Certa vez, Caetano Veloso falou que a carreira na música só deu certo porque as coisas não andaram para ele no cinema. Apesar disso, o mestre da música brasileira, cruzou com a Sétima Arte por diversas vezes seja apenas com músicas em filmes ou como compositor de trilhas.

Importantes filmes brasileiros dos últimos anos contaram a trilha sonora assinada por Caetano Veloso. Os sucessos “Lisbela e o Prisioneiro” com a grudenta e bela versão de “Você não me Ensinou a te Esquecer” e “Ó Pai Ó” foram feitas por ele. Ao lado de Milton Nascimento, o artista assinou a parte musical da comédia “O Coronel e o Lobisomem”. Antes disso, os diretores Leon Hirszman e Cacá Diegues, respectivamente, em “São Bernardo” e “Tieta”, tiveram o privilégio de ter Caetano como o responsável pela trilha.

O cinema brasileiro ficou pequeno para o talento do mestre da MPB. Pedro Almodóvar, por exemplo, se encantou com a delicadeza de Caetano e dedicou um trecho do clássico “Fale com Ela” para interpretação do baiano em “Cucurrucucu Paloma” – canção também utilizada por “Moonlight – Sob a Luz do Luar”. Por “Frida”, ele foi indicado ao Oscar pela canção “Burn it Blue”.

Chegou a hora: Cine Set, bota essa porra para funcionar e aumente o som para Caetano Veloso!

A Luz de Tieta – “Tieta”

Burn it Blue – “Frida”

Cucurrucucu Paloma – “Fale com Ela”

Sereia – O Coronel e o Lobisomem

Você Não Me Ensinou a Te Esquecer – Lisbela e o Prisioneiro

São Bernardo – Trilha Sonora

A Dama da Lotação – A Dama da Lotação

Orfeu – Sou Você

Ó Pai Ó – Ó Pai Ó

Facebook Comments