A cinefilia nacional conta com uma nova plataforma, a Embaúba Play (http://embaubaplay.com), com uma proposta inédita no país: oferecer boa parte da produção nacional recente, a preço acessível, trazendo inclusive obras inéditas em circuito comercial, que foram exibidas apenas em festivais. É uma plataforma especializada em cinema brasileiro contemporâneo, que organiza e facilita o acesso aos longas, médias e curtas, a partir de um recorte curatorial. Outra particularidade do serviço é que o aluguel será avulso, assim não será necessário fazer uma assinatura fixa. O valor dos longas-metragens  é menos que 10 reais (1,50 dólar) e os filmes podem ser vistos em até 72 horas. Além disso, haverá também diversos conteúdos gratuitos.

Já no seu lançamento, a Embaúba Play conta com mais de 300 títulos, trazendo obras de nomes de ponta do cinema independente nacional, como Adirley Queirós, Affonso Uchôa, André Novais Oliveira, Bruno Safadi, Felipe Bragança, Gabriel Mascaro, Guto Parente, Helena Ignez, Juliana Rojas, Kleber Mendonça Filho, Leonardo Mouramateus, Marcelo Caetano, Marcelo Pedroso, Marco Dutra, Marília Rocha, Maya Da-Rin, Paula Gaitán, Renata Pinheiro, Rodrigo de Oliveira, Sandra Kogut e Thiago Mendonça.

Traz também filmes de cineastas que se destacam pelos seus trabalhos em curta-metragem, como Ana Carolina Soares, Fábio Leal, Distruktor, Karen Akerman, Marcellvs, Marco Antônio Pereira, Marcos Curvelo, Rafael Urban, Sávio Leite e Thais Fuginaga.

Para o seu lançamento, Embaúba Play disponibilizará uma mostra gratuita e inédita de filmes brasileiros, com um mês de duração. Essa mostra foi viabilizada pela Lei Aldir Blanc, por meio do Estado de Minas Gerais. Ela conta com a participação de quatro curadores convidados: Ewerton Belico, Júnia Torres, Tatiana Carvalho Costa e Victor Guimarães, que selecionaram produções contemporâneas dividas nos seguintes programas: “Também somos rascunhos”, com obras biográficas (Ewerton Belico); “A Fluidez da Forma no Cinema Indígena” (Júnia Torres), “Orgia ou O Cinema que deu cria”, com filmes que flertam com o cinema de invenção (Victor Guimarães), e “Testemunhar, fabular, existir – modulações de um Quilombo Cinema brasileiro contemporâneo”, com curtas-metragens recentes de realizadores negros (Tatiana Carvalho Costa).

Essa programação traz mais de 40 títulos da produção nacional, muitos deles inéditos em circuito e streaming. Alguns dos destaques são: “Batguano”, de Tavinho Teixeira; “Vida”, de Paula Gaitán; “Santos Dumont: Pré-Cineasta”, de Carlos Adriano; “Urihi Haromatipe – Curadores da Terra Floresta, de Morzaniel Yanomami; “Yãmiyhex, as Mulheres Espírito”, de Sueli e Isael Maxakali; “Mundo Incrível Remix”, de Gabriel Martins; “ATL”, de Edgar Kanaykõ; “Obatala”, de Sebastian Wiedemann; “(Outros) Fundamentos”, de Aline Motta; “Relatos Tecnopobres”, de João Batista Silva; “Remixcracho”, de Leo Pyrata, e “Canto dos Osso”, de Jorge Polo e Petrus de Bairros.

Além destas mostras dos curadores convidados, no lançamento também haverá uma retrospectiva do cinema brasileiro contemporâneo na programação intitulada “10+15 – Pulsões de um cinema brasileiro”, com 10 longas e 15 curtas, produzidos na última década.

Completam a programação da mostra inaugural, 8 pré-estreias de títulos inéditos no circuito comercial, que fazem parte do catálogo da Embaúba Filmes, como “Espero que esta te Encontre e que Estejas Bem”, de Natara Ney; “Kevin”, de Joana Oliveira, e “Eu, Empresa”, de Leon Sampaio e Marcus Curvelo, e 2 lançamentos, filmes que são totalmente inéditos, terão sua primeira exibição na mostra: “Aqui Jaz teu Esquema”, de Gabraz Sanna, e “Brizolão”, de Jéferson.

A Mostra contará ainda com duas exibições especiais. Na abertura e também no encerramento, será apresentado o curta “Sem Título #1 – Dance of Leitfossil”, de Carlos Adriano. “A Grávida da Cinemateca”, dirigido por Christian Saghaard, será apresentado em programa especial, como forma de se chamar a atenção para o descaso do Governo Federal com a Cinemateca Brasileira.

A Embaúba Play é um projeto realizado com recursos da Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Belo Horizonte, com patrocínio da UNI BH.

com informações de assessoria

Netflix anuncia parceria com ICAB para apoio a profissionais do audiovisual brasileiro

O Instituto de Conteúdos Audiovisuais Brasileiros (ICAB) e a Netflix retomam parceria para auxiliar os profissionais da indústria audiovisual brasileira. A nova doação de R$ 3 milhões para o fundo gerenciado pelo ICAB tem como objetivo apoiar a comunidade criativa na...

Karim Ainouz representa o cinema brasileiro no Festival de Cannes 2021

O Festival de Cannes divulgou a lista de filmes selecionados para a aguardada edição de 2021 na quinta-feira, 3 de junho, e a América Latina não teve vez na disputa pela Palma de Ouro: nenhum longa da região irá concorrer ao prêmio máximo do evento na Riviera...

Projeto da Universidade Federal de Sergipe realiza Mostra de Cinema Nortista

O projeto UFS | Cine Vitória online está de volta com a sua segunda edição. O projeto tem o intuito de estimular o cinema e continuar, de forma remota, o trabalho feito pelo Cinema Vitória, a única sala de cinema de arte do estado desde 1934. Serão diversas produções...

Sobre Jazz, Cinema, Bate-Papos e saudades de um tempo sem pandemia

Entre as muitas coisas que a pandemia da Covid-19 nos tem tirado – a tranquilidade, a vontade de sair à rua, as pessoas queridas que se foram –, a perda das experiências culturais compartilhadas é uma ausência que cala particularmente fundo.  Essa perda é ainda mais...

Inscrições abertas para masterclass gratuita com Jorge Bodanzky

Estão abertas as inscrições para a masterclass ministrada pelo cineasta Jorge Bodanzky, na terça-feira, 1 de junho, às 17h00. O evento faz parte da programação da Mostra Ecofalante de Cinema-Semana do Meio Ambiente: Especial Amazônia, em parceria com a Spcine....

Bruna Linzmeyer e Linn da Quebrada são atrações do Festival de Finos Filmes

Entre 2/6 e 6/6, o VIII Festival de Finos Filmes leva seis debates ao canal de YouTube do Museu da Imagem e do Som – instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa  do  Governo do Estado de São Paulo. Bruna Linzmeyer, Linn da Quebrada, Alê Santos, Christian...

Filmes sobre Jair Rodrigues e Yamandu Costa serão atrações do In-Edit Brasil

O IN-EDIT BRASIL – Festival Internacional do Documentário Musical chega à sua 13ª edição e acontece de 16 a 27 de junho, com mais de 50 filmes nacionais e internacionais inéditos no circuito comercial. Pelo segundo ano consecutivo, o festival será online, alcançando...

Cardume se torna a nova opção de streaming de curtas brasileiros

Atores e produtores da cena independente, Daniel Jaber e Luciana Damasceno conhecem bem a batalha que é fazer cinema no Brasil. Entusiastas do formato curta-metragem, também sabem a dificuldade que é conseguir exibir os filmes depois de prontos, tendo visto muitos de...

‘Enterrado no Quintal’ vence Mostra Brasil do Festival de Cinema do Meio do Mundo

O curta-metragem "Enterrado no Quintal", dirigido por Diego Bauer, venceu o prêmio de Melhor Filme da Mostra Brasil do 3º Festival de Cinema do Meio do Mundo, FESTCIMM. O filme amazonense foi escolhido o vencedor dentre os 17 filmes que compunham a Mostra Brasil do...

‘Jamary’ representa o Amazonas no Festival de Cinema Brasileiro Fantástico

Depois de uma boa passagem pelo Cinefantasy 2021, "Jamary" será o filme do Amazonas na primeira edição do Festival de Cinema Brasileiro Fantástico. O evento online e gratuito ocorre entre os dias 12 e 18 de maio e vai exibir longas e curtas-metragens divididos em três...