Filme: Atentado ao Hotel Taj Mahal

Direção: Anthony Maras

Elenco: Dev Patel, Armie Hammer, Amandeep Singh, Suhail Nayyar, Manoj Mehra, Dinesh Kumar

Sinopse: Uma história real de humanidade e heroísmo, baseada nos ataques terroristas ao famoso Hotel Taj Mahal em Mumbai, na Índia. Entre os sobreviventes, estão o renomado chef Hemant Oberoi (Anupam Kher) e o garçom Arjun (Dev Patel), que escolhem arriscar suas vidas para proteger as demais vítimas. Em meio ao caos, um casal de hóspedes (Armie Hammer, Nazanin Boniadi) se vê forçado a lutar por sobrevivência para salvar a vida de seu filho recém-nascido.

Horários 

Cinépolis Millenium Shopping –  17h30, 20h30 (Legendado)

Filme: A Pequena Travessa

Direção: Joachim Masannek

Elenco: Malu Leicher, Christoph Maria Herbst, Meret Becker

Sinopse: Lilli Susewind tem a habilidade de falar com animais, mas fora seus pais e sua avó, ninguém sabe deste segredo. Quando ela conhece Jess, um menino divertido e misterioso, decide contar para ele. Juntos, os dois precisam achar o filhote de elefante que foi roubado do zoológico.

Horários 

Cinépolis Manaus Plaza Shopping – 13h45, 16h15 (Dublado)

Playarte Manauara Shopping – 12h50, 15h10, 17h30 (Dublado)

UCI Sumaúma Park Shopping – 13h00, 15h15, 17h30 (Dublado)

Filme: A Espiã Vermelha

Direção: Trevor Nunn

Elenco: Judi Dench, Sophie Cookson, Tom Hughes

Sinopse: Filme se passa na Inglaterra, em 2000. A cientista Joan Stanley, de 88 anos, é presa pelo MI5 acusada de fornecer informações à Rússia comunista durante o período da 2ª Guerra Mundial quando trabalhou na pesquisa secreta para a criação da bomba atômica. O Serviço Secreto sabe que em 1938, então estudante de física em Cambridge, ela se apaixonou pelo jovem comunista Leo Galich e procura obter a sua confissão dos motivos que a levaram a trair não apenas o seu País, mas todo o mundo democrático e Ocidental.

Horários 

Cinépolis Shopping Ponta Negra – 15h10 (sábado e domingo), 19h20 (segunda a sexta-feira)

Filme: O Olho e a Faca

Direção: Paulo Sacramento

Elenco: Rodrigo Lombardi, Débora Nascimento, Caco Ciocler, Maria Luisa Mendonça

Sinopse: Roberto (Rodrigo Lombardi) trabalha numa base de petróleo, e passa longos meses afastado da esposa e dos dois filhos. Nos momentos de distância, inicia um relacionamento com outra mulher. Um dia, Roberto recebe uma promoção no emprego, forçando-o a ficar ainda menos presente para a família e os amigos.

Horários 

Cine Casarão – 16h00 (sábado), 17h00 (domingo), 18h30 (sexta-feira), 20h30 (quinta-feira)

Filme: Estou me Guardando Para Quando o Carnaval Chegar

Direção: Marcelo Gomes

Sinopse: Na cidade de Toritama, considerada um centro ativo do capitalismo local, mais de 20 milhões de jeans são produzidas anualmente em fábricas caseiras. Orgulhosos de serem os próprios chefes, os proprietários destas fábricas trabalham sem parar em todas as épocas do ano, exceto o carnaval: quando chega a semana de folga eles vendem tudo que acumularam e descansam em praias paradisíacas.

Horários 

Cine Casarão – 18h30 (quinta-feira)

‘Ghostbusters: Apocalipse de Gelo’: apelo a nostalgia produz aventura burocrática

O primeiro “Os Caça-Fantasmas” é até hoje visto como uma referência na cultura pop. Na minha concepção a reputação de fenômeno cultural que marcou gerações (a qual incluo a minha) se dá mais pelos personagens carismáticos compostos por um dos melhores trio de comédia...

‘Guerra Civil’: um filme sem saber o que dizer  

Todos nós gostamos do Wagner Moura (e seu novo bigode); todos nós gostamos de Kirsten Dunst; e todos nós adoraríamos testemunhar a derrocada dos EUA. Por que então “Guerra Civil” é um saco?  A culpa, claro, é do diretor. Agora, é importante esclarecer que Alex Garland...

‘Matador de Aluguel’: Jake Gyllenhaal salva filme do nocaute técnico

Para uma parte da cinefilia, os remakes são considerados o suprassumo do que existe de pior no mundo cinematográfico. Pessoalmente não sou contra e até compreendo que servem para os estúdios reduzirem os riscos financeiros. Por outro lado, eles deixam o capital...

‘Origin’: narrativa forte em contraste com conceitos acadêmicos

“Origin” toca em dois pontos que me tangenciam: pesquisa acadêmica e a questão de raça. Ava Duvernay, que assina direção e o roteiro, é uma cineasta ambiciosa, rigorosa e que não deixa de ser didática em seus projetos. Entendo que ela toma esse caminho porque discutir...

‘Instinto Materno”: thriller sem brilho joga no seguro

Enquanto a projeção de “Instinto Materno” se desenrolava na sessão de 21h25 de uma segunda-feira na Tijuca, a mente se esforçava para lembrar da trama de “Uma Família Feliz”, visto há menos de sete dias. Os detalhes das reviravoltas rocambolescas já ficaram para trás....

‘Caminhos Tortos’: o cinema pós-Podres de Ricos

Cravar que momento x ou y foi divisor de águas na história do cinema parece um convite à hipérbole. Quando esse acontecimento tem menos de uma década, soa precoce demais. Mas talvez não seja um exagero dizer que Podres de Ricos (2018), de Jon M. Chu, mudou alguma...

‘Saudosa Maloca’: divertida crônica social sobre um artista boêmio

Não deixa de ser interessante que neste início da sua carreira como diretor, Pedro Serrano tenha estabelecido um forte laço afetivo com o icônico sambista paulista, Adoniram Barbosa. Afinal, o sambista deixou a sua marca no samba nacional dos anos 1950 e 1960 ao...

‘Godzilla e Kong – O Novo Império’: clima de fim de feira em filme nada inspirado

No momento em que escrevo esta crítica, caro leitor, ainda não consegui ver Godzilla Minus One, a produção japonesa recente com o monstro mais icônico do cinema, que foi aclamada e até ganhou o Oscar de efeitos visuais. Mas assisti a este Godzilla e Kong: O Novo...

‘Uma Família Feliz’: suspense à procura de ideias firmes

José Eduardo Belmonte ataca novamente. Depois do detetivesco – e fraco – "As Verdades", ele segue se enveredando pelas artimanhas do cinema de gênero – desta vez, o thriller domiciliar.  A trama de "Uma Família Feliz" – dolorosamente óbvio na ironia do seu título –...

‘Donzela’: mitologia rasa sabota boas ideias de conto de fadas

Se a Netflix fosse um canal de televisão brasileira, Millie Bobby Brown seria o que Maisa Silva e Larissa Manoela foram para o SBT durante a infância de ambas. A atriz, que alcançou o estrelato por seu papel em “Stranger Things”, emendou ainda outros universos...