Único cinema de Itacoatiara (distante 176km em linha reta de Manaus), o Cine Theatro Dib Barbosa teve uma noite especial no último domingo (25). Boa parte equipe do longa-metragem “O Adeus do Comandante” participou da sessão de “Bacurau”, o aguardado filme de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles. 

A sessão contou com a presença do casal Sophie Charlotte e Daniel Oliveira, protagonistas do projeto com direção de Sérgio Machado. Proprietário do cinema da família, Dib Barbosa Filho disse que a cópia de “Bacurau” foi disponibilizada pela própria equipe de “O Adeus do Comandante”. 

“Eles tinham uma versão do filme, vieram até o cinema e pediram para fazermos a sessão. A equipe pagou os ingressos, tudo certinho e ainda permitiu a entrada dos moradores da cidade que quisessem ver “Bacurau”, afirmou Barbosa, que também aproveitou a oportunidade para tietar e tirar fotos com os atores. 

‘O ADEUS DO COMANDANTE’ 

Baseado no conto homônimo do escritor amazonense Milton Hatoum, “O Adeus do Comandante” está sendo gravado em Itacoatiara desde o início de agosto. A produção conta no elenco com Daniel de Oliveira (“Cazuza” e “10 Segundos Para Vencer”), Sophie Charlotte (“Serra Pelada”) e Gabriel Leone (“Minha Fama de Mau” e “Eduardo e Mônica”). 

A produção dirigida por Sérgio Machado (“Cidade Baixa” e “Tudo o que Aprendemos Juntos”) acompanha a história de Moamede. Trabalhando como mascate, ele acomoda uma mala numa embarcação ancorada às margens do Amazonas. Ele se prepara para a viagem, mas é surpreendido pela chegada de carregadores que trazem para o barco um caixão. A tensão aumenta quando o Comandante conduz o barco em direção a um vilarejo onde desembarca sozinho e desaparece. 

Vale lembrar que Daniel de Oliveira já trabalhou em uma produção rodada no Amazonas: o ator foi o protagonista de “A Festa da Menina Morta”, longa dirigido por Matheus Nachtergaele, em 2008. 

CINE THEATRO DIB BARBOSA 

Inaugurado em 1955, o Cine Theatro Dib Barbosa é um dos dois únicos cinemas comerciais existentes no interior do Amazonas – o segundo é o Cine Kimak, em Manacapuru. Atualmente, a sala se concentra em exibir os principais lançamentos do cinema americano em cópias dubladas. 

Vingadores: Ultimato” (4.292 ingressos vendidos), “O Rei Leão” (1.921), “Capitã Marvel” (1.646), “Toy Story 4” (1.141) e “Homem-Aranha: Longe de Casa” (1.028) foram os filmes mais vistos neste ano em Itacoatiara, segundo dados do Observatório do Cinema Brasileiro, da Ancine. O melhor brasileiro é “Minha Vida em Marte” com 269 ingressos vendidos. Atualmente, está em cartaz “Nada a Perder 2”, cinebiografia do fundador da Igreja Universal do Reino de Deus, Edir Macedo. 

Para Dib Barbosa Filho, o mercado de cinema na cidade do interior do Amazonas é bastante irregular. “É um exercício de paciência. O público varia bastante: ora temos muita gente, em outras ocasiões nem tanto. Trabalhamos bastante na divulgação para tentar trazer os espectadores para a sala”, disse. Cine Theatro Dib Barbosa comporta 164 lugares, com possibilidade de exibições em 3D. 

Brasil na Covid-19 X Filmes de Fim de Mundo: Realidade mais irracional que a Ficção

A realidade é, muitas vezes, mais estranha que a ficção. E a realidade brasileira, então, nem se fala. Neste artigo vou comentar um pouco sobre como o Brasil do Covid-19 se compara com alguns elementos e clichês de filmes de catástrofes e fim do mundo que Hollywood e...

30 Anos de ‘Lua de Cristal’: documentário celebra sucesso estrelado por Xuxa

Em 1990, Xuxa Meneghel estava no auge de sua carreira. A loira mais famosa do Brasil já era recordista em vendagem de discos e seu programa “Xou da Xuxa”, exibido nas manhãs pela TV Globo, rompia barreiras e começava a ganhar repercussão internacional. Se tal fenômeno...

Bond, Cannes, Mercado Brasileiro: o Impacto do Coronavírus no Cinema

O surto de COVID-19, conhecido popularmente como coronavírus, tem deixado o mundo em pânico nestes últimos meses. O alto número de pessoas diagnosticadas com o vírus e o crescente número de mortes só tem alarmado mais ainda a situação. O surto teve início na cidade de...

César 2020 e a vitória de Polanski: triste dia para o cinema da França

https://www.youtube.com/watch?v=PXnNOBj26lk&t=13s A primeira e única vitória de Roman Polanski na categoria de Melhor Direção no Oscar, em 2003, foi recebida em clima de euforia. No anúncio dos indicados, gritos e aplausos mais fortes para o cineasta responsável...

Os 10 maiores ataques do governo Bolsonaro ao cinema do Brasil em 2019

Jair Bolsonaro, de fato, é um fenômeno. Dólar passando dos R$ 4,20. Economia com crescimento pífio. Desemprego na casa de 12,5 milhões de pessoas. Perda da credibilidade internacional do Brasil ao redor do planeta. Parceria com EUA marcada por um lado recebe MUITO...

Os Mafiosos de Martin Scorsese: de ‘Caminhos Perigosos’ a ‘O Irlandês’

ALERTA: este artigo possui SPOILERS! Com a estreia de “O Irlandês”, o diretor Martin Scorsese parece encerrar um ciclo de produções sobre a vida dentro da máfia, uma jornada iniciada 1973 com o experimental “Caminhos Perigosos” (1973), primeira parceria dele com...

O caso James Dean e os limites (ou não) do uso do CGI no cinema

Há algumas semanas foi anunciado que o ícone de Hollywood, James Dean (1931-1955), será revivido via computação gráfica para aparecer no filme Finding Jack, um drama ambientado na Guerra do Vietnã a ser dirigido pela dupla Anton Ernst e Tati Golykh. Bem... Todos nós...

Saudade vira ponto de partida para debate da alienação parental em ‘Tranças’

Saudade é uma palavra interessante e particularmente nossa. O dicionário a define como o sentimento causado pela distância ou ausência, mas só quem a sente compreende o quanto ela dói e é capaz de deixar cicatrizes. A questão é que nem sempre essas marcas são tão...

Por Dentro de ‘Enterrado no Quintal’: de Lars Von Trier à força de Isabela Catão

A sinopse de “Enterrado no Quintal” acabou ficando assim: Isabela, ainda adolescente, enterrou uma arma no quintal de casa como uma maneira de ter em mente uma forma de se vingar do seu padrasto, que agrediu a sua mãe diversas vezes durante a sua infância. Ela...

Por dentro de ‘Enterrado no Quintal’: Cuba para enxergar a zona oeste de Manaus

Desde que gravamos “Boto” (Artrupe Produções, 2017), pude fazer trabalhos que me possibilitaram viajar para outros lugares apresentando a produção que fazemos aqui. E é em situações como essas, distante da zona de conforto e rodeado de pessoas que não fazem ideia de...