Após ‘Tudo Bem no Natal Que Vem’ ser a comédia nacional mais comentada na Netflix e ficar semanas em seu Top 10, o streaming lançou ‘Cabras da Peste’ voltado para popularizar a cultura nordestina mundo afora. Estrelado por Edmilson Filho (“Cine Holliúdy”) e Matheus Nachtergaele (“O Auto da Compadecida”), o elenco e o enfoque regional são os principais atrativos do filme já que a própria comédia fica em segundo plano: mesmo arrancando algumas risadas, o longa não consegue divertir como o pretendido e acaba sendo uma paródia brasileira de qualquer filme americano com dois parceiros policiais numa investigação.

A trama começa quando Bruceuilis (Edmilson Filho), um policial do interior do Ceará, perde Celestina, uma cabra considerada patrimônio da cidade, e precisa viajar até São Paulo para resgatar o animal. Nesta primeira parte, ‘Cabras da Peste’ faz a ótima ambientação do Nordeste brasileiro ao escolher não mostrar uma região de mazelas ou dificuldades estereotipadas, mas sim, um interior do Ceará colorido e aconchegante. Apesar de investir pesado nas cores vibrantes, a direção de arte mantém um cenário verossímil e prático para as primeiras sequências de ação no longa.

Na busca por Celestina, Bruceuilis conhece Trindade (Matheus Nachtergaele), um escrivão da polícia que resolve se aventurar em campo para resolver um antigo caso. Esse segundo momento é marcado majoritariamente pelas tentativas de fazer o humor funcionar, o que, mesmo com uma boa dupla de atores, não ocorre. Tanto pela obviedade das piadas, quanto pelo humor mal colocado em momentos importantes para o desenvolvimento da trama, o filme passa a impressão de repetição, de que as cenas e as piadas já foram feitas em outras produções (“Cine Holliúdy”, por exemplo”), sendo o resultado de diversas inspirações do diretor Vitor Brandt disfarçado em uma proposta original.

POUCAS RISADAS

Mesmo sem fazer rir ou possuir uma história surpreendente, ‘Cabras da Peste’ consegue ter boas cenas de ação. Desde a perseguição que abre o longa até o confronto de facções rivais, o nonsense toma conta do projeto, mas, possui um atributo essencial que é definir cada cena de ação com uma ambientação diferente, tornando cada luta única.

Já as piadas mais efetivas não são as detentoras de um amparo visual, e sim as presentes no próprio texto. Exemplo disso é que todos os trocadilhos com nomes são fáceis de serem identificados e se justificam bem como humor

Em linhas gerais, ‘Cabras da Peste’ poderia ser uma grande aposta, mas se torna uma comédia despretensiosa que arranca poucas risadas. Na realidade, a falta de humor, o timing ruim é o principal defeito, pois, mesmo com um roteiro bagunçado, o filme se propõe a ser uma comédia, sendo esperado ao menos que este consiga fazer rir.

‘The Five Devils’: a falácia do mito do “lugar de gente de bem”

"The Five Devils", novo filme da francesa Léa Mysius, é um misto de drama familiar e thriller sobrenatural que leva o espectador por caminhos inesperados. O longa, que estreou na mostra Quinzena dos Realizadores em Cannes e foi exibido no Festival Internacional de...

‘Trem-Bala’: carisma de Brad Pitt faz longa pueril valer a pena

Eis que chega às telonas “Trem-Bala”, mais uma obra que segue o filão do cinema de ação espertinho à la Deadpool. Ou seja: temos aqui uma maçaroca de referências pop e piadas adolescentes que, se por um lado, não radicaliza nada, por outro não consegue bancar o peso...

‘Ela e Eu’: Andréa Beltrão domina melodrama sobre recomeço

Mãe e filha. 20 anos de convivência emocional e de ausência física. Reconfigurando afetos, Gustavo Rosa de Moura traz aos cinemas em “Ela e Eu” uma história forte, importante e comovente sobre novas e velhas formas de amar com Andrea Beltrão fazendo uma personagem do...

‘Tinnitus’: angustiante e ótimo body horror brasileiro

Uma atleta de saltos ornamentais em apuros guia a trama de "Tinnitus", novo filme do paulista Gregorio Graziosi (“Obra”) que teve estreia mundial no Festival Internacional de Cinema de Karlovy Vary deste ano. Ancorado na sólida performance da atriz Joana de Verona, o...

‘Aos Nossos Filhos’: Marieta Severo brilha em drama de tom solene

Vera (Marieta Severo) está em um embate terrível com a filha Tânia (Laura Castro). A jovem, lésbica e casada, que quer a aprovação da matriarca para ser mãe, mas não vê forma de superar os próprios traumas e o dissabor da relação com a personagem de Marieta, uma...

‘O Palestrante’: Porchat aposta no seguro em comédia morna

Guilherme (Fábio Porchat) é um contador frustrado que perdeu o tesão na vida. Seu chefe é um babaca, a esposa o humilha e o sujeito simplesmente desliza pelos dias no piloto automático. Isto até ser confundido com um palestrante motivacional e se apaixonar por Denise...

Festival de Karlovy Vary 2022: ‘Close’, Lukas Dhont

As dores de amadurecimento dão o tom de "Close", novo filme de Lukas Dhont que estreou em Cannes - onde dividiu o Grand Prix com "Both Sides of the Blade", de Claire Denis - e foi exibido no Festival Internacional de Cinema de Karlovy Vary. O drama confirma o diretor...

‘Il Buco’: um olhar contemplativo para uma Itália pouco explorada

Consigo imaginar vários filmes ambientados em cavernas. Desde ficções científicas a fantasias até true crimes, esse parece ser um ótimo cenário para criar dramaticidade, viver aventuras e encontrar novos mundos; no entanto, nenhum desses caminhos se assemelha ao que...

Festival de Karlovy Vary 2022: ‘The Eight Mountains’, de Felix van Groeningen e Charlotte Vandermeersch

Nos idos dos anos 2000, um jovem resolve ir atrás do companheiro de infância e embarcar em uma terna aventura. Esta é a premissa de "The Eight Mountains", filme que estreou em Cannes - onde dividiu o Prêmio do Júri com "EO", de Jerzy Skolimowski - e foi exibido no...

‘Men’: estarrecedor suspense sobre o poder dos homens

“O mundo é dos homens”. Essa famosa frase não é em vão: o mundo realmente é dos homens. Nas entranhas sociais, os homens mantêm o seu protagonismo. Nas sociedades, o patriarcado e suas ramificações, como machismo, imperam e constituem as normas estabelecidas sob a...