Depois de 2020, vou pensar duas vezes antes de reclamar quando roteiristas de Hollywood inventarem de fazer seus personagens se comportarem de forma ilógica ou irracional frente a um cenário apocalíptico. Em outro bom episódio de Expresso do Amanhã, intitulado “A justiça não embarcou”, a série se aproveita justamente desta noção para deixar claro como, mesmo nas circunstâncias mais extremas, e por mais ilógico que seja, a humanidade simplesmente não consegue deixar certas coisas para trás. Como dividir as pessoas por classes sociais ou poder econômico.

O miolo do episódio é o julgamento da jovem LJ por homicídio. Obviamente uma sociopata – e de novo, merece ser elogiada a atuação da jovem Annalise Basso – ela é a culpada pelo grande rolo que testemunhamos a bordo do trem desde o começo da temporada. No entanto, é também uma privilegiada passageira da primeira classe. Em nome da justiça, Melanie até admite entre o corpo de jurados alguns cidadãos da segunda e da terceira classe. Mas a justiça não é cega no Snowpiercer, e até Melanie percebe que não tem tanto poder a bordo do trem quanto pensa.

LEIA TAMBÉM: Crítica dos Episódios 1 e 2

Novamente dirigido por Frederick E. O. Toye, o episódio se move num ritmo ágil. Embora ele não tenha tantas reviravoltas ou tantas oportunidades visuais quanto o anterior, é realmente interessante como a direção mantém o espectador interessado com cenas rápidas e montagem alternada – pulando do julgamento para a cena nas “gavetas” perto do final do episódio. E o roteiro também é ágil: o outro grande acontecimento deste episódio é a busca de Josie por Layton, tensa e até se resolve de maneira mais rápida do que o esperado.

DILEMAS E RASTROS DE HUMANIDADE

Mas o cerne do episódio é realmente o julgamento e sua conclusão, que promete ter desdobramentos bem interessantes. É curiosa a transição da Melanie: de início quase uma antagonista gelada, ela vem se tornando nestes últimos episódios uma figura mais humana – na cena de sexo entre ela e o condutor do trem, a personagem demonstra lamento pela situação em que vive e até um pouco de calor humano. Jennifer Connelly vem exibindo uma atuação sutil e bem construída, transmitindo a luta interna de Melanie com grande competência. Ela começa a sentir a pressão e isso fica claro para o espectador.

LEIA TAMBÉM: Crítica dos Episódio 3 e 4

A tensão vem do julgamento e da percepção dela de que consequências virão. O problema de se agarrar às velhas estruturas de classe – especialmente quando elas não fazem mais muito sentido – é que classe gera revolta, e revolta sempre traz consigo potencial para violência e revolução. É o que o final deste episódio parece indicar, e o cerco em torno da administradora do trem está se fechando. E com isso, Expresso do Amanhã está se configurando como uma série bem interessante de se assistir.

‘Lovecraft Country’ 1×10: final apressado destoa da temporada

O título deste episódio final da temporada de Lovecraft Country é “Círculo Completo”, e ele é quase que totalmente dedicado ao grande arco da temporada, o do confronto entre nossos heróis contra os planos de Christina Braithwhite. De fato, ele acaba fazendo um circulo...

‘A Maldição da Mansão Bly’: terror dá espaço para o drama em boa série

Dois anos após o sucesso estrondoso de ‘A Maldição da Residência Hill’, o showrunner Mike Flanagan voltou a nos assombrar com sua forma sensível de contar histórias sobre fantasmas. Mas, embora tenha uma proposta parecida com a série anterior, ‘A Maldição da Mansão...

‘The Boys’ 2×08: temporada encerra lembrando fim do primeiro ano

Subvertendo o gênero de super-heróis mais uma vez, ‘The Boys’ chega ao final de sua segunda temporada correspondendo às expectativas do público. Ao apostar em cenas marcantes e revelações aguardadas, a série consegue entreter e dar continuidade às narrativas...

‘Lovecraft Country’ 1×09: massacre de Tulsa para jamais esquecer

Na minha crítica do oitavo episódio da temporada de Lovecraft Country, ressaltei como um evento real ditou o tom daquele segmento em particular. Pois neste nono episódio, intitulado “Voltando para 1921”, a série repete esse expediente, de forma até mais efetiva, ao...

‘Bom Dia, Verônica’: roteiro excelente encontra elenco em alto nível

Baseada no livro homônimo de Raphael Montes e Ilana Casoy, ‘Bom dia, Verônica’ é mais uma série nacional na Netflix que traz muito orgulho para o audiovisual brasileiro. Digo isto, pois, além de contar com uma história instigante e muito bem apresentada ao longo de...

‘Lovecraft Country’ 1×08: ‘Fuck the Police’

Se há uma coisa que o triste ano de 2020 deixou absolutamente óbvio para o mundo é que, nos Estados Unidos, a polícia é inimiga da população negra. Sério, como alguém pode discordar disso ao ver algumas poucas estatísticas, e ao presenciar a comoção mundial que casos...

‘The Boys’ 2×07: crítica social e sadismo lado a lado em grande episódio

Embora o episódio final da temporada sempre seja o mais aguardado e, por vezes, aclamado nos seriados, muito da expectativa sobre ele é construída no episódio anterior, responsável por unificar narrativas e preparar um bom desfecho. Sabendo disso,...

‘Lovecraft Country’ 1×07: sci-fi à serviço do empoderamento

Até agora, a série Lovecraft Country explorou mais os ingredientes de terror e de fantasia das obras da literatura pulp e do autor H. P. Lovecraft. Mas literatura pulp também é território da ficção-científica... Já sabíamos, desde a menção de uma tal “máquina do...

‘The Boys’ 2×06: irreverência em divertida releitura do Asilo Arkham

Desde detalhes nos figurinos até os diálogos, ‘The Boys’ sempre encontra uma forma de referenciar outros universos de super-heróis, rendendo ótimas piadas e até mesmo críticas. Desta vez, a série nos leva diretamente a uma releitura do Asilo Arkham de Gotham City,...

‘Lovecraft Country’ 1×06: surpreendente romance em meio ao terror

Bem, uma coisa ninguém pode dizer de Lovecraft Country: ser um seriado chato e previsível. O sexto episódio da temporada, “Me encontre em Daegu”, é um momento inspirado da série, uma hora cheia de imagens grotescas muitas vezes contrapostas a um clima tocante, belo...