitos. Treze anos depois, voltou à festa na categoria de ator principal por “O Curioso Caso de Benjamin Button”. Sean Penn derrotou o astro pelo papel em “Milk”.

=============================================================================================

VIDEOCAST CINE SET

Diego Bauer, Ivanildo Pereira e Rod Castro comentam as categorias de Ator e Atriz Coadjuvantes.

Jennifer Lawrence ou Lupita Nyong’o?

Jared Leto ou Michael Fassbander?

Primeiro videocast da noite!

===========================================================================================

O Cine Set inicia agora a cobertura em tempo real do Oscar 2014. Pelo segundo ano consecutivo, vamos trazer comentários e opiniões sobre a maior festa do cinema mundial. A disputa pela principal categoria da noite deve ficar entre três filmes: “Gravidade”, “Trapaça” e “12 Anos de Escravidão”.

Durante toda a noite, informações serão postadas para trazer o melhor da festa. Além disso, teremos um sorteio especial.

Não Perca! O Oscar 2014 começa agora no Cine SET!

Facebook Comments