Momento confissão: chega a ser difícil escrever algo novo sobre os episódios 8 e 9 de “Boto” em exibição na TV Ufam desde a última sexta-feira, sempre às 23h, no programa Cine Narciso Lobo. Os capítulos voltam a bater nas mesmas temáticas já abordadas anteriormente sem nenhuma nova perspectiva ou elemento que chame atenção. Depois de ligeiros avanços na semana passada, o projeto da Artrupe Produções volta a dar indícios de que, talvez, 13 episódios sejam demais para pouca história. 

LEIA TAMBÉM: Crítica: ‘Boto’ – Episódios 1, 2 e 3: O Protagonismo da Enigmática Manaus

“Troca de Papéis”, o oitavo episódio, inicia com um clima pesado entre os personagens: Alex (Renan Tenca) enfrenta problemas para concluir o longa, o relacionamento entre Betina (Dinne Queiroz) e Valdomiro (Lucas Wickhaus) vai de mal a pior, e Giordano (Ítalo Almeida) e Lara (Daniela Blois) seguem gravitando em torno de tudo.  

E não demora muito para termos mais um poema de Alex com imagens de Manaus e da cena LGBTQI+ da cidade, os dilemas de identidade de gênero expostos através das roupas de Valdomiro, mais um passeio pelo Centro, aquela sequência lynchiana, desta vez, com toques de terror e um exercício corporal para fazer chegar aos 26 minutos de duração do episódio. Salva-se apenas um flashback sobre o trauma na infância de Alex que parece guardar mais detalhes do que necessariamente exposto antes. 

LEIA TAMBÉM: Crítica: ‘Boto’ – Episódios 4 e 5: Ou Pode Chamar de ‘Aquela Estrada 2’

O nono capítulo, “Transamazônica”, segue o mesmo esquema do anterior, mas, tem como principal mérito inserir Lara na trama. A personagem de Daniela Blois hesita inicialmente em atuar no longa do coletivo, mas, vai cedendo aos poucos, até chegarmos na reta final em que ela, finalmente, cede às investidas de Alex e Giordano (em todos os sentidos, diga-se). O desfecho do episódio, aliás, apresenta avanços significativos na história, criando ganchos ótimos para serem elaborados na reta final de “Boto”. 

LEIA TAMBÉM: Crítica: Boto – Episódios 6 e 7: Série Cresce Independente de Obstáculos

Os capítulos 10 e 11 de “Boto” começam a ser exibidos na próxima sexta-feira (19), na TV Ufam, canal 8 da NET Digital. 

‘De Costas Pro Rio’: dilemas de Manaus em curta irregular

Velhos dilemas (ou dilemas velhos?) sobre Manaus formam a base de “De Costas pro Rio”. Dirigido por Felipe Aufiero, diretor amazonense radicado em Curitiba há mais de uma década e co-fundador da produtora Casa Livre Produções, o curta-metragem de 16 minutos aborda a...

‘Boto’ – Episódios 12 e 13: no fim, um charme manauara inebriante

Depois de todos os atrasos possíveis na TV Ufam, “Boto” chegou ao fim. Apesar de deixar claro que não havia tanta trama para a quantidade total de capítulos, a série da Artrupe Produções encerra bem os principais núcleos da história nos dois últimos episódios e volta...

‘Boto’ – Episódios 10 e 11: afetos, traumas e intolerância

Seguindo a irregularidade característica da série, os episódios 10 e 11 de “Boto” conseguem, ao mesmo tempo, trazer momentos brilhantes – talvez, os melhores até aqui – e outros beirando o tédio. A reta final escancara que, apesar de ter cinco protagonistas, cabe a...

‘Boto’ – Episódios 8 e 9: sobra tempo e falta história

Momento confissão: chega a ser difícil escrever algo novo sobre os episódios 8 e 9 de “Boto” em exibição na TV Ufam desde a última sexta-feira, sempre às 23h, no programa Cine Narciso Lobo. Os capítulos voltam a bater nas mesmas temáticas já abordadas anteriormente...

‘Transviar’: trama inchada prejudica foco de série amazonense

As questões relativas à identidade de gênero seguem em alta no cinema brasileiro e são cada vez mais necessárias devido ao crescente fortalecimento do discurso conservador na sociedade. Produções que abordam o processo de transição de personagens transexuais têm...

‘Boto’ – Episódios 6 e 7: série cresce independente de obstáculos

Após episódios monótonos, “Boto” deu uma leve avançada nos capítulos 6 e 7, em exibição na TV Ufam (Canal 8 na Net Digital) até a próxima quinta-feira (11). Grande parte disso se deve ao foco prioritário nos relacionamentos entre os cinco protagonistas, aprofundando...

‘Boto – Episódios 4 e 5’: ou pode chamar de ‘Aquela Estrada 2’

“Aquela Estrada” é o mais bem-sucedido curta-metragem do coletivo Artrupe Produções Artísticas. Dirigida por Rafael Ramos, a produção circulou por festivais nacionais importantes como o Mix Brasil, Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo e Goiânia...

‘Boto’ – Episódios 1, 2 e 3: o protagonismo da enigmática Manaus

Se a política pública de regionalização do audiovisual brasileiro adotada na última década tinha como um dos objetivos dar voz a artistas locais apresentarem realidades de locais pouco vistos na TV e cinema, “Boto” consegue ser um representante certeiro deste processo...

‘O Céu dos Índios’: afeto marca fascinante viagem por culturas indígenas

Em sua produção como diretora – que, até então, compunha-se dos curtas Strip Solidão (2013) e Dom Kimura (2016) –, Flávia Abtibol já vinha mostrando uma disposição especial para aproximar-se do mundo de seus personagens: é a empatia a qualidade que redime a narrativa...

‘Travessia’: dor e poesia na dura vida de imigrantes do Haiti em Manaus

Após uma carreira bem-sucedida em festivais com o documentário performático “Maria”, a diretora Elen Linth apostou num projeto de temática igualmente relevante, mas com uma pegada mais diferente. Trata-se de “Travessia”, longa-metragem de não-ficção dirigido em...