O Oscar 2020 teve um feito histórico: com a vitória de Joaquin Phoenix em Melhor Ator, o Coringa juntou-se ao Don Vito Corleone como os únicos personagens a terem rendido prêmios para diferentes atores. Na saga comandada por Francis Ford Coppola na década de 1970, Marlon Brando ganhou Melhor Ator no longa original (1973), enquanto Robert De Niro venceu fazendo a versão mais jovem do maior mafioso da história do cinema (1975). Já o antagonista do Batman rendeu uma estatueta póstuma para Heath Ledger, por “O Cavaleiro das Trevas” (2009), e, agora para Phoenix (2020). 

Em comum, Don Vito Corleone e Coringa simbolizam dois dos grandes anti-heróis da história do cinema e da cultura pop. Segundo artigo publicado no blog da Betway Cassino, são figuras muito longe do ideal ético e moral da nossa sociedade, mas, que devido aos seus conflitos, complexidades e possibilidade de terem atitudes às quais nunca iremos (ou devemos) fazer, acabam ganhando a admiração do público.  

É como se a plateia criasse um acordo com aquela figura: dentro daquele tempo-espaço da narrativa fílmica e do ambiente da sala de cinema, local da suspensão da realidade, tais atos fossem toleráveis em prol do entretimento e/ou diversão. 

Sendo assim, o fascínio pelos anti-heróis está presente nos cinemas desde seus primórdios seja pelos assaltantes do clássico “O Grande Roubo do Trem” (1903) passando pelos faroestes iniciais até chegar à primeira versão de “Scarface – A Vergonha de uma Nação”, de 1932. O sucesso comercial e de crítica da obra-prima de Howard Hawks permitiu com que Hollywood explorasse este filão ainda mais. 

Anti-heróis dos mais variados tipos surgiram no cinema americano: dos mais perturbados pelos problemas sociais como Alex DeLarge (“Laranja Mecânica”), William “D-Fens” Foster (“Um Dia de Fúria”), Tyler Durden (“Clube da Luta”) e Travis Bickle (“Taxi Driver”); os agentes da lei de moral duvidosa como Harry Callahan (“Perseguidor Implacável”) e Jimmy ‘Popeye’ Doyle (“Operação França”); os psicopatas Hannibal Lecter (“O Silêncio dos Inocentes”) e Patrick Bateman (“Psicopata Americano”); os vingativos Max Rockatansky (da série “Mad Max”) e A Noiva (“Kill Bill Vol 1 e 2”); até os excêntricos Jack Sparrow (“Piratas do Caribe”), Loki (Universo Marvel) e Deadpool (“Deadpool 1 e 2”). 

O cinema brasileiro também se aproveitou dos anti-heróis para criar personagens icônicos, principalmente, Zé Pequeno, de “Cidade de Deus”, e Capitão Nascimento, de “Tropa de Elite”. A televisão americana entrou na onda deste tipo de personagens em sua Era de Ouro ao consagrar Tony Soprano (“Os Sopranos”), Don Draper (“Mad Men”), Gregory House (“House M.D”) e Walter White (“Breaking Bad”). 

Pensando em revelar mais detalhes deste universo de personagens assustadores e fascinantes, o infográfico produzido pelo site de roleta online Betway, mostra as características dos cinco anti-heróis mais conhecidos do mundo do cinema e cria um ranking levando em consideração os seguintes fatores: crueldade, empatia e nível de moralidade. 

O Impacto dos Filmes e das Séries nas buscas pela internet

Todo lançamento de filme ou série gera uma corrida desenfreada do público para consumir muito além da obra em si. Das roupas à temática até os locais onde os personagens passam, cada elemento destas atrações vira motivo de busca nas plataformas de pesquisas da...

SOS Manaus: campanha ajuda ator Rafael Cezar a transferir família para SP

A tragédia da COVID-19 amplificada pela crise de desabastecimento de oxigênio em Manaus provocou um cenário desesperador logo no início de 2020. Centenas de famílias perderam pessoas queridas, enquanto outras entraram em uma luta angustiante pelo insumo mais básico e...

Frases de filmes que podem trazer reflexão

Há algumas obras cinematográficas que ultrapassam a função de entreter e divertir. Eles são capazes de mudar a vida de muita gente. Sociedade dos Poetas Mortos, Um Sonho de Liberdade, Bird, Patch Adams, não faltam exemplos de histórias  que influenciaram profissões,...

Websérie apresenta produção de histórias em quadrinhos no Amazonas

O ano de 2018 será marcado pela retomada da produção em larga escala de histórias em quadrinhos no Amazonas, após quase 30 anos de poucos lançamentos. Essa é a história contada na websérie ‘Café & Quadrinhos’, do grupo Planos Em Sequência e que teve o primeiro...

Audiovisual e música autoral são destaques do projeto Neon do Norte

O cinema, a música e a formação de novos agentes culturais são os pilares da coletânea audiovisual 'Neon do Norte'. Realizado pelo Chá de Papoulas Produções, o projeto inclui a gravação do videoclipe da música "Calor", da banda 'Os Maninhos', formada por Magaiver...

‘O Barco e o Rio’ vence prêmio do Júri Abraccine do Cine Ceará 2020

O tradicional Cine Ceará | Festival Ibero-Americano de Cinema chegou ao fim na noite de sexta-feira (11) com boa notícia para a produção amazonense: "O Barco e o Rio" venceu o prêmio do Júri Abraccine (Associação Brasileira de Críticos de Cinema) entre os...

‘A Terra Negra dos Kawa’ concorre em 9 categorias do Cinema dos Sertões

Terceiro longa-metragem da carreira de Sérgio Andrade, “A Terra Negra dos Kawá” segue ampliando a trajetória em festivais nacionais e internacionais. Após a participação no tradicional Festival de Salermo, na Itália, agora, o filme amazonense está na disputa do 15º...

Curta produzido na UEA disputa prêmio nacional em festival universitário

O Festival Audiovisual FIAM-FAAM chega a sua sexta edição em 2020 premiando produções audiovisuais universitárias e abre a votação para a categoria de Júri Popular, em que o público poderá escolher o vencedor (clique aqui). Dentre os filmes indicados, há uma produção...

Cinemas de rua são homenageados em festival de filmes online

A 2ª Mostra Cinemas do Brasil - No mundo de 2020 será realizada em formato virtual, com início em 1º de dezembro de 2020 e contará com mais de 40 filmes sobre cinemas de rua do Brasil, que poderão ser assistidos de forma gratuita até 31 de dezembro no site da mostra...

Cinemas de Manaus iniciam vendas de ingressos para ‘Mulher-Maravilha 1984’

Para fechar o caótico ano dos cinemas, “Mulher-Maravilha 1984” chega em todo o Brasil a partir do dia 17 de dezembro. Os cinemas de Manaus já iniciaram as vendas para as sessões nos seguintes horários: Cine Araújo Shopping Manaus Via Norte – 21h00 (Legendado) / 14h00,...