Jimmy e Kim casados… Que bonitinho…

O homem casado precisa colocar sua mulher acima de tudo, e Jimmy sente isso na carne neste episódio de Better Call Saul, intitulado “JMM”. Na abertura do episódio, ele assegura a Huell – aliás, que testemunha, hein? Ele se oferece para roubar uma aliança para o Jimmy, já dentro do cartório, esse é amigo! – que o casamento é só um pacto, uma aliança, sem alianças, com votos breves.

LEIA TAMBÉM: CRÍTICA 5X01 e 02

Mas é um casamento, né? Pelo menos no início, as partes envolvidas levam a sério. Como Kim demonstra, depois de ouvir o chefão do Mesa Verde dizer a ela que “ela poderia conseguir coisa melhor” que o Jimmy. Ela retruca com educação, mas firmeza. Há um compromisso aí; por mais que seja uma aliança benéfica para os dois, e que eles se entendem, há também um sentimento ali, uma vontade de fazer dar certo.

É então que surge o aperto da mão fria do cartel: Saul é incumbido por Mike de defender Lalo Salamanca e tirá-lo da prisão. Num momento juntos, Jimmy expõe a Kim seu temor de virar advogado do cartel; e ela não quer realmente ouvir. A verdade é que ele não quer se esforçar nessa incumbência, mas ao mesmo tempo não quer desagradar seus novos clientes. Colocar a esposa em primeiro lugar é um ato complicado no caso dele. As mentiras e a honestidade total, dentro da nova dinâmica do casal, parecem que vão andar de mãos dadas.

LEIA TAMBÉM: CRÍTICA 5X03, 04, 05 e 06

A situação dele se complica porque os planos de Gus e Nacho estão em movimento. Num momento legal, revemos o senhor Schuller, o alemão dono da corporação Madrigal, e a fria Lydia, figuras marcantes da reta final de Breaking Bad, e Gus lhes assegura que os planos estão em movimento, e dependem de Lalo estar livre da prisão.

MOMENTO CLÁSSICO

Em termos de atuação, os donos deste episódio são Tony Dalton e Bob Odenkirk. A atuação de Dalton é um prodígio de economia, fazendo muito com seus olhares e suas poucas falas na cena do tribunal. Ele realmente é um sujeito calmo sob pressão… E Odenkirk retrata Saul encurralado entre suas duas novas situações com maestria, e como ele não pode explodir nem com a Kim nem com o Mike ou Lalo, quem sofre a sua ira é o pobre Howard, que se reencontra com nosso protagonista numa cena que começa triste e se torna tensa. A explosão de Odenkirk provavelmente vai virar um dos momentos clássicos da série.

“JMM” é repleto de acontecimentos: um casamento, um personagem explode figurativamente, e tem uma explosão literal também. As coisas começam a se alinhar para Gus e Nacho, e no jogo deles contra o cartel, o recém-casado Saul será uma peça decisiva. E a esposa dele, onde se encaixará nisso? Ainda não sabemos. Mas por enquanto, os dois juntos são adoráveis…

‘Lovecraft Country’ 1×10: final apressado destoa da temporada

O título deste episódio final da temporada de Lovecraft Country é “Círculo Completo”, e ele é quase que totalmente dedicado ao grande arco da temporada, o do confronto entre nossos heróis contra os planos de Christina Braithwhite. De fato, ele acaba fazendo um circulo...

‘A Maldição da Mansão Bly’: terror dá espaço para o drama em boa série

Dois anos após o sucesso estrondoso de ‘A Maldição da Residência Hill’, o showrunner Mike Flanagan voltou a nos assombrar com sua forma sensível de contar histórias sobre fantasmas. Mas, embora tenha uma proposta parecida com a série anterior, ‘A Maldição da Mansão...

‘The Boys’ 2×08: temporada encerra lembrando fim do primeiro ano

Subvertendo o gênero de super-heróis mais uma vez, ‘The Boys’ chega ao final de sua segunda temporada correspondendo às expectativas do público. Ao apostar em cenas marcantes e revelações aguardadas, a série consegue entreter e dar continuidade às narrativas...

‘Lovecraft Country’ 1×09: massacre de Tulsa para jamais esquecer

Na minha crítica do oitavo episódio da temporada de Lovecraft Country, ressaltei como um evento real ditou o tom daquele segmento em particular. Pois neste nono episódio, intitulado “Voltando para 1921”, a série repete esse expediente, de forma até mais efetiva, ao...

‘Bom Dia, Verônica’: roteiro excelente encontra elenco em alto nível

Baseada no livro homônimo de Raphael Montes e Ilana Casoy, ‘Bom dia, Verônica’ é mais uma série nacional na Netflix que traz muito orgulho para o audiovisual brasileiro. Digo isto, pois, além de contar com uma história instigante e muito bem apresentada ao longo de...

‘Lovecraft Country’ 1×08: ‘Fuck the Police’

Se há uma coisa que o triste ano de 2020 deixou absolutamente óbvio para o mundo é que, nos Estados Unidos, a polícia é inimiga da população negra. Sério, como alguém pode discordar disso ao ver algumas poucas estatísticas, e ao presenciar a comoção mundial que casos...

‘The Boys’ 2×07: crítica social e sadismo lado a lado em grande episódio

Embora o episódio final da temporada sempre seja o mais aguardado e, por vezes, aclamado nos seriados, muito da expectativa sobre ele é construída no episódio anterior, responsável por unificar narrativas e preparar um bom desfecho. Sabendo disso,...

‘Lovecraft Country’ 1×07: sci-fi à serviço do empoderamento

Até agora, a série Lovecraft Country explorou mais os ingredientes de terror e de fantasia das obras da literatura pulp e do autor H. P. Lovecraft. Mas literatura pulp também é território da ficção-científica... Já sabíamos, desde a menção de uma tal “máquina do...

‘The Boys’ 2×06: irreverência em divertida releitura do Asilo Arkham

Desde detalhes nos figurinos até os diálogos, ‘The Boys’ sempre encontra uma forma de referenciar outros universos de super-heróis, rendendo ótimas piadas e até mesmo críticas. Desta vez, a série nos leva diretamente a uma releitura do Asilo Arkham de Gotham City,...

‘Lovecraft Country’ 1×06: surpreendente romance em meio ao terror

Bem, uma coisa ninguém pode dizer de Lovecraft Country: ser um seriado chato e previsível. O sexto episódio da temporada, “Me encontre em Daegu”, é um momento inspirado da série, uma hora cheia de imagens grotescas muitas vezes contrapostas a um clima tocante, belo...