O Festival de Veneza divulgou, nesta quarta-feira (25), a lista completa de filmes do evento. Grandes nomes do cinema mundial irão disputar o Leão de Ouro com seus novos projetos na Itália a partir do dia 29 de agosto. Entre eles estão Damien Chazelle (“O Primeiro Homem”), Olivier Assayas (“Doubles Vies”), Jacques Audiard (“The Sisters Brothers”), Alfonso Cuáron (“Roma”), Paul Greengrass (“22 July”), Luca Guadagnino (“Suspiria”), Ethan e Joel Coen (“The Ballad of Buster Scruggs”), Yorgos Lanthimos (“The Favorite”), Mike Leigh (“Peterloo”), Julian Schnabel (“At Eternity’s Gate”), Florian Henkel Von Donnersmark (““Work Ohne Autor”) e Laszlo Nemes (“Sunset”). As informações são do site da Variety.

Ao contrário de Cannes, o Festival de Veneza abriu as portas para a Netflix. Com isso, o serviço de streaming leva o resultado final da montagem do último filme dirigido pelo mestre Orson Welles, “The Other Side Of The Wind”, ao evento italiano. Bradley Cooper e Lady Gaga lançarão o aguardado remake de “Nasce uma Estrela”, enquanto o chinês Zhang Yimou volta com “Shadow”. A representatividade feminina ficou bem abaixo do esperado: apenas Jennifer Kent com ““The Nightingale” disputa o Leão de Ouro.

Fora da mostra competitiva, o Brasil será representado apenas por “Domingo”. O drama dirigido por Fellipe Barbosa será exibido dentro do Venice Days, mostra independente do festival. A Argentina, por outro lado, estará bem presente com os novos filmes de Gaston Duprat, Gaston Solnicki e Pablo Trapero.

VEJA A LISTA DOS FILMES SELECIONADOS PARA O FESTIVAL DE VENEZA:

LEÃO DE OURO – MOSTRA COMPETITIVA

“First Man,” Damien Chazelle (EUA)
“The Mountain,” Rick Alverson (EUA)
“Doubles Vies,” Olivier Assayas (França)
“The Sisters Brothers,” Jacques Audiard (França, Bélgica, Romênia, Espanha)
“The Ballad of Buster Scruggs,” Ethan e Joel Coen (EUA)
“Vox Lux,” Brady Corbet (EUA)
“Roma,” Alfonso Cuaron (México)
“22 July,” Paul Greengrass (Noruega, Islândia)
“Suspiria,” Luca Guadagnino (Itália)
“Work Ohne Autor,” Florian Henkel Von Donnersmark (Alemanha)
“The Nightingale,” Jennifer Kent (Austrália)
“The Favorite,” Yorgos Lanthimos (EUA)
“Peterloo,” Mike Leigh (Reino Unido, EUA)
“Capri-Revolution,” Mario Martone (Itália, França)
“What You Gonna Do When The World’s On Fire?”, Roberto Minervini (Itália, EUA, França)
“Sunset,” Laszlo Nemes (Hungria, França)
“Freres Ennemis,” David Oelhoffen (França, Bélgica)
“Neustro Tiempo,” Carlos Reygadas (México, França, Alemanha, Dinamarca, Suécia)
“At Eternity’s Gate,” Julian Schnabel (EUA, França)
“Killing,” Shinya Tsukamoto (Japão)

FORA DE COMPETIÇÃO

EVENTOS ESPECIAIS

“The Other Side Of The Wind,” Orson Welles (EUA)
“They’ll Love Me When I’m Dead,” Morgan Neville (EUA)

EXIBIÇÕES ESPECIAIS

“My Brilliant Friend,” Saverio Costanzo (Itália, Bélgica)
“Il Diario Di Angela – Noi Due Cineasti,” Yervant Gianikian (Itália)

FICÇÃO

“Una Storia Senza Nome,” Roberto Andò (Itália)
“Les Estivants,” Valeria Bruni Tedeschi (França, Itália)
“Nasce uma Estrela,” Bradley Cooper (EUA)
“Mi Obra Maestra,” Gaston Duprat (Argentina, Espanha)
“A Tramway in Jerusalem,” Amos Gitai (Israel, França)
“Un Peuple et Son Roi,” Pierre Schoeller (França, Bélgica)
“La Quietud,” Pablo Trapero (Argentina)
“Dragged Across Concrete,” S. Craig Zahler (EUA)
“Shadow,” Zhang Yimou (China)

NÃO-FICÇÃO

“A Letter to a Friend In Gaza,” Amos Gitai (Israel)
“Aquarela,” Victor Kossakovsky (Reino Unido, Alemanha)
“El Pepe, Una Vida Suprema,” Emir Kusturica (Argentina, Uruguai, Sérvia)
“Process,” Sergei Loznitsa (Holanda)
“Carmine Street Guitars,” Ron Mann (Canadá)
“Isis, Tomorrow. The Lost Souls Of Mosul,” Francesca Mannocchi, Alessio Romenzi (Itália, Alemanha)
“American Dharma,” Errol Morris (EUA, Reino Unido)
“Introduzione All’Oscuro,” Gaston Solnicki (Argentina, Áustria)
“1938 Diversi,” Giorgio Treves (Itália)
“Your Face,” Tsai Ming-Liang (China)
“Monrovia, Indiana,” Frederick Wieseman (EUA)

Facebook Comments