Os editais do Governo do Amazonas e da Prefeitura de Manaus provenientes do repasse da Lei Aldir Blanc iniciam a fase de inscrição das propostas a partir desta semana. A Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), por exemplo, lançou 11 editais do ‘Conexões Culturais’ na última terça-feira (13), enquanto a Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa prevê o lançamento de dois editais – Prêmio Feliciano Lana e Prêmio Equipa Cultura – até o final desta semana. 

O lançamento dos editais inicia uma maratona em alta velocidade para o setor artístico do Amazonas. Para cada edital, tanto municipal quanto estadual, o prazo de inscrições será de 15 dias e todo o procedimento será feito online. Em seguida, virá o processo de avaliação das propostas por curadores, o qual deve acontecer durante a primeira quinzena de novembro. Por fim, todas os projetos aprovados precisam ser entregues até o próximo dia 31 de dezembro deste ano, como condiciona a execução das verbas oriundas da lei ao período de validade do Decreto Legislativo nº 6, que determina estado de calamidade pública até 31/12/2020. 

O Cine Set consultou profissionais do audiovisual do Amazonas para saber quais podem ser caminhos viáveis para o edital do setor e possíveis problemas trazidos por conta de um prazo tão corrido para a elaboração ideal de produções artísticas. 

EDITAIS SOMAM R$ 40,5 MILHÕES 

O ‘Conexões Culturais’ está dividido em 10 editais para diferentes segmentos artísticos – Artes Visuais, Audiovisual, Circo, Cultura Hip Hop, Cultura Infância (projetos voltados ao público infantojuvenil), Dança, Literatura, Manifestações Culturais, Música e Teatro. Cada edital possui módulos financeiros diferentes de acordo com a categoria, que podem ir de prêmios de R$ 5 mil até R$ 150 mil.  

Pessoas físicas e jurídicas podem participar e inscrever quantos projetos desejarem. No entanto, cada projeto só pode ser inscrito uma única vez, em apenas um módulo financeiro, bem como cada proponente só poderá ser contemplado com até dois projetos diferentes. Ainda há um edital voltado para a manutenção de espaços culturais e empresas artísticas. Ao todo, serão R$ 14 milhões de investimento vindos da Lei Federal Aldir Blanc somente para Manaus. 

Com R$ 26,5 milhões disponíveis da lei, o governo do Amazonas lança o Prêmio Feliciano Lana, para diversas modalidades artísticas, com uma verba destinada de R$ 23 milhões (divididos entre capital e interior), e o “Prêmio Equipa Cultura”, para aquisição de bens visando atender a projetos artísticos, culturais e de economia criativa e solidária, com um valor de R$ 3,5 milhões (também divididos em capital e interior). 

10 Filmes com Matt Damon que valem a pena ser vistos

Com um talento extraordinário, Matt Damon encara de frente vários gêneros de filmes, apesar de ser reconhecido mais pelos de ação. Nosso compilado de produções incluem vários títulos que merecem ser vistos e revistos: O Talentoso Ripley Tom Ripley já foi vivido no...

Cine Bodó 2021 realiza formação audiovisual de jovens na periferia de Manaus

Para além das notícias policiais, para dentro das telas. É assim que o projeto Cine Bodó, propõe formação e produção de cinema dentro  das periferias de Manaus. Em sua 5ª edição, a iniciativa já atingiu mais de 300 jovens e adolescentes, passou por mais de 16...

Curta amazonense de Walter Fernandes vence festival no Rio de Janeiro

O cinema amazonense segue colecionando prêmios em festivais nacionais: agora, foi a vez de "Graves e Agudos em Construção" levar o prêmio de Melhor Curta-Metragem nacional na sétima edição do Festival Brasil de Cinema Internacional, realizado no Rio de Janeiro entre...

Festival POE de Cinema Fantástico fecha parceria com Darkflix em edição inclusiva

Em sua 6ª edição, o Festival POE de Cinema Fantástico se adapta às estruturas online com uma nova maneira de exibição de seus filmes e uma nova categoria para trazer maior diversidade ao evento. Entre os dias 21 e 30 de abril, serão exibidos 68 filmes na programação,...

Debate com Babu e Dira Paes abre o Festival de Cinema das Periferias da Amazônia

De 10 a 30 de abril, o Festival de Cinema das Periferias da Amazônia - Telas em Movimento vai realizar palestras, oficinas, circuito de cineclubes, mostra de filmes e de vídeo mapping trazendo como tema a inclusão digital. A ideia desse ano é trazer à tona a pauta da...

Presidente Figueiredo e Vila de Balbina recebem oficinas de cinema gratuitas

A terra das cachoeiras, Presidente Figueiredo, localizada a 107 quilômetros distante de Manaus, irá abrigar uma rara iniciativa de cinema. O diretor Heraldo Daniel e o produtor audiovisual Hernan Antony irão realizar uma oficina para a Sétima Arte entre os dias 19 de...

Festival Brasileiro de Cinema Cômico exibe filmes de 11 Estados

O Festival Brasileiro de Cinema Cômico é o primeiro na história do país a premiar os melhores curtas-metragens e artistas de humor, gênero ainda pouco reconhecido pelos críticos e mostras. A ideia do evento é valorizar a diversidade e a qualidade da comédia feita no...

Documentário irá retratar a história da cantora Lucinha Cabral

Mergulhar na vida e na obra de Lucinha Cabral é o que busca o longa-metragem “Caboquinha”, documentário biográfico que iniciou processo de filmagem na última semana do mês de março, em Manaus. Projeto foi contemplado pelo Prêmio Feliciano Lana, promovido pelo Governo...

Cine Vídeo Tarumã retorna com lives de importantes do audiovisual do Amazonas

Após um ano com suas atividades paralisadas, o Cine Vídeo Tarumã retorna para a programação cultural da Ufam nesse novo semestre da universidade. A pandemia trouxe dificuldades para muitas pessoas e para a educação trouxe novos desafios e novas formas de ensino. Da...

Representação feminina no audiovisual será tema de curso online de Lorenna Montenegro

Como  as  mulheres  são  representadas  no  cinema  e  TV?  Existe  igualdade  no  mercado audiovisual?  Curso  online  ao  vivo  promovido  pelo  Centro  Cultural  b_arco  em  sua programação online, traz debates sobre a presença de mulheres no audiovisual.  Lorenna ...