A reeleição de John Bailey para um segundo mandato à frente da Academia de Ciências Cinematográficas de Hollywood vem carregada de mudanças importantes no principal ativo da entidade: o Oscar. Em carta enviada aos membros do órgão, o presidente anunciou a criação de uma categoria para filmes populares, cerimônias com duração máxima de três horas e antecipação no dia do evento para 2020. As informações são do site The Hollywood Reporter.

Para conseguir enxugar a cerimônia em três horas de duração para torná-la acessível ao mundo inteiro, John Bailey decidiu que nem todas as categorias do Oscar serão premiadas ao vivo no Dolby Theatre e sim anunciados durante o intervalo do show. Outra novidade fica por conta da antecipação da data do evento de 2020: sai de 23 de fevereiro e passa a ser no dia 9 do mesmo mês.

Por fim, para atender uma demanda do público que critica a ausência de blockbusters no Oscar, a Academia decidiu criar uma categoria de Melhor Filme Popular. A entidade, entretanto, não especificou como ela irá funcionar e quais produções poderão concorrer.

JOHN BAILEY REELEITO

O presidente da Academia de Hollywood, John Bailey, continuará no cargo após ser reeleito na terça-feira para dirigir a instituição cinematográfica mais importante dos Estados Unidos.

Bailey, que é diretor de fotografia, foi nomeado, em agosto do ano passado, presidente da instituição que organiza o Oscar, substituindo Cheryl Boone Isaacs, que deixou o posto após completar o limite de quatro anos no cargo.

A trajetória de John Bailey como diretor de fotografia inclui os filmes “Gente como a Gente” (1980), “Feitiço do Tempo” (1993) e “Melhor é Impossível” (1997), entre outros.

O primeiro ano de Bailey no comando da Academia foi prejudicado por conta das acusações de assédio sexual contra ele que vieram à tona em março e foram investigadas pela instituição.

Bailey, que negou essas acusações, permaneceu no cargo depois que a Academia concluísse sua investigação e determinasse que ele não havia cometido nenhum tipo de assédio sexual.

Além da reeleição de Bailey, o Conselho de Governadores da Academia aprovou a continuidade de Lois Burwell como primeira vice-presidente no organograma da instituição.

Sid Ganis, Larry Karaszewski e Nancy Utley completam a lista de vice-presidentes.

Por último, Jim Gianopulos prolongará seu trabalho como tesoureiro da organização, enquanto David Rubin seguirá sendo o secretário.

com informações da Agência EFE

Facebook Comments