“Wasp Network” não é o inferno, mas está cheio de boas intenções. A trama real dos Cinco Cubanos, que espionaram em prol da terra natal em pleno solo americano, rende um thriller implacável. Infelizmente, ele continua na promessa. O novo longa de Olivier Assayas, baseado na história, é um irregular amálgama de fatos e exposições que falha em transmitir a dimensão emocional das decisões do grupo.  

O filme, que estreou em Veneza e teve passagens sem muito alarde em Toronto e Nova York, foi exibido no Festival de Londres. Wasp Network” abre com o piloto René (Edgar Ramírez) fugindo de Cuba e deixando a esposa Olga (Penélope Cruz) e a filha para trás. Ao chegar nos Estados Unidos, ele não tarda a ser chamado por José (Leonardo Sbaraglia) para fazer parte de uma organização aérea anticastrista que se dedica a resgatar cubanos perdidos em alto-mar. 
 
O único problema é que, no fundo, René não é contra o regime de Fidel. Sua lealdade à pátria acaba levando-o a ser recrutado para a “Rede Vespa”, um braço da inteligência cubana encarregado de desmantelar ações terroristas organizadas por agentes estrangeiros, e sua vida muda para sempre. 

SOBRA VAZIO ENTRE DRAMA PESSOAL E HISTÓRICO 

Escrito por Assayas, o roteiro da co-produção França-Brasil-Espanha-Bélgica usa o livro “Os Últimos Soldados da Guerra Fria”, do brasileiro Fernando Morais, como ponto de partida para uma história cujo tom segue incerto do início ao fim. Ao claramente escolher o personagem de Ramírez como protagonista, o filme pesa a mão ao dramatizar o conflito interno de René como agente duplo em detrimento a contar a história do grupo como um todo. 
 
A carga emocional desse conflito, no entanto, é diluída pelas incessantes inserções de fatos históricos, como se o cineasta se lembrasse de coisas importantes do nada e as colocasse em cena. Um exemplo gritante disso é Gerardo (Gael García Bernal), um agente importantíssimo para o desenvolvimento da Rede Vespa que é apresentado quase na metade do filme para a surpresa da plateia. 
 
Nesse ínterim, aspectos menores da vida de personagens se apresentam como ótimos assuntos para serem abordados no longa, mas nunca parecem devidamente explorados. Um deles é a diferença de crenças dentro do grupo. O contraste entre a convicção ideológica de René e o oportunismo do piloto Juan Pablo (Wagner Moura), que colabora até com o FBI quando lhe convém, daria sozinho um filme. A forma como, na clandestinidade, os atos de salvar refugiados, fazer terrorismo e traficar drogas se misturam, daria outro. 
 
Em última instância, por mais bem-feito que seja, a impressão que fica é a de que a complexidade dos fatos caberia melhor numa série. Em sua atual forma, “Wasp Network” voa a mesmo ao redor do seu alvo mas não o atinge, como uma oportunidade perdida. 

‘Instinct’: desejo sexual gera jogo arriscado em suspense holandês

Como qualquer estudioso de Freud pode afirmar, tesão pode ser algo complicado. Em "Instinct", estreia da atriz Halina Reijn na direção, uma nefasta atração dentro de um presídio explora os limites entre desejo e razão. Ancorado em uma atuação corajosa de Carice van...

‘O Irlandês’: o peso da violência em obra-prima de Martin Scorsese

Depois de demorar 26 anos para tirar do papel seu filme anterior, “Silêncio”, Martin Scorsese finalizou “O Irlandês”, seu novo projeto, em ‘apenas’ 12 anos. Parece adequado para uma história tão enérgica quanto intimista que aborda como o tempo afeta a vida de pessoas...

‘A Hidden Life’: teste de fé e paciência no cinema de Terrence Malick

Mantendo a fase mais prolífera de sua carreira, desencadeada pelo ganhador da Palma de Ouro em 2011, “A Árvore da Vida”, Terrence Malick está de volta com “A Hidden Life”. O projeto marca seu retorno ao uso de roteiros bem-estruturados - depois do experimentos com...

‘Ema’: Pablo Larraín mexe com a cabeça do público em filme indomável

"Ema", novo filme de Pablo Larraín ("Jackie") exibido no Festival de Londres, começa em chamas - uma metáfora apropriada para a vida de personagens que parecem entrar em combustão no calor de suas paixões. Longe do seu ambiente costumeiro - o drama histórico -, o...

‘Dois Papas’: Anthony Hopkins e Jonathan Pryce em atuações abençoadas

Um retrato bem-humorado de duas personalidades mundialmente conhecidas, "Dois Papas" é um show de atuação à moda antiga que se tornou um inesperado sucesso de público nos festivais de Telluride, onde estreou, e Toronto. O longa, também exibido no Festival de Londres,...

‘Entre Facas e Segredos’: Rian Johnson retorna às raízes em grande comédia

O que você faz depois de abalar as estruturas de uma das maiores franquias cinematográficas da história? Pois Rian Johnson resolveu voltar às origens. “Entre Facas e Segredos”, seu primeiro filme desde “Star Wars: Os Últimos Jedi”, é uma comédia sensacional que remete...

‘A Beautiful Day in the Neighbourhood’: além dos limites do burocrático

O estado atual da indústria cinematográfica permite engraçados paralelos. De um lado, temos filmes que imploram a tela grande sendo produzidos por empresas de streaming, como “Roma”, de Alfonso Cuáron, ou o “Suspiria” de Luca Guadagnino. Por outro, há projetos como...

‘Wasp Network’: Olivier Assayas derrapa em suspense sem rumo certo

"Wasp Network" não é o inferno, mas está cheio de boas intenções. A trama real dos Cinco Cubanos, que espionaram em prol da terra natal em pleno solo americano, rende um thriller implacável. Infelizmente, ele continua na promessa. O novo longa de Olivier Assayas,...

‘O Farol’: horror brota da solidão em ótimo terror de Robert Eggers

Na sua carreira até agora, o diretor Robert Eggers tem se mostrado um grande explorador do poder de isolamento. Se seu filme anterior, "A Bruxa", almejava observar como o puritanismo religioso atuava na mente de pessoas longe da civilização, em "O Farol", seu novo...

‘Histórias de um Casamento’: os dolorosos detalhes do fim de um casal

O mais difícil de “Histórias de um Casamento” é saber lidar com o quão engraçado ele é. Não se engane: essa é uma história devastadora sobre um divórcio e a subsequente batalha judicial dos ex-cônjuges. Porém, a delicadeza com que o diretor-roteirista...