Caio Pimenta apresenta quais produções saíram fortes do Festival de Cannes deste ano para a disputa do Oscar 2022.

MELHOR FILME

Maior evento do cinema europeu, o Festival de Cannes já viu duas vezes o ganhador da Palma de Ouro levar o Oscar de Melhor Filme. 

A primeira vez aconteceu com “Marty”, de Delbert Mann, e a segunda foi recentemente com o sul-coreano “Parasita”, único longa de língua não inglesa a vencer o Oscar máximo. “M.A.S.H”, “Taxi Driver”, “Apocalypse Now”, “All That Jazz”, “Missing”, “A Missão”, “O Piano”, “Pulp Fiction”, “Segredos e Mentiras”, “O Pianista”, “A Árvore da Vida” e “Amor” foram outros vencedores da Palma de Ouro que disputaram Melhor Filme. 

Em 2021, o Festival de Cannes trouxe poucas opções com chances de se juntar ao time. 

Apesar de não ter sido premiado, “A Crônica Francesa” saiu muito bem de Cannes. A produção do Wes Anderson foi ovacionada por nove minutos e alcançou 82 pontos na avaliação do compilado de críticas do Metacritic, pouco abaixo de “O Grande Hotel Budapeste”, sua única nomeação em Melhor Filme.  

Vale lembrar que, em 2019, “Era uma vez em Hollywood” também não venceu nada no júri presidido pelo Alejandro González Iñarritu, mas, emplacou 10 indicações no Oscar.  

Ganhador de Melhor Direção com Leos Carax, “Annette” também sai forte de Cannes ainda que seja bem menos convencional do que o estilo da Academia. 

Das produções de língua não-inglesa, a aposta principal vem do Irã. 

“A Hero” pode fazer o Asghar Farhadi dar um upgrade no Oscar. Duas vezes vencedor de Melhor Filme Internacional por “A Separação” e “O Apartamento”, o diretor/roteirista ganhou o Grande Prêmio do Júri, equivalente ao segundo lugar de Cannes e recebeu muitos elogios da imprensa especializada. 

No Metacritic, “A Hero” chegou à média de 78 pontos. O filme já teve os direitos de distribuição nos EUA adquiridos pela Amazon, logo, será, sem dúvida, uma das principais apostas do estúdio na temporada de premiações. Pode chegar em Direção e Roteiro Original. 

E você deve estar se perguntando: e “Titane”? 

O ganhador da Palma de Ouro dificilmente deve repetir o feito de “Parasita”. Ainda que haja a narrativa feminista a favor do longa com a diretora Julia Ducournau, o estilo mais pesado do filme de terror e suspense com uma história sobre um tema tão delicado torna a missão de “Titane” em agradar a Academia mais complicada do que do drama do Bong Joon-Ho. 

Vejo mais chances para “Titane” em Direção e Roteiro Original, categorias mais possíveis de ousadias entre os indicados do que Melhor Filme, onde o consenso em torno da produção se faz mais necessário. 

CATEGORIAS DE ATUAÇÃO 

O Oscar de Melhor Ator coincidiu quatro vezes vezes com os vencedores da categoria de interpretação masculina no Festival de Cannes. 

Ray Milland foi o pioneiro na dobradinha com “Farrapo Humano”. Depois, vieram Jon Voight, de “Amargo Regresso”, William Hurt, por “O Beijo da Mulher-Aranha” e Jean Dujardin, por “O Artista”. Também teve o Christoph Waltz, de “Bastardos Inglórios”, ganhador de Melhor Ator em Cannes e coadjuvante no Oscar. 

Cinco nomes saem como possibilidades de indicações entre os homens: Timothee Chalamet, por “A Crônica Francesa”, e Adam Driver, de “Annette” se dão bem por conta dos elogios aos respectivos filmes. Já Matt Damon surpreendeu com “Stillwater” em seu trabalho mais elogiado como ator em um bom tempo. Simon Rex surpreendeu e pode chegar com “Red Rocket” E, claro, não dá para descartar Caleb Landry Jones, premiado neste ano em Cannes por “Nitram”.  

Quatro mulheres tiveram o privilégio de vencer o Oscar e o Festival de Cannes de melhor atriz. 

Foram os casos da Shirley Booth, por “A Cruz da Minha Vida”, Sophia Loren, de “Duas Mulheres”, Sally Field, por “Norma Rae” e Holly Hunter, por “O Piano”. Quem tentará repetir este feito no Oscar 2022 será a Renate Reinsve, de “The Worst Person in the World”. Com um trabalho unânime em elogios em Cannes, ela pode chegar como a azarã na típica indicação que já é uma vitória. 

Filha do Sean Penn com a Robin Wright, a Dylan Penn salvou o filme do pai, “Flag Day”. Ela recebeu a atenção do público e saiu em alta do festival. 

FILME INTERNACIONAL 

A categoria de filme internacional é onde o Festival de Cannes costuma coincidir com o Oscar nos últimos anos. 

Os últimos três vencedores da Palma de Ouro – o sueco “The Square”, o japonês “Assunto de Família” e o sul-coreano “Parasita” – foram indicados na categoria. Dos nomeados ao Oscar em 2020, três saíram do festival. E “Druk”, o ganhador do Oscar neste ano, seria exibido em Cannes em 2020 caso o evento não tivesse sido cancelado por conta da pandemia. 

“Titane” deveria sair como o grande candidato para o Oscar, porém, vale lembrar que a França nunca segue a lógica. Vale lembrar os casos de “Azul é a Cor Mais Quente” e “Dheepan”, ambos vencedores da Palma de Ouro, que foram preteridos na escolha do país. 

“The Worst Person In The World” deve colocar a Noruega como uma das principais forças para o Oscar de Filme Internacional. Cotado para vencer a Palma de Ouro, o japonês “Drive My Car” ficou com Melhor Roteiro e pode chegar forte. Se a seleção for fraca, o russo “Petrov’s Flu” tem chances mesmo após não causar tanta impressão positiva como era esperado. “Memoria” saiu elogiadíssimo, traz Tilda Swinton de protagonista, porém, o cinema do diretor tailandês está muito longe do abraçado pela Academia. 

Oscar: O Melhor e o Pior das Indicações de Denzel Washington

De “Um Grito de Liberdade” a “Roman J. Israel Esq”, Caio Pimenta analisa da pior a melhor indicação de Denzel Washington ao Oscar.  https://www.youtube.com/watch?v=EdFS6qS1DOI 8. ROMAN J ISRAEL ESQ  Das oito indicações do Denzel ao Oscar, o pior trabalho ficou...

Oscar 2022: As Possíveis Surpresas e Decepções da Temporada de Premiações

De “Licorice Plzza” a Ben Affleck, Caio Pimenta lista possíveis surpresas e decepções da temporada de premiações rumo ao Oscar 2022. https://www.youtube.com/watch?v=wK7wzJ40eGo AS POSSÍVEIS SURPRESAS  Que “Licorice Pizza” estará no Oscar, isso é mais do que certo....

Oscar: O Melhor e o Pior das Indicações de Nicole Kidman e Jennifer Lawrence

Das nomeações por "Moulin Rouge" e "Inverno da Alma" a "Lion" e "Joy", Caio Pimenta analisa quais as melhores e piores indicações de Nicole Kidman e Jennifer Lawrence no Oscar. https://www.youtube.com/watch?v=T_TfJwxVcwI 4. LION  Começamos com a Nicole Kidman e sua...

Lady Gaga e Kristen Stewart: Quem Chega Mais Forte no Oscar 2022?

Caio Pimenta analisa os pontos a favor e contra de Lady Gaga, de "Casa Gucci", e Kristen Stewart, de "Spencer", no Oscar 2022 de Melhor Atriz. https://youtu.be/eoeoDQn7TD0 PONTOS A FAVOR DE LADY GAGA  A Lady Gaga tem boas credenciais para acreditar que pode sim levar...

Oscar: O Melhor e o Pior das Indicações de Jane Fonda

Falar da beleza, carisma e do engajamento político de Jane Fonda é chover no molhado. Porém, a estrela de Hollywood também era uma grande atriz e as sete indicações com duas vitórias provam isso.  Por isso, eu faço esta homenagem a ela trazendo da pior à melhor...

Oscar 2022: Previsões Iniciais de Melhor Animação

De “Flee” a “A Família Mitchell e a Rebelião das Máquinas”, Caio Pimenta apresenta a lista de candidatos ao Oscar 2022 de Melhor Animação.  CHANCES MÍNIMAS  Três franquias vão manter a regularidade no Oscar: todas elas seguirão sem indicações.  Se os três primeiros...

Oscar: O Melhor e o Pior das Indicações de Daniel Day-Lewis

Chegou a hora de falar do maior vencedor da categoria de Melhor Ator: Daniel Day-Lewis conseguiu seis indicações e levou a estatueta em três ocasiões.  Nada mais do que justo a um dos maiores de todos os tempos; um intérprete que se entregava de maneira completa aos...

Oscar 2022: Previsões Iniciais de Melhor Filme Internacional e as chances do Brasil

O prazo para cada país enviar o seu candidato ao Oscar de Melhor Filme Internacional chegou ao fim no dia 1 de novembro.   Entre algumas surpresas e outros candidatos já esperados, chegou a hora de apontar quem chega forte para disputa e, claro, analisar a situação...

Oscar: O Melhor e o Pior das Indicações de Woody Allen

O Woody Allen compareceu apenas uma vez à cerimônia do Oscar: foi em 2002 para introduzir um curta de Nora Ephron sobre os filmes rodados em Nova York, cidade que se recuperava dos traumáticos atentados de 11 de setembro do ano anterior.  Apesar de nunca aparecer nas...

Oscar 2022 de Melhor Atriz Coadjuvante: Previsões Iniciais

De Judi Dench a Kirsten Dunst, Caio Pimenta apresenta a lista de candidatos ao Oscar 2022 de Melhor Atriz Coadjuvante. CHANCES MÍNIMAS Como sempre, eu inicio pelas candidatas com quase nenhuma chance na disputa. A turma inclui nomes gigantes de Hollywood. Apesar de...