O mercado de cinema hoje busca novas estratégias de lançamento, e a vindoura chegada da continuação do jovem clássico “O Tigre e o Dragão” já está causando polêmicas. Foi divulgado que o Netflix, o maior provedor de filmes on-line, vai exibir a sequência no mesmo dia do lançamento nos cinemas dos Estados Unidos.

Segundo o site Deadline, o Netflix firmou contrato com a produtora The Weinstein Company para realizar o lançamento do seu primeiro grande filme. “Crounching Tiger, Hidden Dragon: The Green Legend” será lançado em 28 de agosto de 2015 simultaneamente nos cinemas IMAX e no Netflix. Trata-se de uma estratégia interessante, mas que já está provocando reações de algumas das principais cadeias exibidoras americanas.

Regal, Carmike e Cinemark, três dos maiores grupos exibidores do país, já anunciaram que não exibirão o filme nos seus cinemas. Russ Nunley, presidente da Regal, afirmou: “Não participaremos de uma experiência na qual se pode ver o mesmo produto numa tela gigantesca ou na telinha de um smart phone. Acreditamos que a escolha é clara, caso se queira realmente vivenciar um filme grandioso”.

Vale lembrar que este ano, a produtora The Weinstein Company também foi responsável por outra estratégia diferenciada de lançamento: a ficção-científica “Snowpiercer” do diretor coreano Bong Joon-ho, saiu em Video-on-demand na internet apenas duas semanas depois da sua estréia nos cinemas. Já as cadeias exibidoras vêm lutando para proteger a janela entre o lançamento nos cinemas e a disponibilidade dos filmes em plataformas domésticas.

Quanto ao filme, “Crounching Tiger, Hidden Dragon: The Green Legend” é dirigido por Yuen Wo-Ping, lendário coordenador de cenas de luta no cinema asiático e que também trabalhou em “Matrix” (1999) e no “O Tigre e o Dragão” original.  A continuação será estrelada por Donny Yen e por Michelle Yeoh, que retorna do anterior. A trama do filme terá como base outros livros da pentalogia de Wang Du Lu, a qual também serviu de base para “O Tigre e o Dragão”.

Vale lembrar que o original, dirigido por Ang Lee e lançado em 2000, venceu o Oscar de Filme Estrangeiro. Ang Lee não tem envolvimento com esta continuação.

Facebook Comments