O Oscar 2020 teve um feito histórico: com a vitória de Joaquin Phoenix em Melhor Ator, o Coringa juntou-se ao Don Vito Corleone como os únicos personagens a terem rendido prêmios para diferentes atores. Na saga comandada por Francis Ford Coppola na década de 1970, Marlon Brando ganhou Melhor Ator no longa original (1973), enquanto Robert De Niro venceu fazendo a versão mais jovem do maior mafioso da história do cinema (1975). Já o antagonista do Batman rendeu uma estatueta póstuma para Heath Ledger, por “O Cavaleiro das Trevas” (2009), e, agora para Phoenix (2020). 

Em comum, Don Vito Corleone e Coringa simbolizam dois dos grandes anti-heróis da história do cinema e da cultura pop. Segundo artigo publicado no blog da Betway Cassino, são figuras muito longe do ideal ético e moral da nossa sociedade, mas, que devido aos seus conflitos, complexidades e possibilidade de terem atitudes às quais nunca iremos (ou devemos) fazer, acabam ganhando a admiração do público.  

É como se a plateia criasse um acordo com aquela figura: dentro daquele tempo-espaço da narrativa fílmica e do ambiente da sala de cinema, local da suspensão da realidade, tais atos fossem toleráveis em prol do entretimento e/ou diversão. 

Sendo assim, o fascínio pelos anti-heróis está presente nos cinemas desde seus primórdios seja pelos assaltantes do clássico “O Grande Roubo do Trem” (1903) passando pelos faroestes iniciais até chegar à primeira versão de “Scarface – A Vergonha de uma Nação”, de 1932. O sucesso comercial e de crítica da obra-prima de Howard Hawks permitiu com que Hollywood explorasse este filão ainda mais. 

Anti-heróis dos mais variados tipos surgiram no cinema americano: dos mais perturbados pelos problemas sociais como Alex DeLarge (“Laranja Mecânica”), William “D-Fens” Foster (“Um Dia de Fúria”), Tyler Durden (“Clube da Luta”) e Travis Bickle (“Taxi Driver”); os agentes da lei de moral duvidosa como Harry Callahan (“Perseguidor Implacável”) e Jimmy ‘Popeye’ Doyle (“Operação França”); os psicopatas Hannibal Lecter (“O Silêncio dos Inocentes”) e Patrick Bateman (“Psicopata Americano”); os vingativos Max Rockatansky (da série “Mad Max”) e A Noiva (“Kill Bill Vol 1 e 2”); até os excêntricos Jack Sparrow (“Piratas do Caribe”), Loki (Universo Marvel) e Deadpool (“Deadpool 1 e 2”). 

O cinema brasileiro também se aproveitou dos anti-heróis para criar personagens icônicos, principalmente, Zé Pequeno, de “Cidade de Deus”, e Capitão Nascimento, de “Tropa de Elite”. A televisão americana entrou na onda deste tipo de personagens em sua Era de Ouro ao consagrar Tony Soprano (“Os Sopranos”), Don Draper (“Mad Men”), Gregory House (“House M.D”) e Walter White (“Breaking Bad”). 

Pensando em revelar mais detalhes deste universo de personagens assustadores e fascinantes, o infográfico produzido pelo site de roleta online Betway, mostra as características dos cinco anti-heróis mais conhecidos do mundo do cinema e cria um ranking levando em consideração os seguintes fatores: crueldade, empatia e nível de moralidade. 

Rodado em Manaus e selecionável para o Oscar, ‘Seiva Bruta’ será exibido no Kinoforum

"Seiva Bruta", de Gustavo Milan, foi selecionado para o 32º curta Kinoforum (Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo), que acontece de 19 a 29 de agosto. O filme integra a mostra Competição Brasileira. Reconhecida por "Pelo Malo", a atriz venezuelana...

Cinco grandes produções de séries e filmes que todo amante de cassino deveria assistir

Seja através de uma ótima série ou de um excelente filme, para os apreciadores dos jogos de cassino é uma experiência pra lá de empolgante ver que seus personagens favoritos também se constituem em fãs das grandes jogadas. No mundo do cinema e no vasto universo das...

Documentário registra a luta de cacique pela educação indígena em Manaus

A luta do cacique Tukano Justino Pena para manter as tradições e cultura indígena em Manaus a partir da criação do Centro Municipal de Educação Escolar Indígena ‘Bayaroá’ é o tema do novo documentário dirigido por Cleinaldo Marinho ("Dabacuri do Teatro Amazonense")....

Wes Anderson inicia em setembro gravações de novo filme com Tilda Swinton

Prestes a lançar "A Crônica Francesa" no Festival de Cannes 2021, Wes Anderson anunciou que começa a rodar o novo filme da carreira em setembro na Espanha. Como esperado, o diretor terá a companhia de Tilda Swinton no elenco: junta, a dupla já fez "Moonrise Kingdom",...

Alejandro González Iñarritu prepara filme sobre batalha histórica da guerra EUA x México

Duas vezes ganhador do Oscar de Melhor Direção por "Birdman" e "O Regresso", Alejandro González Iñarritu pega o mesmo caminho trilhado pelo conterrâneo Alfonso Cuáron ("Roma") e volta ao México no próximo trabalho da carreira. Desde março, o cineasta grava no país...

Wagner Moura e Robert Pattinson são os novos membros da Academia

Entidade organizadora do Oscar, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas anunciou a adesão de mais 395 membros nesta quinta-feira (1). O Brasil ganhou mais seis novos membros: o ator Wagner Moura ("Tropa de Elite" e "Narcos"), os produtores Andrea Barata...

Mudanças no Globo de Ouro beneficiam animações e filmes internacionais

A Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood anunciou na quarta-feira (30) mudanças em suas regras de elegibilidade do Globo de Ouro. Com isso, filmes em língua estrangeira poderão ser indicados nas categorias principais, de melhor drama e de melhor comédia ou...

James Franco fecha acordo judicial de R$ 11 milhões em caso de exploração sexual

O ator James Franco ("Artista do Desastre") concordou em pagar mais de US$ 2,2 milhões (cerca de R$ 11 milhões) em um acordo para dar fim a uma ação coletiva no qual é acusado de exploração sexual, de acordo com o site da revista "Hollywood Reporter". Para ser...

Walter Salles fará adaptação de ‘Ainda Estou Aqui’, livro de Marcelo Rubens Paiva

Diretor de clássicos como "Central do Brasil" e "Terra Estrangeira", Walter Salles anunciou o novo filme da carreira: a adaptação de "Ainda Estou Aqui", best-seller escrito por Marcelo Rubens Paiva. A produção terá como protagonista Mariana Lima ("A Terra Negra dos...

Vin Diesel quer Michael Caine e Rita Moreno em ‘Velozes e Furiosos’

Depois de atrair Charlize Theron e Helen Mirren, “Velozes e Furiosos” quer mais ganhadores do Oscar nos próximos filmes. Vin Diesel, astro e produtor executivo da franquia, mira em dois nomes: Michael Caine premiado por "Hannah e Suas Irmãs" e “Regras da Vida”, e Rita...