O novo filme de terror do cinema amazonense, “Noite Escura da Alma”, já está disponível no YouTube. Dirigido, roteirizado e protagonizado por Breno Castelo, a produção ficou quatro anos em produção. As gravações aconteceram em Manaus, incluindo, a Paróquia São Sebastião, no Centro de Manaus.

CLIQUE AQUI PARA ASSISTIR AO FILME

Com influência de filmes como Coração Satânico” e “Drácula”, “Noite Escura da Alma” acompanha a história de Augusto, um empresário muito bem-sucedido, cuja vida gira em torno de sua família. Após uma visão perturbadora de uma profecia demoníaca, sua vida perfeita entra em uma espiral de paranóia, violência e terror. Além de Breno, o elenco ainda conta com Ana Oliveira, Che Moais, Daniel Torres e Jorge Maricato. A direção de fotografia fica por conta de Wilson Velasco e a montagem é de James Salinas.

DE “PROMETHEUS” À BÍBLIA

A ideia para “Noite Escura da Alma”, segundo Breno, começou a surgir ao ouvir uma história aterrorizante. “Por volta de 2013, soube que uma garota havia sido estuprada por um grupo de assaltantes dento de um restaurante que frequentava com a minha família. Isso aconteceu na frente de todos os clientes, inclusive, da própria família. Não sei o motivo, mas, me imaginei imediatamente na visão do pai vendo aquela cena e eu lembro de pensar: ‘não existe inferno pior que esse’”, declarou. Ao longo do tempo e com muitas influências – de “Prometheus” a Marlon Brando – o diretor/roteirista chegou à Bíblia. “Todo santo passa pela noite escura da alma, de Jesus a Jó, passando por São Francisco de Assis. Resolvi criar a minha versão disso”, disse.

Após trabalhar como ator nos curtas dirigidos por Ricardo Manjaro, entre eles, “A Última no Tambor” e “O Necromante”, Breno Castelo decidiu estrear na direção em um longa-metragem. Mas, o processo não foi nada fácil. “A filmagem foi bem tensa pelo fato de termos pouco orçamento, logo, faltava muita coisa. Contamos ainda com imprevistos como o maquiador, uma cara super profissional, que iria ficar 11 dias em Manaus, mas, acabou tendo uma crise renal e passou quatro dias internados. Porém, independente dos problemas, eu agradeço demais as pessoas que ficaram até o final e fizeram as suas funçoes com excelência”, completou.

De acordo com Castelo, a dobradinha com Wilson Velasco foi marcada por uma característica que adotou para “Noite Escura da Alma”. “Quando iniciamos o projeto, cheguei para ele e falei: ‘cara, tenho todos os planos dos filmes e os quero assim. Não entendo de fotografia, então, não vou me meter na sua luz, mas, não se meta nos meus planos’. Tive uma experiência ruim anteriormente e quis garantir desta vez. O Velasco topou de boa. Foi o melhor dos dois mundos”, declarou, ressaltando também o trabalho do assistente de fotografia, Antônio Faustino.

SERVIÇO

Filme: Noite Escura da Alma

Direção: Breno Castelo

Elenco: Breno Castelo, Ana Oliveira, Che Moais, Daniel Torres, Jorge Maricato

Duração: 96 minutos

Cine Set promove maratona de filmes no Festival Amazonas de Jazz

O tradicional Festival Amazonas Jazz terá a participação do Cine Set na edição deste ano. Do dia 27 de fevereiro a 29 de março, a Casa das Artes, localizado no Largo de São Sebastião, irá sediar a exibição de filmes selecionados pelo Cine Set com temáticas sobre o...

Livro do Cine Set irá abordar a trajetória de cineastas mulheres no Amazonas

A batalha por condições iguais entre homens e mulheres se mostra de forma clara no mercado de trabalho. No cinema, infelizmente, não poderia ser diferente, exemplificado de maneira tão clara com a total ausência de diretoras na corrida pelo Oscar – apenas cinco foram...

Cine Bodó 2020 leva cinema e formação audiovisual para periferia de Manaus

Preços de ingressos caros, longas distâncias até a sala mais próxima, dificuldade de locomoção graças a precariedade do transporte coletivo. Ir ao cinema para moradores de regiões periféricas traz uma série de barreiras impeditivas, o que pode desestimular muita gente...

Caminhos para se pensar Documentário e Ativismo Político

Refletir sobre a função política do cinema documental. Com este intuito, 20 jovens interessados em produção audiovisual participaram do curso de ‘Documentário e Ativismo’, ministrado por Aldemar Matias, diretor amazonense de premiados curtas como  “Parente“, “Años de...

Amazonas tem quatro projetos aprovados no edital de TVs Públicas

Depois de muita polêmica, o edital de TVs Públicas teve o resultado divulgado nesta terça-feira (21), no Diário Oficial da União. O Amazonas teve quatro projetos aprovados entre os participantes da Região Norte do Brasil. Os selecionados foram os seguintes:  Segunda...

‘Zana – O Filho da Mata’ acumula 12 prêmios em festivais nacionais

Aventura baseada nas lendas e mitos amazônicos, "Zana - O Filho da Mata" vem se destacando no cenário do audiovisual local como uma das produções mais premiadas dos últimos anos. O curta-metragem dirigido por Augustto Gomes recebeu 12 prêmios ao longo de 2019 e, neste...

Cursos gratuitos de cinema em Manaus estão com inscrições abertas

Manaus inicia 2020 com boas notícias para quem quer aprender mais sobre cinema. Dois novos cursos gratuitos estão com inscrições abertas e iniciam no mês de janeiro. Ambos serão realizados no Centro da cidade e terão início no dia 20 de janeiro.  Localizado na Rua...

O Que Esperar do Cinema do Amazonas em 2020?

O primeiro post de 2020 no Cine Set não podia ser sobre outro tema que não fosse o cinema amazonense. Com as perspectivas de novas edições de importantes eventos como o Festival Olhar do Norte e o Matapi – Mercado Audiovisual do Norte, além da manutenção do Casarão de...

De ‘A Floresta de Jonathas’ ao ‘Casarão de Ideias’: o cinema no Amazonas na década 2010

No clássico livro “A Tônica da Descontinuidade: cinema e política em Manaus na década de 60” O saudoso professor da Universidade Federal do Amazonas, Narciso Lobo, afirmara que o cinema amazonense tivera duas fases até então: a primeira com Silvino Santos nos anos...

Pelas ruas e bares do Centro, documentário apresenta fotografia de Robert Coelho

O Centro de Manaus é um lugar místico. É o ponto de início da cidade, um local de partida, encontros e reencontros. Nele se localizam os principais prédios históricos da cidade como o Teatro Amazonas e o Palácio Rio Negro. O Centro, também, foi responsável por...